08x15 - The Comic Book Store Regeneration

08×15 – The Comic Book Store Regeneration

Contém SPOILERS.

Estou zangada. Estou mesmo, memso zangada. Tantas vezes que esta série tem episódios (nesta temporada, claro) medianos e com pouco a acontecer e resolveram meter o cameo de Nathan Fillion, a reabertura da loja de banda desenhada e a morte de Mrs. Wolowitz no mesmo episódio? Estas três histórias seriam tão boas contadas individualmente…

A cena inicial foi muito bem feita. É sempre bom ver Kripke. Ele tem aparecido pouco e tenho pena, porque merecia o mesmo destaque de Stuart. Ele criou ali uma bela discussão entre Amy e Sheldon, que resultou em cenas hilariantes entre ele e Penny. Como já tinha saudades destes dois.

Sheldon: Gee, Penny, life’s given me lemons. What should I do? 

Penny: Well, you could shove them somewhere.

E o que dizer daquela experiência de Amy e Sheldon? Muito bom, só mesmo eles para se lembrarem de uma coisa daquelas!

A loja de Stuart vai finalmente abrir. Que saudades dos momentos ali passados. E o que dizer daquela discussão entre o Stuart e o Howard… uma pessoa podia pensar que já cansa tanta briga por causa de Mrs. Wolowitz começava a cansar, mas, na verdade, é sempre engraçadíssimo. Howard foi cem por cento honesto pela primeira vez… Stuart, queres aloé vera?

Howard: Well, maybe I should’ve gone to a fancy art school like you. Then I could run a failed comic shop and mooch off some guy’s mother. 

Raj e Leonard é que foram espertos e fugiram àquele drama familiar. E não é que tiveram sorte e encontraram o grande Nathan Fillion  da série Firefly que eles tanto adoram? Quando toca a conhecer celebridades, é sempre mais interessante quando Sheldon está metido. Sei que me queixo do protagonismo dado a Sheldon, mas aqui teria ficado muito melhor do que ele. E se a cena tivesse tido mais tempo. Raj brilhou (Leonard ficou basicamente a existir ao lado dele como de costume) e aproveitou bem os poucos minutos que lhes foram dados.

Raj: We’re scientists, not crazy fan boys. 

Os últimos cinco minutos ficaram reservados para a morte de Mrs. Wolowitz, que faleceu durante o sono durante umas férias em Miami. Quero dizer… A M*RDA DE CINCO MINUTOS PARA NOS DESPEDIRMOS DA FANTÁSTICA CAROL ANN SUSI?!  Que falta de respeito pela personagem e pela atriz. Merecia um episódio inteiro dedicado a ela. Valeu a reação de Howard e a frase de Sheldon…

Sheldon: When I lost my own fathe, I didn’t have any friends to help me through it. You do.

Mrs. Wolowitz vai fazer tanta falta à série. E é uma pena nunca a podermos ver em pessoa. Que grande perda. A vida é mesmo uma treta.

Em suma, o episódio foi bom, deu para dar umas gargalhadas, mas continuo a achar que quiseram fazer muita coisa ao mesmo tempo. Os atores convidados mereciam mais tempo de antena.

Nota: 7/10

Maria Sofia Santos