Classificação

9.2
Interpretação
9
Argumento
9.2
Realização
9
Banda Sonora

O inverno chegou a The Walking Dead e com ele o fim de uma excelente temporada. Com exceção dos primeiros quatro episódios, os restantes 12 foram sempre de um nível elevado em quase todos os aspetos. A série precisava de um abanão forte para retornar à antiga glória e a saída de Andrew Lincoln proporcionou essa tão necessária mudança. Os receios de que o atual argumento não fosse forte o suficiente para durar a temporada inteira desvaneceram-se e só já anseio pela 10.ª!

Era de esperar que The Storm  fosse um episódio mais fraco e menos impactante do que o anterior, mas, mesmo assim, tem o seu mérito e foi uma boa season finale. O ambiente gloomy e “escuro” deixa antever o que nos espera na próxima temporada. Os Whisperers poderão ser o inimigo mais implacável dos grupos até agora e não será nada fácil vencê-los.

Acho que não estou enganada, mas esta é a primeira vez que vemos as personagens de TWD a atravessar um inverno, pelo menos um inverno assim tão rigoroso.  Não me lembro de alguma vez termos visto walkers congelados (mais uma vez traz-me à memória os white walkers de GoT) e tenho a dizer que gostei muito. É bastante mais fácil matá-los (não falo por experiência própria!) e nestas condições meteorológicas os Whisperers não são uma ameaça. Isto leva-me ao fim do episódio, onde vimos Alpha e Beta num momento masoquista sem neve à volta e com as mesmas roupinhas sujas. Das duas uma: ou essa cena decorre imediatamente a seguir aos acontecimentos do episódio anterior (uma vez que de The Calm Before para The Storm se passaram mais ou menos dois meses, diria eu) ou eles migraram para uma zona menos fria.

Quanto ao restante episódio, não aconteceu nada de fantástico por si e creio que o que se destaca é mesmo o ambiente sentido durante os 47 minutos. Foi uma sensação de preparação para algo muito mau. O que aliviou esse pesar foram as cenas entre Judith e Negan (sim, a vozinha continua cá a dizer “não te esqueças que ele matou o Glenn”; mas ele também é tão querido com a miúda!) e a luta de bolas de neve. Como já li em muitos comentários, o trunfo para vencerem os Whisperers provavelmente está em Negan. It takes a monster to beat a monster. Espero que assim seja e que o voltemos a ver em ação, desta vez a lutar pelo lado certo.

Tenho uma coisinha a dizer a Ezekiel: chegaste aqui há cinco minutos; o Daryl está cá desde o início, por isso nem penses em afastá-lo da Carol!

E a voz no final? Eu digo que é de Maggie. E vocês o que acham? É Maggie ou outro grupo novo?

The Walking Dead  ergueu-se das cinzas para nos oferecer a melhor temporada desde há muito. A vontade para que a próxima chegue depressa é real, mas também sou a favor de que não prolonguem demasiado esta história. Sei que ainda há comics nas quais se basearem para dar e vender, mas uma série não funciona da mesma forma que uma banda desenhada e já tivemos a prova de como as coisas podem cair no lado errado rapidamente.

Beatriz Caetano