A adaptação do bestseller de James Comey, A Higher Loyalty, em breve uma minissérie da CBS Studios, adicionou quatro novos nomes ao elenco: Kingsley Ben-Adir (Vera), que irá interpretar o antigo presidente dos EUA, Barack Obama, Brian d’Arcy James (Smash), que irá ser Mark Giuliano, o antigo vice-diretor do FBI, Steve Zissis (Togetherness), que irá dar vida a Jim Baker, o antigo conselheiro geral do FBI e Shawn Doyle (The Eleventh Hour), que irá interpretar Bill Priestap, o diretor-adjunto da divisão de contrainformação do FBI.

O 7.º diretor do FBI esteve ao serviço entre 2013 e 2017 e, no seu livro, relata o seu trabalho durante este período de tempo: a sua ajuda na mudança das políticas do governo de George W. Bush sobre tortura e vigilância eletrónica, o seu papel de supervisor na investigação dos e-mails de Hillary Clinton, assim como de possíveis laços entre a campanha de Trump e a Rússia.

Grande parte da série irá debruçar-se sobre a sua relação com Trump e o seu despedimento. Outro acontecimento que irá ser abordado na série é o incidente embaraçoso, em que o agente do FBI Peter Strzok e a advogada do FBI Lisa Page, que tinham, alegadamente, um caso extraconjugal, trocaram mensagens, quando Strzok encabeçava a investigação da Rússia, que, supostamente, desacreditou Trump e favoreceu Hillary Clinton durante as eleições. Foi uma grande vergonha para a agência que Comey supervisiona.

A CBS ainda não tem data de estreia definida e também não sabe se a série irá ser transmitida na Showtime ou se ficará disponível na CBS All Access. As gravações começam este mês.