Continuamos a dar a conhecer curiosidades sobre as tuas séries favoritas e, desta vez, decidimos partilhar algumas sobre The Big Bang Theory.

1. Contam os rumores que, originalmente, quando Chuck Lorre apresentou a série aos estúdios, ela era um pouco diferente da versão que agora conhecemos. Para começar, o elenco era maioritariamente feminino, com o intuito de atrair uma audiência masculina. Ora vamos lá ver: Sheldon era originalmente Missy, uma morena alta do Texas que ficava a dever um pouco à inteligência e partilhava o apartamento com uma mulher mais velha, Beverly, uma inteligente cientista de Nova Jérsia que se aproveitava da colega de casa. Penny, tal como agora, viveria do outro lado do corredor, mas tinha uma colega de casa chamada Priya, uma advogada de Nova Deli. Muita coisa mudou desde aí! Penny também tinha sido imaginada de outra forma, mais cínica, alguém que bebe muito e constantemente e com um trabalho num salão de maquilhagem. O seu nome ia ser Katie e num episódio piloto que acabou por nunca ser emitido foi interpretada por Amanda Walsh (Dirk Gently’s Holistic Detective Agency). Nesse piloto, Sheldon era capaz de compreender sarcasmo e era sabido que tinha tido relações sexuais; ele, Leonard e Howard, em vez de Raj, tinham uma amiga chamada Gilda, que tinha uma grande paixoneta por Leonard. A música de abertura também era outra, She Blinded Me with Science, de Thomas Dolby.

2. Os dois personagens principais, Sheldon Cooper e Leonard Hofstadter, têm estes nomes como homenagem a várias pessoas. Uma delas é o já falecido produtor televisivo Sheldon Leonard; outras, o cientista Robert Hofstadter, premiado em 1961 com o Nobel da Física, e  o seu filho, Douglas R. Hofstadter, que se dedicou ao estudo da consciência e da cognição, tendo escrito também livros sobre áreas tão distintas como a filosofia, a matemática, arte e música. Com  Gödel, Escher, Bach: An Eternal Golden Braid, inclusive, ganhou um Pulitzer na categoria de não-ficção.

3. Johnny Galecki foi inicialmente abordado para interpretar Sheldon, mas o ator achou que se adequaria melhor ao papel de Leonard.

4. A audição de Jim Parsons para o papel de Sheldon correu tão bem que o criador da série, Chuck Lorre, lhe pediu logo que aparecesse para um segundo teste, pois queria certificar-se que Parsons era “tão brilhante quanto parecia”. Uma vez que a segunda audição correu bem, Parsons ficou com o papel.

5. Apesar de Sheldon apresentar um comportamento e algumas características que poderiam ser sinais de que sofre de Síndrome de Asperger ou outra forma de autismo, os produtores já disseram várias vezes em entrevistas que o personagem não tem qualquer tipo de condição médica. No entanto, Jim Parsons já declarou que pensa que Sheldon tem de facto Asperger e que o interpreta como tal.

6. Originalmente, Raj ia chamar-se David, mas o nome acabou por ser alterado depois da audição de Kunal Nayyar. Já que estamos a falar no personagem, há que acrescentar também que a sua incapacidade de falar com mulheres, a não ser que consuma álcool, é baseada num antigo colega de trabalho de Bill Prady, o cocriador e produtivo executivo de The Big Bang Theory.

7. Kate Micucci, que dá vida a Lucy, uma rapariga muito tímida que foi um dos interesses amorosos de Raj, fez inicialmente audições para o papel de Amy.