Mais uma rubrica Atores de Primeira à Segunda-Feira e desta vez apresentamos-te a carreira de Finn Jones!

Nascido a 24 de março de 1988, nasceu em Londres Terence Jones, que, ao ingressar na vida artística, alterou o seu nome para Finn Jones para não ser confundido com a lenda dos Monty Python. Desde cedo se interessou pela representação e, para tal, frequentou um curso de três anos na reconhecida Arts Educational Schools.

Estreou-se, em 2009, na série Hollyoaks Later, um spin-off de Hollyoaks, onde representou Jammie, um jovem que demonstrou interesse amoroso por Hannah (Emma Rigby). Contudo, a relação não se podia esperar que fosse longa, já que a participação de Jones se restringiu a cinco episódios. Já em 2010 regressou ao papel de Jammie, mas na série mãe, durante nove episódios, para ver se Hanna lhe dava uma segunda hipótese.

hollyoaks_2747_03

Ainda em 2010, conseguiu pequenos papéis em três séries, sendo que a participação em cada não ultrapassou dois episódios: em The Sarah Jane Adventures, o spin-off de Doctor Who, foi Santiago Jones; em The Bill, uma série policial, foi Mark Kennedy; e em Doctors representou dois personagens, Tristan Bentley e Tim Hebdon, em diferentes episódios.

Em 2011 sai-lhe a sorte grande e entra para uma série que dispensa apresentações, Game of Thrones. O seu Loras Tyrell entrou em 21 episódios entre 2011 e 2016, altura em que teve uma morte bastante explosiva. Ser Loras é o filho mais novo de Ser Mace, da Casa Tyrell, cujo cognome é Knight of Flowers. Além de um homem bonito e popular, é valente e corajoso. Tratando-se de uma série polémica, Loras é homossexual e amante do futuro cunhado, Ser Renly Baratheon, irmão mais novo do rei Robert.

Loras-Tyrell

Em 2012, Finn Jones é Teddy em Wrong Turn 5: Bloodlines. Trata-se de uma longa saga de filmes de terror, onde Jones tem um pequeno papel no 5.º filme. Seguem-se mais dois filmes em 2014. Na reinvenção da Bela Adormecida, Sleeping Beauty, consegue o papel de Barrow, o jovem de coração puro que vai despertar e salvar a princesa adormecida que foi vítima de um terrível feitiço; em The Last Showing dá a vida a Martin Watts, um jovem que é raptado, juntamente com a sua namorada, num teatro, onde são forçados a participar num filme de terror demasiado realista.

Em 2015 volta ao pequeno ecrã para um pequeno papel na série Life in Squares, inspirada na vida pessoal da escritora Virginia Woolf. Jones dará a vida a Julian Bell, um poeta britânico, sobrinho de Woolf.  Já em 2017, participa no filme Leatherface, mais um filme de terror para o seu currículo. Aqui ele representa o pequeno papel de agente da polícia Sorells.

Ainda em 2017 sai-lhe na lotaria o bilhete dourado de entrada para o universo Marvel. Com a entrada da Netflix na corrida às séries de super-heróis, Finn Jones é escolhido para o papel de Danny Rand, o lendário Iron Fist. Aos 15 anos, Danny é dado como morto após o avião em que viajava com a família se ter despenhado. Ele acabou por crescer em K’un-Lun, uma cidade sagrada onde se especializou em artes marciais e se tornou o portador do poderoso punho de ferro. Contudo, acaba por regressar a Nova Iorque para combater o mal e recuperar o que é seu por direito. Além de Iron Fist, Finn Jones levou o seu personagem à série The Defenders e a um episódio da série do seu parceiro, Luke Cage.

Hoje ficamos por aqui, mas para a semana voltamos com mais um ator ou atriz das tuas séries favoritas!