10x18 – Book Of The Damned

10×18 – Book Of The Damned

Contém SPOILERS!

Finalmente um episódio decente e interessante! Sabendo que não foi uma das melhores temporadas de Supernatural, a aproximação do season finale exigia respostas e argumentos úteis que desenvolvessem a história dos irmãos Winchester. Com um episódio repleto de ação, voltámos à apetecível imagem de marca da nossa série: feitiços, maldições e a aproximação do apocalipse.

Charlie volta. Assim que ela voltou de Oz sabíamos que entrou de cabeça na missão de salvar Dean dos efeitos nefastos da marca de Caim. Após uma longa ausência, Charlie demonstra que se tornou uma caçadora e é exímia com a espada. Ninguém sabia dela porque correu meio mundo à procura do “Book of the Damned” que foi escrito por uma bruxa há alguns séculos atrás. Segundo relatos da própria Charlie, a tal freira usou a sua própria pele para fazer as páginas e o seu sangue como tinta. Enfim, não sei onde ela foi arranjar tanta pele para conseguir aquelas folhas todas… talvez fosse uma freira muito gorda, não sei.

O que Charlie não sabia é que, assim que desenterrasse o livro, teria uma família ocultista no seu encalço! Além de serem difíceis de matar, são persistentes e têm um mecanismo (parece a fusão de uma bússola com um quadrante) que lhe indica a direção exata a seguir. A sorte dela é que Sam e Dean ajudam-na a encontrar um dos esconderijos do finado Bobby e levam consigo uma caixa de chumbo mágica que impede o livro de ser localizado.

Sempre que Dean pega ou se aproxima do livro, ouve vozes e nota-se que o seu lado negro quer voltar a dominar. Para tentar evitar estar próximo de tal objeto, ele encarrega-se de ir comprar alguma comida para Charlie. Por coincidência ou não, ele esbarra com os Styne e quase termina morto. Sendo seguido até à cabana, ele exige a Sam que queime o livro, pois ele trará grande desgraça, pois a magia vem sempre com um preço (muito Once Upon a Time). Assim que os Styne invadem a cabana, Sam, desobedecendo à vontade do irmão, toma a decisão de manter o livro maldito às escondidas e queima outro em seu lugar.

Já no fim do episódio, começa uma das melhores reviravoltas de sempre na série! Às escondidas, Sam encontra-se com Rowena para que ela o ajude a remover a marca de Caim… já têm o livro, só faltava mesmo alguém que o entendesse! A ver vamos quais são as condições impostas por Rowena e se ela será fiel à sua palavra.

Por fim, resta-me mencionar que Castiel, com a ajuda de Metatron, recupera a sua graça e volta a ser um anjo em full-mode! A grande questão aqui é que Metatron apenas usou Castiel para recuperar a tábua dos demónios e fugiu antes de ser trucidado por Castiel, que não gostou de ser enganado pelo escrivão celestial. De volta ao bunker, a interação de Castiel e Charlie foi do melhor, estes dois farão sucesso se mantidos juntos!

Questões em análise:

  • Irá Rowena ajudar Sam sem o trair? Ela necessita de acesso ao bunker dos Homens de Letras para recuperar o que eles roubaram ao seu Coven! Ou apenas quererá ficar com o terrível livro?
  • Agora que Sam voltou a trair Dean, mantendo o livro em segredo contra a vontade do irmão, qual será o seu plano de ação? E melhor, como manterá escondido o seu plano?
  • Qual a razão de Metatron querer a tábua dos demónios? Boa coisa não será! Quererá libertar o seu amigo de velha data, Lucifer?

Nota: 8/10

Rui André Pereira