Classificação

9
Interpretação
8.5
Argumento
9
Realização
7
Banda Sonora

[Contém grandes spoilers]

Como referido acima, se ainda não viste o último episódio de Blindspot, Iunne Ennui, aconselho a não continuares a ler por agora, a ir ver o episódio, e voltares para ler a minha opinião e dar a tua!

Blindspot chegou ao fim, após cinco temporadas e portanto esta vai ser uma review específica sobre este episódio, mas também da série como um todo. Quanto ao episódio, foi bastante bom, apelou à emoção e à nostalgia, especialmente ao rever todas as antigas personagens, especialmente Roman, que é sempre uma presença carismática no ecrã. Também foi um episódio bastante bom do ponto de vista técnico uma vez que se passa muito dentro da cabeça de Jane e não sabemos o que é real e o que não é. Pormenor esse que fica muito acentuado no final.

Após o episódio anterior, Jane é submetida a um antidoto para o ZIP e não perde as memórias, mas regressam as alucinações, que no fundo são manifestações do seu subconsciente, que a ajudam a encontrar a bomba de ZIP e salvar o mundo. A equipa já sabe nessa altura que não poderão continuar no FBI ou em qualquer outra agência governamental, pelo que sem dúvida que é mesmo o fim, o que só torna as despedidas um pouco mais difíceis. Destaque aqui para o momento em que Zapata, Patterson e Rich estão a despedir-se, que puxa ali a emoção.

E agora o maior tema. O mistério que fica ao critério de cada um. Será que Jane está viva ou morta? No final vemos um jantar, supostamente já no futuro, com toda a gente feliz, e quando pensamos que tudo acaba bem vemos um flashback de Jane a desmaiar após desarmar a bomba com Kurt e vemos dois agentes do FBI a pô-la num saco. Exatamente como a série começou, mas desta vez não a vemos a sair dele. E resta a dúvida, será que isso era parte ainda da alucinação ou será que Jane estava morta e aquele jantar era a sua versão de paraíso?

Pessoalmente inclino-me mais para acreditar na segunda versão, não deixava de ser poético acabar exatamente como começou, mas há um ponto que não consigo explicar. Se fosse a sua versão do paraíso, Reade não deveria estar lá? A não ser que a própria Jane se estivesse a enganar para não perceber que estava morta. No entanto tudo não passará de uma suposição, uma vez que o criador, Martin Gero, diz que o objetivo era mesmo o final ficar em aberto e que num teste, antes de o episódio sair, 50% dos espectadores acreditavam que ela estava viva, outros 50% acreditavam que ela morreu. O que é que vocês acham que aconteceu?

Quanto ao episódio não há muito mais a dizer, foi uma boa despedida depois de uma temporada que começou fraca e só arrebitou para o fim. No entanto, Blindspot já chegou a ser uma série de topo a nível dos policiais, pela química que conseguiu criar entre a equipa, por ter uma heroína que não era só mais uma, e, na minha opinião, atingiu o pico na terceira temporada com Roman como vilão. Depois disso perdeu-se um pouco, tendo começado esta quinta muito em baixo. Desculpou-se com dois ou três bons episódios antes do final, mas independentemente de estar numa altura mais fraca e talvez já ter passado a sua longevidade, vai à mesma deixar saudades e será uma série que no futuro poderei rever facilmente. E vocês o que acharam da série? Vão ter saudades?

Raul Araújo