Classificação

6.1
INTERPRETAÇÃO
5.7
ARGUMENTO
5.9
REALIZAÇÃO
7
BANDA SONORA

BrainDead é um thriller cómico sobre a política em Washington, mas não é uma série exatamente sobre política; alguns dos congressistas do senado estão a ser controlados por formigas extraterrestres.

A série acompanha Laurel, vinda de uma família de democratas, que sonha ser realizadora de documentários. Uma vez que não tem dinheiro suficiente para realizar o seu próximo documentário, Laurel vê-se obrigada a voltar a Washington para ajudar o seu irmão no senado.

O país está prestes a entrar numa crise política, com pressões de ambos os lados, republicanos e democratas. Devido a isso, Luke, o irmão de Laurel, precisa de toda a sua equipa focada nesta potencial crise, colocando Laurel nos Casos de Eleitores, ou seja, ouvir as queixas e sugestões dos eleitores que querem marcar uma reunião com Luke. Graças a esta função, Laurel descobre algo misterioso quando Breanna Burke lhe mostra um vídeo sobre algo que aconteceu ao seu marido numa expedição em alto-mar.

Breanna conta a Laurel que o seu marido, Randall, está diferente. Dantes era um alcoólico, agora não bebe rigorosamente nada, e tudo isto após ser atacado por algo em pleno mar, quando a embarcação onde seguia transportava um contentor com uma expedição paga pelo escritório de Luke. Laurel, ao ver o vídeo do ataque, sente-se curiosa e tenta saber mais sobre o que ia naquele contentor. No decorrer do episódio, vem-se a saber que aquele contentor contém um meteorito que ia ser estudado pelo Dr. Daudier, mas devido aos cortes orçamentais, a pesquisa foi cancelada, ficando o caixote com o meteorito num armazém fechado.

O problema aqui é que aquele meteorito não é um meteorito qualquer, ele contém vida! Sim, uma espécie de formiga extraterrestre que come parte dos cérebros das pessoas, deixando-as num estado tipo zombie, controlando o corpo das pessoas a quem come o cérebro. Estes hospedeiros agem todos de uma forma particular, passando todos eles a compartilhar certos tiques e gostos, como a música “You Might Think” dos The Cars, que é ouvida inúmeras vezes ao longo do episódio por pessoas que estão a ser controladas por estas formigas.

Este piloto pode não conter muita comédia para já, mas no que diz respeito ao thriller cumpre os requisitos. Pouco ou nada se sabe sobre estas formigas, de onde vêm, o que são e o que querem, nem muito menos o porquê de obrigarem os seus hospedeiros a ouvirem uma música dos anos 80 (que, por sinal, até é uma boa música), deixando assim uma certa curiosidade no ar e vontade de saber mais sobre estes seres nos próximos episódios.

João Montez