Classificação

9.2
Interpretação
9.5
Argurmento
9.3
Realização
9
Banda Sonora

The Walking Dead entra nos final four da 9.ª temporada da melhor forma possível. Os Whisperers não podiam ter vindo em melhor altura. O episódio pautou-se novamente por uma tensão, nervoso miudinho e antecipação extremos e deixa antever o quão fantástico serão os próximos quatro capítulos.

Guardians trouxe de volta Alexandria e os enredos que por lá decorrem. Honestamente, tenho estado tão focada nos weirdos dos Whisperers que até já me tinha esquecido de Negan, Judith, Gabriel e Rosita. O vilão da temporada passada está de volta ao seu T0, mas parece-me que não será por muito tempo. Espero apenas que tenha mudado realmente e que não tenha ideias de reconquistar aquilo que nunca foi seu. Por outro lado, a pequena grande Judith deu uma liçãozinha a Michonne sobre como as pessoas podem mudar. You go, girl!

Acho, muito sinceramente, o quadrado amoroso Rosita/Gabriel/Siddiq/Eugene uma seca! Sei que têm de ter algumas coisas para encher aqueles momentos com menos ação, mas esta história é simplesmente desinteressante. Rosita sempre foi uma personagem de segundo plano e não creio que isso vá mudar.

On the other hand, Daryl e Connie dão um casal cute! Está mais do que na hora de Daryl conhecer um pouco de amor romântico na sua vida. As coisas com Beth poderiam ter resultado, mas pronto, ela morreu. Também com Carol tinha tudo para dar certo, mas quiseram sempre que a sua relação fosse platónica e não real. Portanto, Connie é uma boa opção. A dinâmica entre os dois enquanto procuravam Henry foi muito boa e o toque canino de Dog só favoreceu esta ideia.

Quanto aos Whisperers só posso dizer coisas boas. A caracterização está espetacular: verdadeiramente assustadora e repugnante. Cada vez que olho para as roupas deles pergunto-me há quanto tempo não tomam banho. É de referir também que gosto bastante do facto de as cenas mórbidas estarem de volta à série. A cena em que Beta tira a pele à cabeça do walker foi simultaneamente awesome e nojenta. Também a parte em que Alpha decapita a rapariga que a desafiou se enquadra neste parâmetros. Muito, muito bom.

No próximo episódio teremos o início do confronto entre as comunidades e os Whisperers e com certeza será épico! Fico mesmo contente por a série ter voltado a despertar estes sentimentos em mim.

Beatriz Caetano