Once Upon a Time – 04×05 – Breaking Glass
| 04 Nov, 2014
4x05 - Breaking Glass

4×05 – Breaking Glass

 

Contém SPOILERS.

A busca pela Snow Queen (que parece ter construído o seu covil na floresta) continua. Regina quer procurar a misteriosa feiticeira para desfazer o feitiço que colocou em Marian. E Emma quer procurar Regina por causa de fotos que Sidney tirou na altura em que as duas se odiavam mortalmente.

Este episódio desviou-se um bocadinho de Rumples e princesas de Arendelle para nos dar SnowQueen! Continuo sem perceber os desejos de juntar estas duas mas não posso negar que elas são uma dupla e tanto. Fico feliz por as terem juntado, porque o gang do costume tem andado um bocadinho disperso nesta temporada…

Ora bem, Emma e Regina juntaram-se (ainda que à força) para procurar Elsa e a Snow Queen. Elsa foi iludida pela suposta tia e prendeu-a no seu próprio medo… Pobre Elsa, será possível confundirem mais a rainha? E a nós também? Se formos a ver bem, parece que cada vez sabemos menos e já estamos no quinto episódio. Não sabemos o que aconteceu a Anna, a Kristoff (e a Sven, já agora!), o que foi feito de Arendelle sem Elsa, o conteúdo da garrafa que os pais delas mandaram do navio (sim, não me esqueci disso!).

Entretanto, David incentiva Snow a sair de casa, visto que a princesa continua muito relutante a abandonar o bebé Neal. Mas o encontro romântico é interrompido por Will Scarlet, que finalmente escapou da prisão. É Snow que acaba por encontrar o bandido e o perdoa, julgando tratar-se de um plano do marido. Eu vi logo que não era e ri-me bastante ao ver Will a safar-se daquela mesmo à campeão.. Gostei da dinâmica deles e de ver Snow fora de quatro paredes! Agora a questão… que mapa é que Will estava à procura? Estou a adorá-lo e quero vê-lo mais envolvido na história.

Nos flashbacks, conhecemos mais do passado de Emma. Ela conhece uma rapariga que pensa estar na mesma situação que ela. A história em si não teve nada de especial, mostrou-nos o quão difícil é para a nossa Salvadora perdoar alguém (o que pode trazer futuros problemas para Hook…). O que me intrigou foi Lilith e a sua tatuagem… Lilith faz parte da mitologia judaica (é um demónio) e a estrela no seu pulso era a Estrela de David. Não me parece que seja coincidência (nesta série poucas coisas o são). Ela não deve ter ficado muito feliz por Emma lhe ter virado as costas… Será que vai voltar a aparecer?

Que saudades que tinha de ver Regina e Emma unidas contra o mal. Elas deram cabo daquele monstro com uma pinta! Mas foi Elsa que salvou o dia… Jesus, aquela mulher está a soltar as garras! A Snow Queen, que andava a ser ajudada pelo traidor do Sidney, ficou com o espelho de Regina… Não percebi o que se passou ali, mas espero ser elucidada em brevemente. O que entendi foi que ela quer uma família que a ame. Isso não parece muito com o objetivo da Wicked Witch na temporada passada?

Regina: Emma, wait. I don’t want to kill you.  

Depois da luta, assistimos a uma conversa franca entre Emma e Regina. A verdade é que elas são muito parecidas em certos aspetos e não há dúvida que Regina merece uma amiga, principalmente agora que está a sofrer tanto por Robin Hood.

O nosso Hook, que esteve muito ausente no episódio, vai consolar a sua melancólica namorada… E assim confirmamos o que já se suspeitava. A Snow Queen fez mesmo parte do passado de Emma. Foi, em tempos, a sua mãe adotiva.

O episódio foi forte no sentido em que juntou Regina e Emma. Em termos de história não desenvolveu muito, mas serviu para aproximar duas personagens que andam à quatro temporadas numa relação de amor/ódio.

Nota: 8/10

Maria Sofia Santos

Publicidade

Populares

a league of their own

Recomendamos