A Netflix anunciou a data de estreia da 3.ª temporada de Narcos para dia 1 de setembro, revelando também novos detalhes sobre a série de cartéis da droga, que está a mudar o seu foco para os sucessores de Pablo Escobar.

A 3.ª temporada de Narcos não só apresentará o sucessor de Pablo Escobar, como estará de volta sem metade da dupla de polícias. Boyd Holbrook, que interpretou um dos agentes da DEA nos quais a série se baseia, não regressará como Steve Murphy. É por esta mesma razão que o ator está a faltar no anúncio, nas primeiras fotos e no teaser divulgados pela Netflix na sexta-feira.

A Netflix  mudou o seu foco para o Cartel Cali da Colômbia e os sucessores de Escobar no comércio de drogas.

“O cartel de Cali ajudou no desmantelamento do cartel de Medellín e beneficiou-se passando de n.º 2 a n.º 1”, disse o produtor executivo de Narcos, Eric Newman, a propósito do seu plano para a série. “Há uma espécie de “porta giratória” para os kingpins de Narcos e certamente exploraremos isso. Desde o início, já quando decidimos chamar à série Narcos e não Pablo Escobar, tinha em mente dar continuidade à história da cocaína.”

Gilberto Rodríguez Orejuela (Damian Alcazar) retorna como o líder do Cali Cartel, o “chefe dos chefes”, e o resto do grupo é constituído por: Miguel Rodríguez Orejuela (Francisco Denis), o irmão de Gilberto; Pacho Herrera (Alberto Ammann), o hitman que administra a conexão mexicana e a distribuição internacional; e Chepe Santacruz Londono (Pepe Rapazote), que administra o império nova-iorquino da rede colombiana de medicamentos.

Quem também poderemos ver na nova temporada: Jorge Salcedo (Matias Varela), o chefe de segurança de Cali, que prioriza a proteção da sua esposa e filhos sobre os seus patrões; dois agentes da DEA, Chris Feistl (Michael Stahl-David) e Daniel Van Ness (Matt Whelan), que entram na operação com entusiasmo e inexperiência; Franklin Jurado (Miguel Angel Silvestre), o lavador de dinheiro do cartel que inconscientemente coloca a esposa Christina (Kerry Bishe) em perigo de vida; e David Rodriguez (Arturo Castro), o filho mais velho de Miguel, que se mostra relutante em assumir um papel de liderança na estrutura do cartel.