Classificação

7
Interpretação
5.7
Argumento
6.5
Realização
4
Banda Sonora

Contém Spoilers!

Tudo começou a 10 de abril de 2015 com a estreia da série Daredevil na Netflix; 7 meses e 10 dias depois tivemos a estreia de Jessica Jones, seguiu-se a série Luke Cage no dia 30 de novembro de 2016 e, por fim, já este ano, estreou, a 17 de março, Iron Fist. Estavam assim apresentados individualmente os membros dos The Defenders.

Esta série tão aguardada promete juntar estes quatro heróis na luta contra o crime em Nova Iorque e, em especial, contra um inimigo em comum, The Hand!

The Defenders começa focada em Danny Rand, que está a lutar contra elementos da Hand. Após a luta, um dos elementos da Hand cai ferido no chão e Danny confronta-o com o objetivo de obter informações sobre a organização e consegue uma resposta que não estaria nada à espera: este elemento da Hand diz-lhe que o Iron Fist está a seguir o percurso errado, que o verdadeiro perigo está em Nova Iorque.

De seguida temos Matt Murdock (Daredevil). Este está em tribunal com um cliente, um jovem que ficou paraplégico e pode nunca mais conseguir voltar a andar devido à ganância de uma empresa que, com o objetivo de reduzir as despesas, começou a usar materiais potencialmente perigosos para a saúde das pessoas.

Por outro lado, e uma vez que estamos a falar em tribunais, temos Luke Cage. Luke está a sair da prisão, após ter-se entregue à polícia para acabar de cumprir a pena de prisão que lhe tinha sido imposta anos antes de se vir a tornar o herói que é hoje.

Já Jessica Jones está com um caso de investigação em mãos; após recusar, ao início, esta recebe uma chamada para não aceitar o caso e, intrigada com a chamada, decide fazer exatamente o oposto e investigar. Jessica anda à procura de um empresário, um homem de família, pai e, segundo a sua esposa, alguém que só vive para o trabalho e a família, mas Jessica descobre algo mais. Na busca por informações descobre uma morada onde possivelmente este empresário está; no entanto, Jessica acaba por descobrir sim um apartamento cheio de explosivos.

Depois de tanta publicidade, a ansiedade pela estreia a aumentar de dia para dia, a fasquia lá no alto e no final… bem, no final, depois do episódio visto, a desilusão é maior que a vontade de continuar a ver a série. Numa escala (em termos de episódios pilotos) de Daredevil (Excelente) a Iron Fist (Fraco), The Defenders está na minha opinião bem abaixo de Iron Fist. Sinceramente esperava muito mais do piloto da série; esperava uma primeira interação entre os quatro heróis, algo que só irá acontecer lá mais para a frente.

A review é sobre o episódio piloto da série; no entanto, tenho de exprimir aqui o meu descontentamento até à parte que já vi da série. Vou a meio do episódio 5 e a verdade é que até ao momento esta série ainda não me cativou. A 1.ª temporada de Daredevil foi excelente, o piloto foi excelente! Jessica Jones fica logo a seguir a Daredevil, depois Luke Cage a desiludir um pouco e Iron Fist a não conseguir convencer muitos dos fãs. Honestamente, as séries têm vindo a perder qualidade; sempre que estreia uma nova série do universo da Marvel na Netflix, a qualidade vem decaindo, o que me deixa algo nervoso quanto a The Punisher, que será a próxima série a estrear. Os trailers têm sido excelentes, mas as estreias de Iron Fist e The Defenders têm deixado muito a desejar…

Se esta fosse uma série com episódios semanais, o mais certo seria eu ficar-me pelo piloto e daqui a umas semanas – ou meses – talvez tentasse dar uma nova oportunidade na esperança de que afinal a série até tivesse qualidade e só o piloto é que estava fraquinho, mas como se trata de uma série da Netflix não gostei do piloto, vi logo de seguida o 2.º episódio e, mesmo assim, não me convenceu.

Pequena nota: Os vídeos promocionais tinham todos algo em comum, a música Come As You Are dos Nirvana. Como grande fã dos Nirvana, esperava que a música fizesse parte da série, que entrasse num dos episódios e, até ao momento, tal não acontece! Mais um ponto negativo para a série.

João Montez