Classificação

9
Interpretação
6
Argumento
8
Realização
8.5
Banda Sonora

[Contém spoilers]

WandaVisioncom este The Series Finale, provou que é possível gostar de uma série apenas pelos seus personagens. Digo gostar, claro, não amar e adorar. O ideal numa série é quando nos apaixonamos pela história e respetivos personagens.

Honestamente, esperava que a primeira grande aposta original do Disney+ fosse mais game changer e que viesse abanar a sério o Marvel Cinematic Universe quando estamos a começar a tão esperava quarta fase. Esperei que de WandaVision viesse o próximo grande vilão ou… algo, sabem?

Não estou a dizer que esta minissérie foi má. Com protagonistas como Elizabeth Olsen, Paul Bettany, vilões como Kathryn Hahn e com participações de Kat Dennings, Randall Park e Teyonah Parris era impossível que fosse de má qualidade! Já para não falar dos espetaculares efeitos especiais.

O problema da série foi mesmo em termos de argumento, de história. WandaVision prometia tanto e foi dito que The Series Finale iria responder a perguntas importantes e eu sinto-me meio enganada. Sim, houve momentos fenomenais. A luta entre Wanda e Agnes foi o melhor de todo o episódio. Os efeitos especiais, como sempre, estavam on point. Fiquei com a sensação de que os poderes de Agnes ficaram um pouco mal explicados maaaas… Lamento, ver Wanda com o seu fato de super heroína, finalmente assumindo o seu papel como Scarlet Witch. NOSSA! Elizabeth Olsen tem finalmente o seu fato quase sete anos após o primeiro aparecimento de Wanda Maximoff no Marvel Cinematic Universe. A Thor, Captain America, Iron Man foi logo no primeiro filme… Mas enfim. Já sabemos como é. É só ter fé que as coisas mudem e parece que vamos num bom caminho.

Achei pouco satisfatório a maneira como resolveram o “Hex”. Para mim, não teve o impacto que merecia. A despedida de Wanda e Vision trouxe-me lágrimas aos olhos e o meu coração partiu-se pela milésima vez por Wanda. Ela despediu-se do amor da vida dela e dos filhos. Billy e Tommy! Gostei mesmo dos miúdos, a cena dos quatro qual a família dos Incredibles a defrontar o inimigo… Mas pronto, ao menos aquela cena no final dos créditos deu-me esperança! Billy e Tommy chamaram por Wanda e estou confiante de que eles vão continuar da vida de Wanda. Não sei como, mas adorava que tal acontecesse!

Mais em cima comentei que eram os personagens que tinha tornado a série boa, mas não posso deixar de dizer que acho que Monica, Jimmy e Darcy podiam ter sido bem melhor aproveitados! Já que a série tinha nove episódios… e vamo-nos esquecer que andou a “engonhar” durante os primeiros três. Os três poderiam ter brilhado muito mais. Contudo, estou na mesma confiante que os usem em futuros filmes. Monica vai voltar com certeza, espero que o mesmo aconteça com os outros. Darcy teve uma mini cena no episódio mas foi memorável. Graças a ela, o fraquito vilão Hayward vai preso. Bem fraquito o vilão mesmo. Agnes teve bem menos tempo de antena e deu-lhe 10 a 0 como vilã.

Vision vai mesmo voltar. Pode não ser na forma em que estávamos habituados, mas o Vision de Westview passou-lhe as suas memórias e desejo muito que ele encontre o seu caminho de volta para a Wanda. Para mim, eles sempre foram o casal mais saudável e fofo (gostos não se discutem, okay?) da Marvel Cinematic Universe.

No final, Wanda devolveu a vida que roubou aos habitantes de Westivew e ganhou um propósito. Descobrir como funcionavam os seus poderes com o livro de Agnes, Darkhold. Já sabemos que ela vai participar no próximo filme de Doctor Strange, Doctor Strange in the Multiverse of Madness. Espero que possamos explorar os poderes de Wanda, que é claramente um dos personagens mais poderosos da Marvel. Mal posso esperar! COVID, não arruínes as filmagens!

O que acharam desta aventura? Acham que foi importante para o futuro, para a quarta fase da Marvel ou apenas um “enche chouriços”? Contem tudo!

Maria Sofia Santos