Classificação

8.7
Interpretação
8.5
Argumento
8.5
Realização
8.8
Banda Sonora

Atenção: esta review contém SPOILERS!

Outra semana passou a correr e, com ela, um novo episódio de The Originals. Keepers Of The House traz consigo a família Mikaelson de volta a Nova Orleães, com o objetivo de descobrir o que se passa com Hope. No entanto, o clã não demora a perceber que o que quer que seja que assombra a jovem está, também, a criar problemas na sua querida cidade, pelo que a sua estadia acaba por se prolongar.

Desesperada por salvar a sua filha, Hayley junta-se a Marcel para descobrir mais informação sobre a misteriosa força que atormenta as crianças de Nova Orleães. Enquanto Klaus permanece ao lado de Hope, Elijah e Vincent partem em busca de respostas, o que os coloca em perigo quando se deparam com uma ameaça improvável. Por fim, Freya e Keelin são forçadas a colocar de lado as suas diferenças ao embarcar numa jornada que poderá mudar para sempre as dinâmicas de poder da cidade.

Quando Keepers Of The House começa, Marcel encontra-se no seu apartamento com Sofya. O momento partilhado pelos dois rapidamente é interrompido por Vincent, que chega com novidades sobre as crianças que havia salvado no episódio anterior com a ajuda de Marcel. O vampiro fica surpreendido ao descobrir que os quatro jovens nunca chegaram a casa, tendo desaparecido com a ambulância que os levava.

Enquanto isto acontece, descobrimos que Will transporta as crianças pelo meio da floresta até ao local onde será realizado o ritual no qual estas serão sacrificadas. Um outro seguidor daquilo a que nos passaremos a referir como “Hollow” (finalmente, um nome!) dá a Will um amuleto que, supostamente, o irá proteger daquilo que está ainda para vir.

De volta à cidade, Vincent encontra-se com os Mikaelson na sua antiga mansão. Após insistir que a família abandone a cidade uma vez que o feitiço sobre Hope seja levantado, o bruxo apressa-se a curar a jovem rapariga. Mas, como sempre, nem tudo é assim tão simples em The Originals: ao mesmo tempo que corvos começam a cair à sua volta, Hope ouve murmúrios num dialeto quase esquecido que lhe dizem “o Hollow vem aí”. Depois do sucedido, a saúde de Hope começa a deteriorar.se novamente, pelo que a sua família permanece em Nova Orleães, aguardando a chegada de Freya com uma cura.

No dia seguinte, Hayley ordena a Klaus que fique em casa a cuidar de Hope, de modo a que a lobisomem possa encontrar Marcel e pedir-lhe ajuda. Não demoram a descobrir uma pista: Lara (Lyndon Smith), uma lobisomem, foi vista a desenhar o símbolo do Hollow na sua janela com sangue. O facto de os seguidores desta identidade não se tratarem apenas de bruxas choca ambas as personagens que se dirigem ao Bayou em busca de Lara, não tardando a encontrá-la. Esta explica que, inicialmente, não sabia que iriam ser sacrificadas crianças, mas ultimamente afirma que é um mal necessário para livrar a cidade dos vampiros – de Marcel – e acaba por se suicidar.

Ao mesmo tempo, Elijah alia-se a Vincent (contra a vontade do bruxo), também com o objetivo de recolher mais informação. Através de uma visão, Vincent fica ciente do envolvimento de Will no rapto das crianças desaparecidas e resolve confrontá-lo. Apesar dos esforços de Vincent, este não consegue trazer o seu amigo de volta para o seu lado e, com a ajuda do amuleto, Will consegue escapar ao bruxo e ao vampiro Original.

Por sua vez, Freya e Keelin dirigem-se à casa de Marcel com o intuito de encontrar o veneno que este tem escondido. De modo a controlar Keelin, a Original oferece-lhe um anel que lhe permite controlar a sua natureza de lobisomem e apesar de inicialmente o anel estar enfeitiçado de modo a que apenas Freya o possa remover, a bruxa acaba por levantar o feitiço, uma vez que Keelin demonstra ser de confiança ao trazer-lhe os seus achados.

Após deixar Hope ao cuidado de Freya, Klaus junta-se a Hayley, Marcel, Elijah e Vincent numa missão de resgate às crianças raptadas. Ao anoitecer, encontram o local do ritual e Klaus não está com paciência para brincadeiras. Com a ajuda de todos os envolvidos, põe um fim ao “circo de sádicos” com que se deparara. Infelizmente, o confronto (que acaba por ser, na realidade, um esquema) leva à morte de Will e à breve captura de Marcel e Klaus por parte do Hollow, que se tenta ancorar a uma entidade física. Enquanto Vincent tenta salvar tanto os vampiros como as crianças, Klaus e Marcel encontram-se aprisionados numa espécie de alucinação em que ambos ignoram o conselho que Hope havia dado a Klaus: “Não olhes para a luz azul!” A salvação parece chegar demasiado tarde, pois quando o episódio chega ao fim, apercebemo-nos que tanto Klaus como Marcel estão agora sob controlo da entidade.

Em suma, Keepers Of The House trouxe-nos, finalmente, a segurança das crianças que começaram a desaparecer na season première e aquilo que parece ser uma nova aliança entre algumas destas personagens. Fica ainda uma grande interrogação: o que irá acontecer agora?

Inês Salvado