Classificação

4.5
Interpretação
5
Argumento
5
Realização
6
Banda Sonora

Penso que o filme protagonizado por Hugh Jackman e Kate Beckinsale há uns bons anos atrás nos deu expetativas elevadas em relação a esta nova série da Syfy. Porque Van Helsing, a série, deve ser das piores estreias do outono 2016/2017. Pelo episódio piloto, pelo menos não parece prometedor.

O mundo acabou e as ruas estão cheias de vampiros sedentos de sangue a caçar pessoas. Se não tivesse a certeza que estava boa da cabeça, até chegaria a pensar que estava a ver The Walking Dead. Ok, eu sei que os vampiros em Buffy não eram nenhuns Bill Compton ou Eric Northman, mas estes vampiros parecem mais zombies. Quase todo o episódio foi passado dentro de um edifício, mas juro que isto tem tudo para se tornar num The Walking Dead: Vampire Edition.

É certo e sabido que a maioria dos episódios piloto não primam por serem inesquecíveis, mas juro que este me tirou qualquer interesse de ver a série. Quase nada aconteceu. Sabemos que Axel estava a guardar uma mulher inconsciente e uma médica que foi transformada em vampira e tudo muda quando um grupo de pessoas chega e são atacadas pelos monstros. Chega-se à conclusão que um deles andava a negociar Vanessa Helsing por segurança. Oi? Então, mas dá para falar com os vampiros como pessoas civilizadas? É que não tivemos qualquer indício de que os vampiros fossem bom… mais do que animais irracionais. Bem que podiam mostrar-nos o lado deles, se é que existe… o plano… o que representa realmente Van Helsing neste mundo destruído.

Em relação a Vanessa… até agora posso dizer que a atriz é má e chateia-me que uma figura que ela represente nesta série seja apenas mais uma mãe à procura da filha. Isso é tão banal e batido. Ela é especial de qualquer maneira, visto ser aparentemente imortal, mas estava à espera de muito mais.

Se Van Helsing vai dar a volta e tornar-se numa boa aposta não sei. Mas parece-me que a nova série vampírica da tv vai ter os dias contados.

Maria Sofia Santos