Classificação

8
Interpretação
7.5
Argumento
8
Realização
7
Banda Sonora

[Pode conter spoilers!]

Too Old to Die Young é o novo drama da Amazon que veio para tentar trazer coisas novas à televisão. A história fala da vida do vice-xerife do condado de Los Angeles, Martin Jones, interpretado por Miles Teller, que vê tudo o que conhece a desmoronar-se quando entra num cartel de droga clandestino cheio de assassinos e criminosos. Ele acaba por se envolver demais no meio e tudo o que ele é e sempre foi fica em causa.

O tema da série fica claro logo no início. É uma trama que vai andar à volta de assuntos como a droga e os crimes violentos. Neste ponto de partida, não temos nada de novo e algumas coisas até nos remetem para séries já existentes no nosso subconsciente como Narcos. O que mais gostei e achei interessante neste episódio foi mesmo a qualidade e diferença na parte técnica. A dadas alturas vi coisas que me faziam lembrar de Andrei Tarkovsky, o que é um ponto muito grande a favor. O modo elegante como a violência é retratada acaba por nos prender também. É cru, mas soa a verdadeiro e acho que isso acaba por se notar rapidamente. Gostei também da interpretação dos atores, que deram uma representação mais cinematográfica aos seus personagens, mas que neste contexto acho que funcionou muito bem.

Não gostei tanto da forma muitas vezes rápida e sem explicação que levaram a cenas de violência. Claro que todos sabíamos que este tipo de atos teria lugar neste episódio – e com toda a certeza terá em grande parte do resto da série -, mas mesmo assim, num enredo construído de forma tão meticulosa e elegante, acho que algumas das cenas foram forçadas.

Séries como esta não são de todo as minhas favoritas. Ainda assim gosto de ir vendo algumas coisas e estar dentro do assunto. Não posso nem vou dizer que foi um mau episódio. Acho que foi tudo muito by the book, ou seja, não tinha como dar errado. E não deu! O episódio é complexo, misterioso, mas interessante e com um ritmo bastante aceitável. É um episódio elegante como já referi anteriormente. Acredito que os fãs do género vão gostar e possivelmente seguir bem de perto esta nova série.

Carlos Real