Classificação

9
Interpretação
9.5
Argumento
8.5
Realização
9
Banda Sonora

Contém Spoilers!

Chegou a season finale de Legends e em grande estilo. Fomos presenteados com um episódio que conteve tudo, desde momentos de humor, de ação e de emoção, com uma boa história a conduzir o episódio. Assim, acabam a temporada deixando água na boca para a próxima. Não souberam como começar, mas algures a meio os episódios começaram a ficar melhores, as inconsistências a diminuírem e a história a ficar mais concisa.

Nora e Constantine continuam a sua aventura para recuperar a alma de Ray, e é nesta parte da história que, para mim, se encontra o melhor momento de humor deste episódio, num sítio negro e duro como é o inferno que Legends nos apresenta, onde toda a gente quer torturar Constantine, e fazem-se negócios utilizando almas de pessoas, finalmente chegam à cabine onde Ray está a sofrer o seu eterno castigo. O que é que está a acontecer lá dentro? Ray e o seu captor estão a jogar à Jenga, porque mesmo no inferno Ray conseguiu fazer amigos, algo tão simples mas que reflete o core de uma personagem que é leal a si própria até ao fim.

Entretanto, descobriu-se que o plano de Neron era na realidade abrir um portão entre o Inferno e a Terra para que as almas do Inferno pudessem vir aterrorizar a terra e fazer o seu reinado lá. Constantine descobriu também uma maneira de destruir Neron sem matar Ray, uma vez que o contrato entre Ray e Neron estava assente na vida de Nate, se Neron matasse Nate então o contrato seria quebrado. Mas claro que esse plano é o último a ser recorrido, primeiro as lendas tentam dar vida a um parque temático para mostrarem aos humanos que não têm que temer os monstros, porque se eles conseguissem conviver com eles, não necessitariam da app do Neron e o seu plano falharia, sem ninguém precisar de morrer. Mas claro que este plano não corre bem, basta um monstro com ordens de Neron para conseguir aterrorizar a multidão, no entanto gostaria de, na próxima temporada, ver esta harmonia entre monstros e humanos mais explorada, ao invés de só corrigir a timeline.

Quando chega o derradeiro momento, Nate protagoniza a cena mais bonita que já vi nesta série. De longe, não consigo apontar um outro episódio que tenha tido um momento de tanta emoção e qualidade. Nate faz o derradeiro sacrifício e morre para que Ray possa ficar livre e, depois, quando toda a gente achava que ele estava morto começam a cantar uma música, até que o público se junta e todos cantam, pelo amor que tinham por Nate. Zari abandona a sua zona segura e junta-se também, e com esse poder todo, utilizando o cristal de Tabitha, conseguem trazer Nate de volta à vida. Mas como em qualquer troca de alquimia, não podemos receber nada sem dar de volta, Zari saiu da zona temporal e por isso, com as alterações à sua infância, nada do que a levou a juntar-se às lendas acontece, pelo que, tudo indica que não iremos contar com a sua presença na próxima temporada. Algo que me deixa com bastante pena.

Foi um episódio excelente para acabar a temporada. Com o final de Arrow a aproximar-se, questiono-me se a próxima temporada não virá a ser a última de Legends of Tomorrow?

O que é que acharam?

Raul Araújo