Classificação

7
Interpretação
7.5
Argumento
7
Realização

[Não contém spoilers]

No passado dia 18 estreou na Acorn TV e RTÉ, Dead Still, uma minissérie de seis episódios que se passa na Irlanda, durante o ano de 1880, e que acompanha Brock Blennerhasset (Michael Smiley), um fotógrafo bastante famoso pelas suas fotografias post mortem. Após umas mortes suspeitas, um detetive pede ajuda a Brock, uma vez que ele está bastante familiarizado em lidar com mortos, dado que os embeleza e fotografa.

Com esta premissa a série tinha meio caminho andado para ser boa, contudo o primeiro episódio não me conseguiu convencer a 100%. Apesar de estar a ser interessante e de prender ligeiramente a minha atenção, a verdade é que muitas das cenas eram um pouco desconexas, deixando-me na expectativa de que algo acontecesse e que permitisse interligar o plot apresentado, o que não aconteceu. Ora apresentava a profissão de Brock, ora apresentava uns assassinatos, ora apresentava um roubo de uma das suas fotografias. Tudo boas apostas, a meu ver, mas que necessitavam de uma melhor articulação, ainda para mais sendo o episódio piloto, em que não estamos familiarizados nem com a história, nem com as personagens.

Dessa maneira, a minha esperança prende-se à ideia de que nos próximos episódios consigam encaminhar melhor a narrativa de forma a conjugar tudo de modo mais percetível. Tirando este ponto menos positivo, eu consegui apreciar bastante o episódio, dado não só a época que apresenta, mas também o conceito: um fotógrafo que embeleza as pessoas depois de mortas e lhes tira fotografias. Aliar isso a possíveis assassinatos, torna tudo ainda mais interessante, impulsionando-nos a querer ver mais a fim de saber como é que a história se vai desenrolar.

Se eu tinha algumas dúvidas quanto a ver os restantes episódios, os minutos finais ajudaram-me a decidir, sendo que vou optar por continuar a ver. Fiquei com a sensação de que a série tem bases e potencial para ser uma boa série, resta é saber efetivamente se isso se vai concretizar ou não. Para tal, é necessário continuar a ver, pois só assim é que saberei.

Posto isto, se gostam de séries de época que combinam mistério, crime e um pouco de bizarrice esta poderá ser uma boa opção. Em contrapartida, se não se interessam tanto por este tipo de séries, não penso que esta seja, pelo menos por este primeiro episódio (refiro novamente que estou com esperança de que os próximos episódios sejam melhores ainda), uma série capaz de vos fazer interessar, pois não vos prenderá a atenção por aí além. Contudo, nada melhor do que dar uma espreitadela ao primeiro episódio (também são somente 45 minutos, vê-se bem) e quem sabe se até não se surpreendem e até acabem por gostar e decidir ver os restantes também.

O que acham? Ficaram curiosos para ver, ou nem por isso?

Cármen Silva