Classificação

6.3
Interpretação
4
Argumento
5
Realização
6
Banda Sonora

“Não é que eu acredite que és um anjo, mas… estou a precisar de um amigo estranho”

Angel From Hell é a nova aposta da CBS em comédia. Criada por Tad Quill e indo buscar inspiração a obras como Do Céu Caiu Uma Estrela (ou no seu título original “It’s a Wonderful Life”), Casei Com Uma Feiticeira (“Bewitched”) e A Minha Bela Génio (“I Dream of Jeannie”), a série deixa a pairar no ar uma dúvida sobre um elemento sobrenatural. Do cast fazem parte estrelas como Jane Lynch (Glee, Party Down) e Maggie Lawson (Psych) como as personagens principais e também David Denman (The Office) e Kyle Bornheimer (Perfect Couples).

A história retrata a vida da doutora Allison (Maggie), que após a morte da mãe se enterra no seu trabalho, tem o irmão a viver na sua garagem e se mete numa relação com um namorado que vive às suas custas. Amy (Jane Lynch), não aguentando mais ver Allison a desperdiçar a sua vida decide intervir revelando que é o seu anjo da guarda (apesar de dizer que não é suposto os anjos intervirem dessa maneira) e que a quer ajudar a ser feliz.

Mas será que este “anjo” tem asas para voar? Após o first look que saiu há uns meses devo confessar que achei a série terrível, sem uma pitada de humor. Depois de ver o episódio completo, a opinião melhorou, mas só mesmo um bocadinho. Com tantas séries novas sempre a sair e uma competição bastante cerrada, não me parece que Angel From Hell tenha os elementos necessários para cativar o público.

A única personagem que demonstra algum humor e que “salva” o episódio é Jane Lynch e se me ri algumas vezes foi graças a ela. Mas um ator sozinho não consegue salvar um argumento cliché e sem originalidade e uma comédia que é tão suave que quase se torna inexistente. A parte sobrenatural que também seria engraçado de ser explorada é, no entanto, rapidamente descartada. E o facto de Amy poder ser um anjo é praticamente ignorado, deixando o público sem uma resposta clara à pergunta.

Foram 20 minutos que pareceram muito mais a passar e não me convence a ver o segundo episódio. No entanto, para quem gostar, a série continua com o 2.º episódio na próxima semana, dia 14 de janeiro.

Emanuel Candeias