A plataforma de streaming Netflix anunciou nomes de peso no elenco de Madam CJ Walker, a minissérie sobre a empreendedora e filantropa afro-americana com o mesmo nome. À já anunciada Octavia Spencer, que interpreta Sarah Breedlove, conhecida por Madam CJ Walker, juntam-se: Tiffany Haddish (The Last O.G.) que será a inteligente Lelia, filha de Sarah; Carmen Ejogo (True Detective) é Addie uma antiga amiga de Sarah; Blair Underwood (Quantico) é Chares James, CJ, o marido da filantropa; Garrett Morris (2 Broke Girls) interpreta Cleophus, o pai de CJ; e, por fim, Kevin Carroll (The Leftovers) será Ranson, um jovem advogado que irá ajudar a empreendedora a obter as patentes de que precisa.

Madam CJ Walker conta a história da empreendedora e pioneira C.J. Walker, que se dedicou aos cuidados dos cabelos das pessoas de cor. Vamos poder ver como é que ela conseguiu dar a volta numa América hostil, como lidou com rivalidades, com a família, os seus tumultuosos casamentos e com o facto de se ter tornado uma das primeiras pessoas negras milionária.

Entretanto, Alicia Silverstone (American Woman) e Mark Feuerstein (Royal Pains) foram confirmados como protagonistas em The Baby-Sitters Club, a mais recente aposta da Netflix, baseada e adaptada da saga literária escrita por Ann M. Martins.

Com dez episódios, The Baby-Sitters Club segue a relação e aventuras de cinco melhores amigas, Kristy Thomas, Mary Anne Spier, Claudia Kishi, Stacey McGill e Dawn Schafer, em Stoneybrook, no Connecticut.

Silverstone vai interpretar Elizabeth Thomas-Brewer, a mãe de Kristy, e o interesse amoroso de Watson Brewer, interpretado por Feuerstein.

A produção da série já começou, mas ainda não há data de estreia marcada.