E finalmente deu-se início ao evento mais esperado do ano! A Comic Con International: San Diego decorre entre os dias 20 e 24 de Julho com dezenas de painéis sobre séries televisivas, entre todas as outras atividades e acontecimentos daquele que é um dos maiores eventos de cultura pop do mundo. Além das novidades que já começámos a anunciar no facebook do Séries da TV, todos os dias faremos um resumo dos painéis mais importantes das séries presentes no evento e das novidades que deles saíram.

Tenham atenção que a diferença horária entre Portugal e a Califórnia é grande (8 horas), mas vamos tentar manter-vos a par de todas as novidades relativas às séries, mal seja possível.

Eis então o resumo de cada painel das séries que estiveram presentes durante o dia 21:

.

scorpion sdcc 2016

Scorpion (CBS)

No painel de Scorpion estiveram presentes os atores Katharine McPhee (Paige Dinnen), Jadyn Wong (Happy Quinn), Ari Stidham (Sylvester Dodd), Eddie Kaye Thomas (Toby Curtis) e o produtor-executivo Nicholas Wootton. Neste painel, os atores comentaram que a terceira temporada iria recomeçar exatamente onde a segunda acabou. Esclareceu-se que não deverá existir tão cedo uma organização anti-Scorpion porque para tal acontecer iria ser demasiado trabalhoso e dispendioso para sair algo de qualidade, mas mesmo assim existe a possibilidade de criar um alter ego de Scorpion. Também falaram dos vários relacionamentos entre as personagens. Os mais interessados podem ver, na íntegra, o painel AQUI.

.

american gothic sdcc 2016

American Gothic (CBS)

No painel da nova série American Gothic contámos com os atores Antony Star (Garret), Justin Chatwin (Cam), Megan Ketch (Tessa), Gabriel Bateman (Jack) e os produtores-executivos Corinne Brinkerhoff e Michael Yo. O painel começou com a produtora a afirmar que desde a primeira filmagem já sabiam qual seria a solução do grande mistério da série e todas as pistas lá colocadas são de modo a que o espectador consiga chegar a uma conclusão sozinho. De seguida, cada um dos atores descreveu um pouco a sua personagem e falaram de como a série está preparada para causar ansiedade no público, alertando-os para que fiquem preparados para as várias reviravoltas que irão acontecer.

.

macguyver_panel_comiccon_h_2016

MacGyver (CBS)

Desde que foi confirmado o piloto de MacGyver, o público tem estado curioso e com grandes expectativas mesmo esta tendo uma abordagem diferente da original. Neste painel contámos com os atores Lucas Till (MacGyver), George Eads (Jack Dalton) e com os produtores-executivos James Wan e Peter M. Lenkov. O produtor começou por destacar o seu “herói” desta série, dizendo que MacGyver é totalmente diferente dos super-heróis que estamos acostumados a ver, já que ele não tem super-poderes e usa o seu cérebro para resolver os problemas. Lucas Till comentou o peso de interpretar um personagem tão conhecido e que espera corresponder às expectativas do público. Soube-se também um desejo dos produtores e dos atores: trazer o ator Richard Dean Anderson (o ator que interpretou MacGyver no original dos anos ’80) à série de alguma maneira. Um outro pormenor interessante que os produtores acrescentaram é que a série vai ter imensos easter eggs (pistas escondidas) da série original.

.

The Strain
The Strain
(FX)

Com estreia da 3.ª temporada marcada para dia 28 de agosto, The Strain esteve representado pelos produtores Carlton Cuse e Chuck Hogan, que se juntaram a Kevin Durand, Ruta Gedmintas e Richard Sammel. Durante o painel, os produtores falaram do ritmo apressado da história, justificando a necessidade de o fazer dado que o ponto de preocupação já passou, sendo agora preciso resolver o problema. Além da parte sombria que estará mais uma vez presente na nova temporada, irá também existir romance.  Ruta Gedmintas, Dutch na série, disse que ela e Eph vão ficar muito próximos e também Kevin Durand, o Fet, vai aproveitar algumas ocasiões nesta temporada.

:


The Good Place

The Good Place (NBC)

A nova sitcom da NBC também esteve presente na convenção (contando com os protagonistas Kristen Bell e Ted Danson), onde foi exibido o episódio piloto. Para quem ainda não ouviu falar, a série vai acompanhar Eleanor (Bell), uma mulher de Nova Jérsia que se apercebe que não tem sido muito boa pessoa. Depois de decidir virar essa página na sua vida, começa a aprender a diferença entre “bom” ou “mau”, tentando compensar o seu comportamento passado. Danson (CSI: Crime Scene Investigation, Fargo) interpretará Michael que, através de um conjunto de circunstâncias improváveis, vai ser o guia de Eleanor através da sua jornada de autoaperfeiçoamento.

Durante o painel, os atores foram questionados acerca dos personagens que já interpretaram e qual acham que iria para o paraíso?  Kristen Bell não hesitou e respondeu Veronica Mars. Ted aproveitou o espaço das perguntas do auditório para agradecer a Drew Goddard pelo seu talento e dedicação à série. Já Kristen definiu cada guião como sendo bastante interessante e disse adorar os seus diálogos.

.

The Last Ship

The Last Ship (TNT)

O painel de The Last Ship contou com os atores Eric Dane (Tom), Bridget Regan (Sasha), Adam Baldwin (Mike) e o produtor-executivo Steven Kane, que deu início à conversa, com uma abordagem resumida do percurso da série ao longo dos anos. Os atores, por sua vez, revelaram alguns dos seus aspetos preferidos de trabalhar nesta série: nomeadamente o reconhecimento por parte das Forças Navais Americanas e a dedicação de toda a equipa para tornar esta realidade mais conhecida do público e o mais fiel possível às circunstâncias reais. Foi ainda discutida a evolução de cada um dos personagens ao longo da história, assim como a universalidade e a importância da diversidade das personalidades representadas. Finalmente foi exibido um sneak peek da 3.ª temporada, que trará de volta um personagem já conhecido, Tex, assim como novas personagens!

.


Teen Wolf

Teen Wolf (MTV)

Era um dos painéis mais esperados do dia, com a presença de Tyler Posey (Scott), Holland Roden (Lydia), Dylan Sprayberry (Liam), Cody Christian (Theo) e Khilim Rhambo (Mason), além do produtor-executivo e criador da série, Jeff Davis.

O painel abriu com a notícia de que a 6.ª temporada seria a última da série e com a exibição do primeiro trailer da mesma. Após tal acontecimento, o ator  Tyler Posey  disse algumas palavras. “Nós achamos que 100 episódios é um bom número para terminar, estava na hora”. Foi ainda prometido um final épico. ” Está a ser muito difícil para nós todos dizer adeus. Foi, sem dúvida, a melhor experiência profissional da minha vida e vão ficar surpreendidos com o final”.

Existiram surpresas durante o painel com a presença de Ian Bohen (Peter Hale) e JR Bourne (Chris Argent), ambos vestidos de Cavaleiros Fantasmas, os novos antagonistas da série. Pela negativa, foi notada a ausência de Dylan O’Brien devido ao acidente que sofreu recentemente. Por fim, foi revelado que a sexta e última temporada, com 20 episódios, chega em novembro e terá mais mitologia irlandesa explorada e contará com o regresso de Cody Christian, ainda sem detalhes revelados. O painel completo pode ser visto aqui.

 

The Man in the High Castle

The Man in the High Castle (Amazon)

Uma das séries de maior sucesso do ano passado também esteve presente no evento, representada por Alexa Davalos (Juliana Crain), Rupert Evans (Frank Frink), Rufus Sewell (John Smith), DJ Qualls (Ed McCarthy), Luke Kleintank (Joe Blake) e a produtora Dick Hackett. O painel começou com uma informação que muitos gostavam de saber: nesta 2.ª temporada será encontrado o The Man in the High Castle. Durante o painel, seguiram-se dois trailers da 2.ª temporada, sendo que o primeiro mostra Juliana em perigo e o segundo com a intenção de criar dúvidas a todos os presentes, mostrando que a 2.ª temporada irá dar que falar ainda mais que a primeira. Foram ainda abordadas questões sobre a 1.ª temporada e o que se segue para a segunda.

.

dark matter sdcc 2016

Dark Matter (Syfy)

A série canadiana de ficção científica do Syfy marcou novamente presença na SDCC. Da série, cuja segunda temporada está atualmente em exibição, estiveram presentes no painel Melissa O’Neil (Two), Anthony Lemke (Three), Alex Mallari Jr. (Four), Jodelle Ferland (Five) e Melanie Liburd (Nix Harper).

Os atores admitiram que um dos maiores desafios que encontram nas suas personagens é elas não se lembrarem dos próprios passados, o que poderia ter implicações na sua personalidade agora. Quanto ao que aí vem, Anthony Lemke diz que, tal como na 1.ª temporada, o ritmo da série vai desvendando aos poucos algo sobre o passado de cada um dos protagonistas, episódio a episódio. Foram várias as partilhas que o elenco fez com a plateia, entre as quais o sentimento de que, tal como a audiência, eles não conhecem completamente a história dos seus próprios personagens, mas que a série é sobre a capacidade que as pessoas têm de mudar e que isso é importante. Para além disso, revelaram que está para breve o aparecimento de um alien em Dark Matter e que a verdadeira história de Nyx será revelada ainda esta temporada, no 6.º episódio. O painel completo encontra-se aqui.

.

van helsing sdcc

Van Helsing (Syfy)

Mais uma das séries do Syfy presente na SDCC. Esteve representada pelos atores Kelly Overton (Vanessa Helsing), Jonathan Scarfe (Axel Miller), Christopher Heyerdahl (Sam), o criador Neil LaBute e os produtores-executivos Simon Barry, Chad Oakes e Mike Frislev. É mais uma adaptação reimaginada de uma história antiga e popular. Distanciando-se dos filmes, a série é protagonizada por uma heroína, Van(essa) Helsing, que promete ser tão badass e forte como qualquer homem. A série promete também não ser mais uma série de vampiros e muito menos ter vampiros bonitos e agradáveis. “Os nossos vampiros serão assustadores. Algo bastante próximo de uma atmosfera zombie, mas ainda mais assustador”, refere um dos produtores, afirmando que neste remake de Van Helsing se querem afastar da imagem “certinha” que a televisão tem construído dos vampiros nos últimos anos. Todo o universo vampírico será reimaginado em Van Helsing, incluindo um poder especial de Vanessa. “Uma mordidela de Vanessa pode transformar um vampiro de novo em humano e esse tipo de poder não é bem aceite por algumas pessoas”, afirma a protagonista. Depois de voltar a humano, o ex-vampiro vai lembrar-se, desta vez com o peso da sua humanidade e consciência, de tudo o que fez enquanto vampiro, e isso vai ser pesado e intenso, sendo um dos tópicos de maior exploração psicológica da série. Distopia e sensação claustrofóbica são algumas expressões utilizadas pelos produtores para descrever o sentimento vivido neste universo de Van Helsing. Ficámos ainda a saber, neste painel, que o episódio piloto será exibido pelo Syfy a 31 de julho, depois da estreia de Sharknado 4.

.

luke cage sdcc 2016

Luke Cage (Netflix)

Luke Cage é, provavelmente, a nova série mais esperada da Netflix. Depois de Daredevil e Jessica Jones, recheados de sucesso e qualidade, junta-se à mesa de super-heróis da parceria Netflix/Marvel o poderoso Luke Cage. No painel onde estiveram presentes foi exibido um VÍDEO de todos os personagens Marvel que já fomos conhecendo e claro que começa com a pergunta “What is it to be a hero?”, que dá o pontapé de partida para Luke Cage. Com o protagonista Mike Colter (Luke Cage) e o restante elenco principal composto por Alfre Woodward, Mahershala Ali, Theo Rossi, Frank Whaley, Simone Missick e ainda com os produtores-executivos Cheo Hodari Coker e Jeph Loeb, o painel de Luke Cage foi marcado ainda pela “aparição” de Punisher (O Justiceiro). Jon Bernthal, que interpretou Frank Castle na 2.ª temporada de Daredevil, entrou em palco para delírio dos fãs, ordenando que o vídeo fosse passado novamente. Relembramos que Punisher irá também ter uma série só para ele na Netflix e esta aparição serviu ainda mais para nos deixar ansiosos pela sua chegada.

Após a interrupção por parte de Punisher, o painel continuou então focado em Luke Cage. Entre as informações partilhadas por atores e equipa de produção ficam os destaques de que a história da série emergirá de um mundo muito atual, mas com temas do passado. Partilharam ainda o referencial musical que a série terá sempre: “Cada episódio terá como título uma música de rap famosa, como se os 13 episódios fossem um álbum”, diz Coker.

Os atores não deixaram de partilhar o quão felizes e sortudos se sentiam por pertencer a este elenco e por ter a oportunidade de interpretar tais personagens, falando dos pontos fortes de cada uma. Simone Missick, por exemplo, não deixou de mostrar o orgulho na sua Misty Knight, “uma mulher icónica que é forte, resoluta e determinada.” Mike Colter também não perdeu a oportunidade de dar a sua dica, ao afirmar que “o mundo está pronto para um homem à prova de balas que seja negro”. Correlacionando com a sua participação em Jessica Jones, Colter afirma ainda que o Luke Cage que veremos agora será diferente do que conhecemos lá. Agora, Luke está mais motivado e indestrutível do que nunca, preparado para ajudar os outros e lutar contra o mal. Fica ainda a dica de que podemos esperar por grandes cenas de lutas à maneira de Daredevil e eis o primeiro Trailer de Luke Cage. Durante o painel foram ainda apresentados os teasers de mais duas séries Netflix/Marvel: Iron Fist e The Defenders. Podes ver o painel completo aqui.

.

mr robot sdcc 2016

Mr. Robot (USA Network)

Considerada por muitos a melhor estreia de 2015, o dia começou bem cedo e em grande. Representados por Rami Malek (Elliot), Christian Slater (Mr. Robot), Portia Doubleday, Carly Chaikin e Grace Gummer, os atores reuniram-se ao ar livre para participar numa enorme experiência de realidade virtual com os fãs, onde também foram respondidas algumas questões.

Ao anoitecer chegou o tão aguardado painel, onde o tom foi a palavra de ordem, uma vez que a série retrata a realidade do dia a dia. Christian Slater diz que a série se trata de hackers, Carly Chaikin menciona que acima de tudo é uma série honesta, mostrando a realidade. Já Rami Malek diz que Mr. Robot retrata a perda de controlo, não só do protagonista, mas da sociedade. Todos garantiram que esta 2.ª temporada será ainda mais épica que a primeira.

Foram reveladas algumas curiosidades, como o ritmo intenso das filmagens. Os atores mencionaram também quem gostariam de dar vida na série: Carly gostava de ser Ray; Grace seria Elliot, enquanto Christian gostaria de viver Tyrell. Já o protagonista, Rami, gostaria de encarnar Shayla apenas para saber qual a sensação de beijar ele próprio. Para o futuro, ficou prometido que Mr. Robot terá um livro e uma aplicação.

.

.colony sdcc 2016

Colony (USA Network)

Painel com os atores Josh Holloway (Will), Sarah Wayne Callies (Katie), Peter Jacobson (Proxy Alan), Tory Kittles (Broussard), Amanda Righetti (Madeline)  e com o produtor-executivo Carlton Cuse.

São feitos comentários sobre as ambições da série em usar a ocupação como uma oportunidade de mostrar uma história de luta, caos, fazendo ver como as pessoas são afetadas por acontecimentos deste género. Sem se conseguir largar do seu passado em Lost, Josh Holloway foi bombardeado por perguntas e afirmou gostar de mistério, do desconhecido e, portanto, adora séries como Colony. “Gosto da sensação de não saber o o território que estou a pisar e deitar a cabeça na almofada ainda cheio de questões.”

Tory falou no caso da sua traição, Sarah falou em como a solidão e a vulnerabilidade influenciam as ações de Katie. Amanda falou sobre o maior destaque que será dado a Maddie nesta 2.ª temporada. Segunda temporada esta que, após o fim do reinado de Proxy, vai dar espaço para explorar o desconhecido. “Vocês verão Santa Mónica e tudo o que pode acontecer para lá dos muros. Será bastante interessante”, afirma o produtor-executivo Cuse.

A questão da representatividade também foi tocada no painel. Sarah apontou para a importância de interpretar uma mulher com um papel tão determinante como Katie, alertando para a importância que exemplos como esse existam no mundo de hoje, o de “mulheres de força à frente da ação.”

:


Fontes: http://apaixonadosporseries.com.br
http://spoilertv.com
http://justjared.com