01x06 - Choices

01×06 – Choices

Contém SPOILERS!

Depois de uma semana de pausa, Wayward Pines está de volta e vem dar continuação ao que surpreendentemente nos foi revelado na semana passada.

A verdade que nos foi finalmente mostrada no último episódio veio explicar alguns dos maiores mistérios que envolviam esta cidade de sobrevivência pós-apocalíptica, mas ainda assim algumas coisas ficaram por explicar, até esta semana.

David Pilcher chegou à conclusão de que os Abis estariam por chegar ainda nos anos 90, derivado a uma pequena mutação incluída no ADN dos humanos. Claro que explicar isto para o mundo científico, e não só, não foi um mar de rosa. Aliás praticamente ninguém acreditou naquilo que ele foi explicando nas suas palestras.

Assim sendo, ele tinha de tomar medidas mais drásticas para poder mudar o futuro de uma pequena parte da humanidade. O recrutamento forçado levado a cabo por David não foi tomado de ânimo leve. Inicialmente ele pretendia agregar o maior número de voluntários possíveis para Wayward Pines. Alguns deles aderiram à causa, tal como podemos ver no principal centro de controlo da cidade, mas a grande maioria não se convenceu com tudo o que ele veio a afirmar ao longo dos anos.

David conheceu Megan quando esta era ainda uma simples estudante de hipnoterapia. Foi ela quem conseguiu convencer David de que o sistema de voluntariado não seria suficiente para poder salvaguardar alguma coisa da humanidade. Então quem melhor do que ela para dirigir a Academia de Wayward Pines e formar a Primeira Geração?

Por falar na Primeira Geração, apesar das crianças serem as mais propicias a aceitar toda a verdade e seguir em frente, vemos que Ben não está a reagir tão bem quanto seria desejável a tudo isto.

Depois do último episódio, algumas dúvidas ficaram ainda no ar e algumas delas prendiam-se com a igual aparência de David, mesmo passados dois mil anos, e por que real motivo os adultos não sabiam de toda a verdade.

Tais dúvidas foram hoje esclarecidas e no primeiro caso David auto incubou-se, juntamente com alguns voluntários, durante o período de tempo que ele previu ser o suficiente para que toda a mudança no mundo se concretizasse.

Já no segundo caso, deve-se a uma má experiência pelo qual ele já passou. O primeiro grupo de habitantes de Wayward soube desde o princípio de tudo o que se passava no exterior e como seira de esperar a sua reação não foi a mais conveniente. Aquelas primeiras imagens com que foi aberto o episódio mostraram-nos o resultado catastrófico que a verdade teve no primeiro grupo a ser acordado.

A descoberta de toda a verdade por parte de Ethan veio na altura ideal. Um novo perigo adivinha-se para Wayward Pines, sem que David saiba ao certo quem e quantos são os que se encontram por detrás do mesmo. No nosso caso temos já o conhecimento de que Kate e o seu marido planeiam detonar uma bomba dentro da cidade, sendo o local mais previsível o Lote 33.

David quer que Ethan desempenhe o papel de protetor da cidade, tal como acontecia com o Xerife Pope, de forma a manter a ordem e a sobrevivência de todas aquelas pessoas. Porém algumas das regras que estão estabelecidas não são do agrado de Ethan e poderá ainda aqui existir alguma crispação entre as duas partes. Ainda assim Ethan parece motivado a fazer o necessário para proteger aquelas pessoas, mas estou curioso em ver como irá ele reagir quando souber que Kate se encontra envolvida na nova fação.

Wayward Pines apresentou-nos esta semana um episódio um pouco mais calmo, mas que vem para estabelecer definitivamente a ponte entre as duas partes da temporada. Aquilo que Ethan veio a fazer na primeira parte da temporada motivou certamente mais habitantes a fazer o mesmo e como tal os curiosos em saber o que encontra do lado de lá daqueles muros adensar-se-á e caberá agora a Ethan mantê-los em ordem.

Nota: 8.5/10

Carlos Oliveira