chicagofire02x10

02×10 – Not Like This

Mais um episódio de Chicago Fire, o último de 2013, e a expetativa era enorme. Isso tem-se refletido no aumento das audiências da série. Já tinha havido um aumento de 14% na semana passada e esta semana, os números voltaram a disparar. Sinal que a NBC está a fazer o trabalho de casa.

Como sempre, as histórias são muito envolventes e há sempre pontos de ligação com vários eventos passados. Ou seja, há uma continuidade, como se fosse possível acompanhar o dia a dia da corporação. Seria mais fácil criar histórias isoladas, casos dispersos e explora-los em um ou dois episódios. Mas a NBC quer manter a qualidade da série dando-lhe um fio condutor. Por um lado, o espetador que “esbarrar” num episódio de Chicago Fire pela primeira vez, não vai perceber nada pois não terá a bagagem de informação necessária. Mas por outro lado, quem começar a acompanhar, nunca mais vai conseguir largar. Já deu para perceber que apesar do spin-off criado (Chicago PD), as personagens de ligação não deixarão de aparecer em Chicago Fire. Caso de Voight e Antonio Dawson, irmão de Gabby.

A semana passada tinha ficado marcada por algumas revelações, especialmente em relação ao futuro da corporação.
Boden queria comprar uma guerra e acabou por conseguir uma com McLeod. Mas os reforços que acabou por conseguir para esta batalha provaram estar à altura. Isabella, namorada de Mills, tem tido pequenas participações na série mas quando o faz, deixa a vontade de continuar. Tem-se mostrado uma personagem que merece aparecer mais vezes. Tem posições sempre muito acertivas.

Já se sabia há algum tempo que Peter Mills estava indeciso quanto ao seu futuro profissional. Um bombeiro quando se candidata para entrar na polícia, não enche de orgulho nenhuma das partes envolvidas. Mas não se estava nada à espera que Gabby tivesse também um dilema quanto ao seu futuro na corporação. Ainda por cima quando, há algum tempo, a paramédica queria aprimorar as sua habilitações para ser médica (na altura da namorada de Casey que entretanto morreu, lembram-se?). Estamos constantemente a ser surpreendidos.

Casey e Gabby continuam a cimentar a sua relação. Depois de tanto tempo perdido, têm muito que recuperar. E todas as histórias precisam de pontos cor de rosa. Mas a nova perspetiva profissional de Gabby parece criar alguma distância entre os dois.

O bombeiro Clarke, ex-militar, vê-se envolvido em problemas com a justiça. Este personagem que apareceu nesta 2ª temporada, tem vindo a ganhar algum espaço e com os acontecimentos recentes, é evidente que terá mais algum destaque.

O episódio termina em total clima de angustia para toda a equipa. E mesmo quando algo de mau acontece, a história consegue ser apaixonante. É verdadeiramente viciante!

A série volta em janeiro. Até lá, até os fãs ficam em suspenso com o desfecho desta semana. Mas este episódio, por tudo que aconteceu, marca a série. Pela positiva. Excelente trabalho, NBC!

Nota: 10/10

Ricardo Almeida