Classificação

8
Interpretação
7
Argumento
8
Realização
5
Banda Sonora

No final do último mês de abril, a Netflix apresentou mais uma das suas produções. Este suspense juvenil apresenta como premissa uma adolescente de nome Sasha (Sivan Alyre Rose), que, após um súbito ataque, acaba por receber o coração de Becky (Lilliya Scarlett Reid), que morre em circunstâncias desconhecidas. Sasha começa a ter de conviver com traços da personalidade da falecida. Assim temos Chambers!

[Alerta de spoilers!]

Neste seu episódio piloto, Chambers apresenta-nos Sasha, que vive na pobre cidade de Cottonwood com o seu tio, a única família que lhe resta. Na vida de Sasha existem ainda a melhor amiga Yvonne (Kyanna Simone Simpson) e TJ (Griffin Powell-Arcand), o seu namorado. Próprio de quem vive uma adolescência normal e pacata, Sasha e TJ combinam fazer pela primeira vez amor. Só que, momentos antes de acontecer, a jovem sente-se mal e acaba por ser levada para o hospital. É submetida a uma transplante de coração que lhe salva a vida, mas que muda o sentido da mesma para sempre. Foi com a mesma rapidez que leram este paragráfo que os acontecimentos que acabei de descrever aconteceram neste episódio. E ainda bem! Este ritmo acelerado com que iniciamos o episódio evita que a série se envolva demasiado em questões pouco relevantes. É a partir daqui que a verdadeira história começa.

Sasha naturalmente que se sente diferente depois de tudo o que lhe aconteceu. As suas rotinas são alteradas, sofre de bullying logo no seu primeiro dia de regresso e as pessoas que lhe são próximas tratam-na com muito cuidado. A jovem protagonista só quer que tudo regresse ao normal, mas não é possível porque os pais da jovem que lhe doou o coração, Becky, aparecem.

A velocidade com que somos levados nos primeiros (mais ou menos) 15 minutos do primeiro episódio abranda bastante depois da entrada dos Lefevre. Ben (Tony Goldwyn) e Nancy (Uma Thurman) Lefevre vivem um luto difícil pela filha e há ainda o irmão mais novo, Elliott (Nicholas Galitzine), que canaliza a dor pela perda para uma atitude desafiadora em relação aos pais. A família da jovem falecida Becky traz consigo à série todo o mistério e suspense que esta promete apresentar ao espectador na dose certa. As interpretações de atores mais veteranos como Goldwyn e Thurman emprestam à série o talento que eleva a história e a sua qualidade, com mais destaque para Thurman.

Todo o desenrolar do jantar na sua casa, com Sasha e o seu tio, é tenso e sombrio e culmina com uma tempestade de areia que obriga os convidados a passar a noite na casa. Sasha experiencia o primeiro traço de personalidade de Becky, onde esta se envolve num carro com um rapaz e, depois de voltar para casa, tem finalmente o momento de amor com o namorado. Aceita ainda uma proposta dos Lefevre que lhe vai mudar a vida, mas que a aproxima muito da vida que Becky vivia, mas da qual pouco nos é apresentado até aqui. Se, por um lado, conhecemos muitos da vida de Sasha, este primeiro episódio trouxe muito pouco sobre a vida de Becky, o que parece que vai ser o principal mistério desta temporada. O motivo da doença de Sasha também não foi explicado, o que só adensa ainda mais o mistério sobre o cruzamento destas duas vidas.

Chambers apresentou-se neste mundo das séries de maneira muito séria. Este episódio de apresentação foi muito bem estruturado e deu a conhecer ao espectador as principais linhas condutoras do que será esta 1.ª temporada. A qualidade das produções da Netflix não é novidade para ninguém e encontramos em Chambers essa mesma qualidade, que merece ser acompanhada, todavia sem atingir os níveis de outros produtos.

Catarina Lameirinhas