04x17 - Karma

04×17 – Karma

Shane Edwards é um psiquiatra que caiu na mira dos nossos heróis. Aparentemente de luto pela sua esposa que fora assassinada há cerca de oito anos, Edwards leva uma vida amarga e sedentária. Claro que John logo descobre que este número rege-se por uma conduta vingativa em que procura incriminar aqueles que transtornaram os seus pacientes. O problema é que ele procura ser um justiceiro para seu próprio proveito, tentando vingar a morte da mulher. Ao mesmo tempo que decorre este novo caso, somos levados para um dos momentos da vida de Harold onde este tenta assassinar Heather, que já vimos na temporada anterior, sendo que a culpa da morte do seu amigo Nathan.

“Karma” é um episódio calmo e relaxante, daqueles que não tem qualquer relevância para encontrar Sameen ou para combater Samaritan. É um exercício de puro entretenimento que é inofensivo para o desenrolar da narrativa. No entanto, a ausência de Root faz-se sentir. O carisma de Amy Acker parece ser essencial para tornar as coisas mais emocionantes, dado que a fórmula de origem de Harold, John e Fusco (o trio masculino) não tem o mesmo impacto do que a forte presença feminina das suas heroínas.

John parece estar a aproximar-se cada vez mais da sua psiquiatra que tem claramente um interesse bem maior do que a relação normal de médico-paciente. O facto de Reese ser reservado no que toca ao seu passado e na premissa da série em revelar a sua identidade a um número restrito de pessoas, torna este “amolecimento” algo forçado. Ninguém precisa de relembrar do passado atribulado de John, muito menos acrescentar uma personagem à narrativa que não tem qualquer relevo, como é o caso da médica.

Estas técnicas de empate em Person of Interest, por muito agradáveis que sejam, parecem desnortear o rumo do espectador em relação à linha principal de história. E, mesmo que o nosso trio original encabece o elenco em “Karma”, voltando aos primórdios da criação da série, faz-nos ter ainda mais saudades das meninas que conferem mais credibilidade e carisma aos casos. Não é um excelente episódio, mas também é inofensivo, e para quem goste de ver Finch, Reese e Fusco em ação, tem aqui a sua oportunidade.

Nota: 7.5/10

Jorge Lestre