A Amazon tem novidades nas suas séries.

Para começar, Panic vai contar no elenco regular com Enrique Murciano (Without a Trace), Camron Jones (Elephant Department) e Jessica Sula (Recovery Road). Os atores foram escolhidos após ter havido alterações de elenco no piloto que obrigou a um novo casting.

Também Bonnie Bedelia (Parenthood), Moira Kelly (One Tree Hill), Nancy McKeon (The Division) e Rachel Bay Jones (God Friended Me) vão integrar o elenco da série, mas em papéis recorrentes.

Produzida por Joe Roth e Jeff Kirschenbaum, Panic centra-se na vida de uma pequena vila nos Estados Unidos em que todos os estudantes finalistas participam numa competição que lhes permitirá escapar daquele lugar. Os problemas começam quando as regras mudam e eles têm de decidir o quanto estão dispostos a arriscar para fugir.

Murciano vai dar vida ao Xerife Kean, alguém que leva muito a sério o seu dever. O personagem é assombrado pela perda e está muito focado naquilo que consegue controlar: pôr um travão no jogo.

Jones será Bishop, um bom rapaz, como todos o descrevem. Engraçado e doce, é um atleta e estudante de topo que corresponde às expectativas tanto da comunidade como do seu pai, o Chefe de Justiça do tribunal do condado. No entanto, uma vida de pressão começa a mostrar as suas consequências.

Sula interpreta Natalie, cujas aspirações incluem mudar-se para a Califórnia e tornar-se atriz, como forma de realizar o sonho da sua falecida mãe.

Bedelia é Anne, o anjo da guarda de Heather. Esta dá emprego a Heather na sua quinta no início da temporada e revela ser a pessoa de quem a jovem precisava para lhe provar que merece ser amada. Viúva e cheia de peculiaridades, esta recebe Heather e Lily quando mais precisam.

Kelly interpreta Laura Kean, a esposa do Xerife Kean. Atolada em luto pela perda do seu filho, Laura está presa no passado e esconde segredos seus.

McKeon é Jessica Mason, a mãe solteira de Dodge. Bonita, decidida e uma lutadora, preocupa-se com os seus dois filhos mais do que tudo e tornou a vida da sua família numa luta por justiça para a sua filha, vítima de um caso de atropelamento e fuga que a deixou numa cadeira de rodas. Jessica tem um caso com o Xerife Kean.

Por último, Jones dá vida a Sherri Nill. Mãe solteira aos 17 anos, tem tido uma vida difícil e procura refúgio junto de coisas erradas: álcool, drogas e homens maus. O seu temperamento, rigidez e volatilidade escondem a sua vulnerabilidade e a ideia de que não vale nada.

The Lord Of The Rings tem também novidades no elenco. Joseph Mawle (Game of Thrones) vai protagonizar a série, ao lado de Will Poulter e Markella Kavenagh.

The Lord of the Rings é um original da Amazon Prime e vai preceder a história de The Fellowship of the Ring num contrato que inclui várias temporadas. A série tem a mão de JD Payne e Patrick McKay, os argumentistas de um futuro projeto do universo Star Trek, e do realizador J.A. Bayona.

A Amazon não está a avançar com detalhes sobre os personagens que os atores já escolhidos irão interpretar, mas rumores indicam que Mawle será Oren, o vilão da série.

No entanto, as novidades não se ficam por adições de elenco e a plataforma decidiu também dar luz verde a uma comédia alemã, criada por Anna-Katharina Maier (Die Klempnerin) e produzida pela The Amazing Film Company de Thomas Peter Friedl.

Intitulada The Bedfellow (Der Beischläfer, no original), conta no elenco com o comediante Markus Stoll, popular no país por interpretar um rapaz com piada chamado “Harry G” que faz sátiras da vida na sua nativa Baviera.

The Bedfellow centra-se num relaxado mecânico, Charlie Manzinger, interpretado por Stoll, que é selecionado para servir como jurado num julgamento que terá lugar no Tribunal Distrital de Munique. Este apercebe-se que esta posição oferece algumas vantagens, nomeadamente a interação com a juíza, interpretada por Lisa Bitter.

As gravações dos seis episódios da série já começaram em Munique.