Continuamos a dar a conhecer curiosidades sobre séries e, desta vez, decidimos partilhar algumas sobre uma das parcerias entre a Marvel e a Netflix, Jessica Jones.

1. Jessica Jones é inspirada nos livros de banda desenhada da Marvel que contam a história de uma antiga super-heroína chamada Jewel que largou o fato e a sua anterior identidade e se tornou investigadora privada. A personagem aparece pela primeira vez em Alias, uma série de livros composta por 28 volumes, lançados entre 2001 e 2004. Seguiu-se The Pulse, composta por 14 volumes, e Jessica Jones. Como qualquer heroína que se preze, Jessica – ou Jewel, como lhe queiram chamar – tinha um fato próprio, que já pudemos ver também na série.

jessica jones fato

2. O título da série era para ter sido AKA Jessica Jones, mas acabou por ser trocado simplesmente para o nome da protagonista e assim ficou Jessica Jones. Contudo, todos os episódios têm no início do título a expressão AKA (Also Known As, que significa Também Conhecido(a) Como).

3. Jessica Jones foi inspirada em termos visuais no filme Chinatown (1974), enquadrado no género neo-noir, realizado por Roman Polanski, e no trabalho do também realizador Wong Kar-Wai, conhecido por títulos como As Tears Go By, Chungking Express e 2046.

4. Alexandra Daddario (All My Children e da saga Percy Jackson), Teresa Palmer (Hacksaw Ridge), Jessica De Gouw (Underground) e Marin Ireland (Sneaky Pete) foram todas consideradas para o papel de Jessica Jones. No entanto, a showrunner e produtora executiva Melissa Rosenberg tinha Krysten Ritter no topo da sua lista de escolhas desde que estava a desenvolver a série.

5. Inicialmente, o papel de Trish Walker não ia existir na série, mas sim o de Carol Danvers, a Capitã Marvel. Devido às constantes mudanças na natureza do Universo Cinematográfico Marvel e ao facto de a personagem ir ter o seu próprio filme, Captain Marvel, foi Trish, interpretada por Rachael Taylor, quem acabou incluída na história. Ainda a propósito de Trish, são feitas várias vezes alusões ao seu cabelo ruivo no passado, o que é uma referência a Hellcat, a sua identidade de super-heroína na banda desenhada.

hellcat

6. O enredo acerca de Jessica Jones ter sido adotada pela mãe de Trish foi criado para a série. NA BD, os pais dela morreram no acidente que a fez ganhar os poderes, mas Jessica e Trish nunca cresceram como irmãs.

7. Antes de começar as filmagens para o papel de Jessica, Krysten fez um treino físico de dois meses e ganhou cerca de 4.5 kg de músculo. Já Mike Colter acrescentou 14 kg ao seu cabedal para dar vida a Luke Cage.

8. A advogada Jeri Hogarth não existe na banda desenhada da mesma forma que a conhecemos na série. Originalmente, o personagem é um homem de nome Jeryn.

Jeryn_Hogarth

9. Para terminarmos as curiosidades, sabiam que a primeira escolha para dar vida ao vilão Kilgrave não foi David Tennant, mas sim Jim Carrey?