Classificação

5.5
Interpretação
5
Argumento
6.5
Realização
6
Banda Sonora

Diablero é uma serie original da Netflix, classificada como série de terror/horror sobrenatural, estreou na plataforma de streaming na passada sexta-feira, dia 21. É baseada no livro El Diablo Me Obligó, de Francisco Haghenbeck. Não tenho por hábito ver séries do género. Tê-las-ei visto quando era muito jovem, ou ainda uma criança, e portanto a opinião acerca de algumas podia ser muito diferente se fossem vistas agora. Isto para dizer que provavelmente teria gostado desta série noutra altura da minha vida, agora não foi o caso.

A trama passa-se na Cidade do México e traz-nos a história de um caçador de demónios. Numa altura em que os anjos protetores terão desistido dos humanos, os demónios andam num desenfreamento para se apoderarem das almas das pessoas. Para os combater existe Elvis Infante (Horacio Garcia Rojas – Narcos: Mexico), caçador de demónios encartado (pelo menos tem cartão de visita e tudo). O diablero ajuda o padre Ramiro Ventura quando a filha deste (a qual desconhecia que tinha) é raptada por um demónio. Para os ajudar têm Nancy Gama. Se Elvis é caçador profissional, a Nancy será uma espécie de “alojamento local” para demónios, sendo que os invoca a seu bel-prazer, sempre que necessário, para ajudar o diablero no combate contra o mal.

Creio que aí desse lado devem ter denotado um bocadinho de sarcasmo da minha parte, não o faço por mal, mas porque não consigo classificar esta série, tampouco o que dizer dela.

Consigo destacar a fotografia e a sucessão de cenas, que são bastante boas. A primeira cena, logo a abrir o episódio, deixa-nos coladinhos ao ecrã e ansiar que os restantes minutos sejam igualmente bons, mas depois não são. A inconsequência do protagonista incomoda-me um bocado, esperava um estilo mais à Van Helsing e não tão despreocupado, luta contra os demónios como quem bebe café. Quando os captura, sai de dentro da pessoa uma espécie de fumo que depois aprisiona numa garrafa. Já que, ao que parece, Elvis tem uma dívida para com um indivíduo de um determinado numero de demónios e leva-os, engarrafados, a um avaliador (what?). Conforme a categoria dos mesmos, assim é o seu valor. Nancy aparece possuída por um demónio e quando este lhe é tirado do corpo, age como se fosse uma dor de cabeça que já passou e a seguir, apesar de toda ensanguentada, troca de roupa e aparece a comer, super descontraída. Tudo isto me causou muita confusão, dei por mim a perguntar se seria antes uma série de comédia, foi o que pareceu. Esperava uma historia e cenários mais dark. Não sei se é hábito neste tipo de séries sobrenaturais as coisas sucederam-se assim desta forma.

Mais uma vez destaco a fotografia, que é muito interessante, o movimento das cenas é natural e não tem partes paradas e aborrecidas. Os demónios estão bem caracterizados, podia ter bastante mais potencial. Haverá quem a aprecie de outra forma e goste bastante da série, mas eu não a vou acompanhar, com toda a certeza.

Ana Galego Santos