03×14 – Call It Paradise

03×14 – Call It Paradise

Novo episódio de Chicago Fire e nova queda no capítulo das audiências. Esta temporada que até começou muito bem e registou alguns dos melhores valores de sempre, tem vindo gradualmente a cair. E já lá vão cinco episódios consecutivos a descer, sem qualquer recuperação.

Quanto ao episódio desta semana, arranca com a cidade de Chicago em estado de alerta devido às baixas temperaturas. Está tudo literalmente congelado. Mas as coisas rapidamente “aquecem” quando Gabby encontra um recém nascido abandonado na entrada do quartel. A situação complica-se quando a mãe aparece a dizer que foi o namorado que deixou lá a criança, por vingança. O certo é que as autoridades já tinham sido alertadas e a criança permanece durante algum tempo com o batalhão. Só há problema se a mãe não for a mãe e acabar de arma apontada a Gabby para tentar levar a criança.
Destaque para Gabby e Casey que, para um não-casal, parecem, a determinada altura, estar a tirar medidas.

Severide também tem uma visita, embora não possa dizer que foi inesperada. A capitã Lynette Cunningham do corpo de bombeiros de Chicago já andava atrás dele há algum tempo mas Severide, como estava chateado com a falta de ação (e vontade?) para investigar o homicídio de Shay, foi evitando o contacto até que Cunningham lhe apareceu à frente no quartel. A capitã pede ajuda ao bombeiro num caso que está a investigar mas tudo não passa de um teste, para avaliar a capacidade de Severide. Um teste com uma proposta de trabalho. A proposta não lhe interessa. Mas Cunningham parece até interessar ao tenente do quartel 51. Pode ser que a participação da capitã não fique por aqui.

Entretanto, Boden vai atravessando alguns problemas com o pai, pois este está a recusar qualquer tipo de tratamentos e Boden tem dificuldade em aceitar isso, como seria de esperar.

Quanto a Joe Cruz, parece que o frio congelou alguns dos seus circuitos, pois o homem andou completamente fora de si o tempo todo, por causa do clima que abraçou a cidade.

Durante uma emergência, a dupla de paramédicos volta a apanhar um enorme susto. Especialmente Brett. Já começa a ser habitual, mas a paramédica tem mostrado muita determinação. Parece uma veterana na série.

O episódio termina de forma trágica. Não é para me gabar mas quando Boden deixou o pai na sala para ir ver o filho que estava a chorar, pensei: “palpita-me que quando voltares, o teu pai já era”. E foi mesmo. Boden já estava à espera mas quando acontece, é sempre um choque.

Destaque ainda para Casey que decidiu seguir a recomendação de Severide e “colocar-se no mercado”, acabando por se envolver com uma moça que conheceu no Molly’s. Ainda bem que começa a dar um novo rumo a sua vida. Era tempo de virar a página. O mesmo não se pode dizer de Severide. Veremos até onde vai.

Nota: 8/10

Ricardo Almeida