Classificação

8.7
Interpretação
8.8
Argumento
9.1
Realização
8.6
Banda Sonora

[Contém spoilers]

I am the future, Flash

Nós pedimos o regresso de Savitar e os produtores cumpriram, entregando um episódio de uma qualidade de que já tínhamos saudades. Esta semana, a série foi caracterizada por um tom mais negro e pelo peso das decisões das personagens que se deixaram controlar pelos seus medos. O véu sob Savitar também começa a ser levantado, embora ainda tenha que ser trabalhado ao ponto de o vilão ser tão atrativo como os das temporadas passadas.

Três speedsters numa corrida por Central City e com Wally a conseguir atingir – e até superar – a velocidade necessária para salvar Iris… não poderia haver um início de episódio mais positivo e glorioso. E, pondo a cereja no topo do bolo, é anunciado o noivado de Iris e Barry. Tempos felizes para a Team Flash. Ou não.

Uma nuvem negra rapidamente escurece a vida das nossas personagens quando as visões de Savitar que Wally começou a ter na semana passada se tornam mais do que meras ilusões e se transformam numa assombração do temível Deus da velocidade ao mais recente herói que fez de Central City a sua casa (será que o cartaz da cidade será atualizado para constar também o nome de Jesse Quick?).

Savitar, de alguma maneira, conseguiu entrar na mente de Wally. Mas como, se a Pedra Filosofal foi enviada para a Speed Force? Assim, um rebuliço de revelações começam num arrastão que ameaça fraturar a equipa:

  • Barry a explodir com Wally por este não ter contado que andava a ver Savitar e Wally, após a “vibração” com Cisco, a revelar a todos que Barry só pediu Iris em casamento por achar que isso poderia ser mais uma peça a ajudar a mudar o futuro. Apesar de existir amor entre Iris e Barry, é inevitável considerar que tudo de bom que lhes tem acontecido se deveu apenas a decisões apressadas de Barry – primeiro o decidir morarem juntos e depois o pedido de casamento. Barry deixou o medo manchar a relação de uma forma que poderá vir a ser muito difícil de apagar. Estará Barry a mudar quem é devido ao medo de perder a pessoa que ama?
  • Julian revela os seus sentimentos de afeto a Caitlin, que parece corresponder, mas rapidamente se sente traído com a grande revelação de que esta escondeu um pedaço da Pedra Filosofal. Julian vive aterrorizado com a possibilidade de Savitar o voltar a controlar e de imaginar que o traidor da profecia de Savitar poderá ser ele “One shall betray you”. No entanto, enquanto todos os outros parecem estar a sucumbir aos seus medos, Julian é desta vez a exceção à regra, enfrentando o seu temor e ajudando a equipa mesmo a grande custo pessoal. Surpreendentemente, a verdadeira traidora revela-se ser Caitlin que, devido ao medo de se transformar em Killer Frost, escondeu um pedaço da Pedra para a estudar e tentar livrar-se dos seus poderes meta-humanos. Como irá o resto do equipa voltar a confiar nela depois das sua ações terem levado, em parte, ao regresso de Savitar? Ou o facto de a retenção do pedaço da Pedra ter evitado o retorno precoce de Savitar irá atenuar as suas ações?
  • E Wally, que após ter evoluído de forma espetacular, superando todas as expectativas, parece que seguiu o rumo exato que Savitar achava que ia acontecer. Wally tem os seus próprios medos de realmente ser apenas uma peça no jogo de Savitar, uma vez que foi ele quem lhe deu os seus poderes. E então, na tentativa de o parar de vez, deu a Savitar exatamente aquilo que lhe faltava – o resto da Pedra Filosofal, permitindo a este libertar-se da sua prisão e substituindo Wally num inferno na Speed Force. “One will suffer a fate far worse than death”.

“My fear’s the reason for all of this”

As sessões “espíritas” com Savitar são onde conseguimos aprender mais sobre o vilão e depreender que é alguém com laços profundos com cada um dos elementos da Team Flash. Os seus seguidores possuírem a caixa que continha a Pedra Filosofal, após esta ter sido atirada para a Speed Force, e até já estarem a par do noivado de Barry (aquele acólito levou um belo “selo” por falar no que não devia) também nos deixa perplexos com os conhecimentos de Savitar e com o quanto ele está à frente dos seus inimigos. Mas a verdadeira pergunta que se impõe é quem é esta personagem? E quem queremos que seja para que o impacto seja tão surpreendente como os produtores nos têm habituado em temporadas anteriores? A meu ver, existem três opções que claramente se destacam:

  • Wally: terá sido o aprisionamento de Wally na Speed Force aquilo que deu origem a Savitar? Estaremos perante um ciclo vicioso? Wally terá dado os poderes a si próprio e aprimorado as suas habilidades para depois ser censurado pela equipa? Um pequeno rancor associado à pressão da prisão em que se encontra poderão ter levado Wally à loucura e tê-lo transformado num verdadeiro vilão. O mal desta teoria seria o facto de significar que provavelmente perderemos Kid Flash, por quem começámos a nutrir um especial afeto nos últimos tempos. Sem falar que isto significaria um desperdício na construção do enredo em volta dele e Jesse.
  • HR: um dos grandes momentos do episódio foi o confronto entre Flash e Savitar. Não só Barry mostrou que tem garra e conseguiu dar luta não tendo sido derrotado, mas chegando mais a uma espécie de impasse, como o discurso de Savitar, que nos deu muito material para especular. “I love a good myth” é uma das frases referidas pelo vilão. Associando isto ao seu opulento disfarce, a toda a criação de uma religião e à egocentricidade de se achar um Deus, poderemos estar perante alguém com uma mentalidade muito fértil e dada ao conto de histórias de ficção. Como bem sabemos, HR tem poucas das características dos outros Harrison Wells, mas é um sucesso como escritor, tendo grande imaginação. Outra pequena pista é o facto de tanto HR como Savitar se referirem a Wally como “Wallace”. O mal desta teoria seria que já tivemos um Harrison Wells que se mostrou ser um vilão e ser uma personagem que apenas entrou nesta temporada também tira alguma da surpresa e impacto.
  • Barry: “I am the future, Flash”. E se a afirmação não tiver uma vírgula e se Savitar realmente estiver a dizer que é o que o futuro espera a Barry? A grande instabilidade psicológica provocada por saber o futuro suportam a quebra de Barry que – ao afastar todos aqueles de quem gosta, e até mesmo a mulher que ama na sua jornada para prevenir o futuro – ao acabar por no fim ser incapaz de agir e ver Iris a morrer, levá-lo-iam à perda da sua sanidade. Outra possibilidade seria um Barry de outra linha temporal devido ao Flashpoint. Não nos podemos esquecer do aviso que o Flash do futuro fez a Rip Hunter sobre não confiarem no Barry do presente.

Qual é a vossa opinião?

No próximo episódio, “Into the Speed Force”, Barry irá procurar respostas à Speed Force e teremos o regresso do ator Rick Cosnett (talvez como uma representação da própria Speed Force?). HR também continuará a assumir um papel mais de pai agora que Jesse perdeu Wally. E daqui a duas semanas teremos o esperado crossover musical com Supergirl. Têm seguido a série da rapariga de aço? Pessoalmente, acho que a mudança para a CW lhe fez bastante bem. Os episódios, regra geral, estão muito mais consistentes, conseguindo em muitas semanas ser a série do Arrowverse a brilhar mais intensamente. Até lá, boas corridas!

Emanuel Candeias