No início desta semana, a 1 de outubro, celebrou-se o Dia Mundial da Música e, como já é tradição não deixar passar ao lado estas datas, a música é o tema da crónica desta semana. Mais concretamente, vou falar sobre momentos musicais divertidos das mais variadas séries. Bem, e já que estamos a falar de coisas divertidas, vamos também fazê-lo num tom descontraído para manter o equilíbrio. Recordem ou conheçam aqui as minhas escolhas:

[Podem ver os vídeos com as cenas através do link na descrição de cada uma]

bones girls just wanna have fun

Brennan a cantar Girls Just Wanna Have Fun [Bones]: A sempre tão controlada e séria Dr.ª Brennan não é o tipo de pessoa que imaginaríamos a aceitar cantar em frente a um grupo de pessoas. No entanto, a antropóloga é uma verdadeira caixinha de surpresas e não hesita muito em deixar-se levar pela espontaneidade, permitindo-se a ela própria divertir-se à séria enquanto canta e dança ao som da divertida música Girls Just Wanna Fun, de Cyndi Lauper, a cantora que, por coincidência, já teve participações na série. Não só é impagável ver Brennan a ‘soltar-se’, como também é bastante divertido assistir à reação dos seus amigos, que estão na plateia. Emily Deschanel não é uma grande cantora, mas sai-se perfeitamente bem a entreter. Pena que um momento tão divertido tenha acabado daquela forma!

friends ross emma

O Ross e a Rachel cantam para a bebé Emma [Friends]: Sabem quando são os pais e não os filhos a portarem-se de forma desadequada? Pronto, isto resume as coisas para Ross e Rachel, felizmente para nós espectadores. Não que haja verdadeiramente algum mal em cantar a uma bebé que ainda não assimila bem o que está à volta dela uma música com uma letra duvidosa, mas é esquisito. Por isso mesmo é que é divertido, obviamente. Ross é um cromo e só ele para se lembrar de algo assim, mas a verdade é que Rachel não tardou a alinhar, com ciúmes por ele ter sido capaz de fazer Emma rir pela primeira vez. Ela fez também o teste e resultou, com Emma a rir-se novamente, e depois os dois juntaram-se para divertir a filha. Bem, os amigos deles ficaram com material para os gozarem por muito tempo.

grey's pedido casamento matthew april

Matthew pede April em casamento com um flash mob [Grey’s Anatomy]: Sempre achei que os pedidos de casamento em público e exuberantes eram uma péssima ideia, mas há coisas que acabam por resultar na perfeição. Continuo a achar que em privado é o melhor, mas este é, de longe, o pedido de casamento mais fofo que já vi. Além disso, combina na perfeição com April e com Matthew. Sempre achei que eles tinham tudo para resultar, pelo menos em teoria. Com tanta coisa em comum e com uma partilha tão grande de valores, seriam o casal perfeito. Acabaram por ficar juntos, sim, mas acho que para a maioria dos fãs não ficou a sensação de que Matthew é o grande amor da vida de April. Provavelmente esse papel pertencerá sempre a Jackson, mas eles eram demasiado diferentes. Mas voltando ao flash mob, a sério, adorei! Para já, a música é gira e depois todos a dançarem, muito bem ensaiados, ainda por cima com Matthew a mostrar jeito para dar uns passos, faz desta uma cena deliciosamente divertida. Terem usado um paciente como falso pretexto para atrair April para o exterior foi também muito bem pensado e depois assistir à reação da médica e dos seus colegas – alguns impressionados, outros mais trocistas – foi impagável. Quase que é caso para dizer que era impossível April dizer que não.

robin let's go to the mall

Let’s Go To the Mall [How I Met Your Mother]: Conhecem aquela expressão da “vergonha alheia”, certo? É inevitável sentir-se isso pela incursão de Robin pela música pop canadiana. A música, o visual, a letra… Das duas uma, Let’s Go To the Mall podia ser ou o vencedor de pior videoclipe de sempre ou de mais embaraçoso. De qualquer das formas, os únicos que ficam a ganhar nisto tudo são Lily, Ted, Marshall e Barney, que têm a melhor ‘arma’ possível para fazerem troça de Robin. Ok, nós daqui deste lado do ecrã também nos divertimos certamente, até porque Robin Sparkles (até o nome artístico é péssimo!) tem mais pérolas no seu repertório.

miami medical i got a feeling

Eva, Chris e Serena no parque de estacionamento [Miami Medical]: Ok, chegados a meio da crónica já se tornou óbvio para todos que os personagens das nossas séries a cantar proporcionam momentos divertidos. Qualquer pessoa que, como eu, adore a Lana Parrilla, é garantido que adorou esta cena. Ora ouçam lá bem aquele “like oh my God” dela! Mike Vogel também mostra os dotes de dançarino e Elisabeth Harnois dá-nos a conhecer uma bela voz. É impossível não querer aparecer naquele parque de estacionamento e acompanhá-los a cantar ao som dos Black Eyed Peas.

Dylan modern family

Dylan dá a conhecer à família de Haley a música sobre ela [Modern Family]: Aqui o nosso amigo Dylan pode não ser um grande cantor (diga-se até que é bastante desafinado), mas que a música fica no ouvido, não há dúvidas. A sério, que tipo é que canta, em frente da família toda da namorada, uma música cuja letra é acerca de… bem, todos sabemos sobre o que é e podem estar crianças a ler, por isso ficamo-nos por aqui. Agora fora de brincadeiras, há alguma coisa melhor do que vermos as caras que os diferentes membros da família fazem à medida que ouvem In the Moonlight? Há uma altura em que até pensei que Jay fosse bater em Dylan, mas a cena acabou sem qualquer tipo de violência. Totalmente compreensível que uma música tão catchy tenha ficado na cabeça de todos, por muito inapropriada que seja a letra. Uma cena mesmo engraçada de uma altura em que Modern Family ainda era verdadeiramente engraçada.

regina once love doesn't stand a chance

Love Doesn’t Stand a Chance [Once Upon a Time]: O facto de Lana Parrilla estar aqui presente em destaque, com duas séries diferentes, não é mera coincidência, mas sim resultado de uma admiração minha pelo seu trabalho. As saudades de Once Upon a Time no geral são poucas ou nenhumas, mas Regina é uma personagem fantástica e ainda mais cativante enquanto Evil Queen. Lana pode não ser uma cantora extraordinária, mas também não é isso que se exige da cena. Esta música do episódio musical da série sobre contos de fadas adequa-se que nem uma luva à personagem e o estilo rockeiro quase poderia fazer adivinhar a ‘transformação’ de Regina em Roni. A sério, como não adorar a mais sexy e carismática rainha de sempre a dizer que o “amor não tem hipótese”? Eu via um episódio inteiro de 40 minutos disto. Aposto que seria muito melhor do que a maioria dos episódios desta última temporada da série.

one tree hill spice girls

As meninas juntam-se para dançar ao som das Spice Girls [One Tree Hill]: Qualquer rapariga que se preze dos anos ’90 teve o seu contacto com as Spice Girls, uma das girls band mais famosas do mundo. Eu adorava-as (até tenho dois CDs e tudo), mas ainda adoro mais One Tree Hill. Assim sendo, a junção das duas coisas revela-se a combinação perfeita, com a minha querida Sophia Bush a arrasar juntamente com as outras meninas, enquanto a conversa paralela entre Rachel e Shelley também não podia ser melhor, até que elas se juntam também às restantes. Aquelas raparigas têm ritmo, não fossem a maioria delas cheerleaders. Que saudades de One Tree Hill!

Quanto a vocês, quais são os momentos musicais das séries que se recordam de vos terem feito rir?

Diana Sampaio