Homeland – 04×12 – Long Time Coming
| 24 Dez, 2014

Publicidade

04x12 - Long Time Coming

04×12 – Long Time Coming

Contém SPOILERS!

Depois de termos visto Dar Adal na companhia de Haqqani no último episódio, todos queríamos ficar a saber por que razão ele se encontrava lá. Cheguei a falar na possibilidade de ele ter mudado de lado abruptamente, mas a sua lealdade para com Saul afinal não desapareceu tão repentinamente.

Regressados de Islamabad, depois de um ano de missão desastroso, todos parecem estar cansados desta vida. Mas o que Saul passou por lá pereceu dar-lhe ainda mais motivação para voltar à vida de espião.

Ele reuniu com um alto responsável do governo para avaliar os danos que a sua passagem por Islamabad provocaram. Ele deixa claro que quer voltar à CIA, nem que seja como chefe de uma das estações que a central possui espalhadas pelo mundo fora.

Esta vontade de voltar ao ativo é bem visível, mas ele tinha algo mais em mente com esta reunião. Como não deixaria de ser ele está a par do que Carrie viu quando tentou matar Haqqani e ele está à procura da verdade.

Mas a verdade é que Adal estava lá para conseguir um acordo com Haqqani e isso foi-lhe revelado pelo próprio O acordado foi retirar Haqqani da lista dos mais procurados pela CIA em troca de um dos vídeos que ele fizera com Saul. Se este vídeo se tornasse público inviabilizava um regresso de Saul à CIA, algo que pode estar eminente com a demissão de Lockhart.

Mas a concordância de Saul com todo este plano não caiu bem em Carrie. Ela ainda chegou a dizer que Saul repugnaria tal acordo mas quando ela percebeu que as coisas não eram bem assim deu meia volta e veio embora.

Continuando a falar de Carrie, nota-se que a morte do seu pai a afetou e para piorar as coisas ela recebe uma visita não esperada. Passado 15 anos de um desaparecimento abrupto, ela revê a sua mãe e isso não lhe caiu nada bem, expulsando-a de casa. Mais tarde ela arrepende-se desta decisão e vai à sua procura, ficando assim a saber que o desaparecimento da mãe nada teve a ver com o seu pai.

Quinn também está de volta a solo americano, para alívio de Carrie. Ele deixa bem claro que quer sair da CIA de uma vez por todas e que pretende seguir a sua vida ao lado de Carrie. Ao primeiro ela parece querer a mesma coisa, mas quando ela rejeita que Quinn vá ter com ela a Missouri ele interpreta aquilo como um não a um futuro conjunto e aceita uma missão que havia rejeitado anteriormente.

E assim chegamos ao fim de mais uma temporada de “Homeland” e deve dizer que me dececionou bastante. Infelizmente a qualidade da série tem vindo a decrescer de ano para ano, mas esta quarta temporada foi, para mim, a pior de todas.

Eu sei que a morte de Brody veio rasgar com a ideia inicial da série. Mas este rompimento com o passado também dá aos produtores uma maior liberdade na abordagem do tema do terrorismo. Tivemos um ano menos bem consigo por parte da equipa de Carrie, o que é perfeitamente normal, já que todos nós sabemos que o nosso trabalho não nos corre bem todos os dias. Ainda assim acho que faltou qualquer coisa para nos dar aquela sensação de que estávamos a ver “Homeland”.

Espero que tenham gostado da minha companhia ao longo destes meses e uma vez que a série foi renovado para uma 5ª temporada para o próximo ano cá estarei, na esperança de que melhores dias virão para Carrie e companhia.

Nota: 7/10

Nota da temporada: 7/10

Carlos Oliveira

Publicidade

Populares

calendário estreias posters maio 2024

the boys 4 homelander poster prime video

Recomendamos