Já são conhecidos os projetos televisivos que serão homenageados na 11.ª cerimónia dos Television Academy Honors, com data marcada para o dia 31 de maio, em Hollywood.

Esta edição dos prémio, que valorizam o trabalho de programas que levantam questões sociais prementes, acrescentando vozes à discussão política e social, contou com uma submissão recorde de projetos, dos quais serão galardoados os seguintes:

Andi Mack (Disney Channel) – Andi tem 13 anos quando descobre que a sua irmã mais velha, Bex, é na verdade a sua mãe biológica; a partir daí e abrangendo os amigos mais chegados de Andi, Cyrus, Buffy e Jonah, a série acompanha os jovens adolescentes enquanto tentam sobreviver às reviravoltas emocionais próprias da idade.

Daughters of Destiny (Netflix) – Este documentário acompanha as vidas de cinco meninas num colégio interno na Índia, num período de sete anos, enquanto explora temas como o destino, o livre arbítrio e o potencial humano, bem como os conceitos de pertença e sentido da existência. Acompanha ainda vários temas proeminentes da sociedade indiana atual, como educação, discriminação social, pobreza, raça, direitos humanos e o poder da comunidade, entre outros.

Forbidden: Undocumented & Queer in Rural America (Logo) – Moises Serrano serve-se das suas experiências pessoais, enquanto homossexual e imigrante não-documentado, para comunicar com a comunidade americana que se encontra na mesma situação, explorando as novas possibilidades do “sonho americano”.

Full Frontal with Samantha Bae (TBS) – O programa de Samantha Bae distingue-se no panorama informativo, tentando abordar temas de injustiça social e acompanhando o movimento #MeToo, contra o assédio sexual, de uma posição privilegiada e dedicada.

LA 92 (National Geographic) – Este documentário sobre o julgamento de Rodney King, em 1992, Dan Lindsay e TJ Martin renova a discussão sobre opressão racial, brutalidade policial e desigualdade sócio-económica.

One Day at a Time (Netflix) – Esta comédia acompanha a veterana Penelope Alvarez e a sua família cubano-americana, explorando ainda vários temas de pertinência social na paisagem atual, nomeadamente no que toca à imigração e residentes não-documentados e aos direitos dos veteranos de guerra, e questões de sexualidade, aceitação e preconceito relacionados com a comunidade LGBTQ.

13 Reasons Why (Netflix) – Esta série, baseada no livro homónimo, acompanha o adolescente Clay Jensen, que se vê a braços com uma série de cassetes feitas pela sua amiga Hannah Baker, que cometera suicídio. Estas cassetes explicam os motivos e as pessoas que levaram Hannah ao seu trágico destino. A trama trouxe um novo fôlego à discussão sobre o suicídio, nomeadamente na camada jovem, e saúde mental.