Classificação

9
Interpretação
9.5
Argumento
9
Realização
9
Banda Sonora

E chegámos ao fim de mais uma temporada! Estes 15 episódios foram uma jornada e pêras!

Esta season finale não desiludiu e tivemos outro episódio excelente, cheio de suspense. Se por um lado nos pareceu que esta temporada teve um final feliz, por outro, algumas coisas ficaram por explicar e HTGAWM não é conhecida por dar finais felizes assim de mão beijada.

Aqueles dois primeiros minutos quase que nos iam dando um ataque! Era Bonnie na mesa de autópsias ou não?! Claro que não, HTGAWM não nos dá plots assim tão óbvios quanto isso. Denver está finalmente morto, presumivelmente às mãos de Jorge.

Obrigada, Asher, por dizeres umas verdades à Michaela. Sei que estás a sofrer e super magoado com ela, mas também sei que o mais provável é reatares na próxima temporada. Quanto a ti, Michaela, estás a tornar-te numa versão antiga da Annalise, que não olhava a meios nem lhe interessava quem poderia magoar para se manter a salvo. Um dia irás cair em ti e perceber o mal que causaste a alguém a quem talvez não fosse preciso ir tão longe para silenciar.

Annalise, mais uma vez, salvou o dia e obviamente utilizou o disco externo para seu benefício, matando dois coelhos de uma cajadada só. Conseguiu fazer com que Jorge assinasse a renúncia da custódia do neto e com que fosse para a prisão. Gostei do pequeno plot twist em que Teagan a ajuda e se torna na informante do FBI no caso contra Jorge, se bem que era algo previsível.

O pequeno Christopher está todo crescido e, por fim, com quem deveria ter estado sempre: Laurel. (Pequeno aparte: Laurel e Frank fazem um casal super querido e apesar de Frank ser verdadeiramente um sociopata, é um padrasto fofinho. Sim, estou a perceber o paradoxo.) Parte do protagonismo deste episódio vai precisamente para ela e para o que toda a gente pensa que ela fez, matar a mãe, e a cena final não ajudou a levantar as suspeitas. Pelo contrário, deixou um grande ponto de interrogação no ar. Matou ou não matou a mãe?

Outro ponto de interrogação gigante que ficou a pairar no ar foi o porquê de Nate ter ficado com os documentos que Denver guardava sobre os Keating 4 e companhia e de ter mentido a Bonnie. Igualmente, o rapaz que Frank vê quando se vai candidatar na Faculdade de Direito deixa no ar a questão: será este o filho que Bonnie teve aos 15 anos e pensava estar morto? Para os mais desatentos, quando Nate está a ver os documentos de Bonnie, um deles tem escrito no canto da folha “child alive?” e depois, convenientemente, Frank liga a alguém a dizer “the kid is here”. Será este rapaz o suposto filho morto de Bonnie, resultado de uma das muitas violações que sofreu? Está Frank a trabalhar secretamente com Nate? Se sim, porquê?

Foram muitas as questões que surgiram durante esta season finale e que só iremos ver respondidas na próxima temporada. Acham que Laurel matou mesmo a mãe? Quem será este rapaz misterioso? Deixem as vossas ideias nos comentários e até à próxima temporada!

[themoneytizer id=”16130-16″]

 

Beatriz Caetano