O ator Adrien Brody (Peaky Blinders) prepara-se para interpretar o lendário treinador de basquetebol Pat Riley numa série dramática em produção sobre os Los Angeles Lakers na década de 1980, com a assinatura da HBO.

O projeto ainda sem título definido foi encomendado pela plataforma em dezembro de 2019. Trata-se de uma crónica das vidas profissionais e pessoais de grandes protagonistas associados à famosa equipa da NBA. Durante a década escolhida, a equipa de basquetebol tornou-se uma das dinastias mais veneradas e dominantes, naquela que veio a ser designada como a Era Showtime.

Riley levou os Lakers à conquista de quatro campeonatos e atingiu um palmarés sem precedentes. O estilo icónico e ataque rápido do coletivo definiram a modalidade e influenciaram a cultura pop em geral. Contudo, Brody não é o único veterano da representação a constar do elenco. John C. Reilly (Moonbase 8) irá calçar os sapatos de Jerry Buss, um milionário e self-made man, conhecido por ser dono dos Lakers após ter comprado a equipa em 1979.

A atriz Sally Field (Dispatches from Elsewhere), galardoada com dois prémios da academia, junta-se a esta aposta para o futuro como Jessie Buss, a mãe solteira de Jerry e quem lhe incutiu o amor pela matemática, dinheiro e bons momentos. Décadas mais tarde, embora seja um empresário de sucesso, Jerry continua a recorrer aos conselhos da mãe, a sua grande confidente.

A lenda dos Lakers Jerry West será encarnada por Jason Clarke (Catherine the Great). Catorze vezes All-Star da NBA, West tornou-se o diretor geral da equipa em 1982, e é descrito como um génio de mau feitio que seria o homem ideal para elevar o estatuto do coletivo. Ainda assim, nem sempre consegue superar o seu maior inimigo: ele próprio. 

Dada a variedade de intervenientes a retratar no mundo da ficção, alguns jovens vão estrear-se como atores. É o caso de Quincy Isaiah que dará vida a um dos melhores basquetebolistas de todos os tempos: Earvin “Magic” Johnson. Tão talentoso dentro do campo como cativante fora dele, Magic revoluciona a modalidade e o seu estilo de celebridade modifica o panorama sociocultural.

O antigo jogador Solomon Hughes veste a pele de Kareem Abdul-Jabbar, conhecido pelo seu talento, inteligência e ativismo político, mas que por ser introvertido acaba ver afetada a sua relação com colegas de equipa e também com o público adepto dos Lakers.

DeVaughn Nixon (Runaways) vai calçar os sapatos do pai, Norm Nixon, um playboy elegante que superou muitos obstáculos para passar de jogador amador a figura indispensável do grupo. Por sua vez, a jovem Molly Gordon (Ramy) dá corpo a Linda Zafrani, uma mulher inteligente envolvida numa teia complexa de relacionamentos pessoais e profissionais.

Enquanto Spencer Garrett (Bosch) encarna Chick Hearn – adorado pelos seguidores dos Lakers e locutor de jogos, chegando mesmo a cunhar termos agora considerados comuns – Kirk Bovill (Perfect Harmony) será Donald Sterling, famoso pelas suas vastas propriedades imobiliárias e por ter gerido de forma medíocre um dos grande rivais dos Lakers, os L.A. Clippers.