Olá! Hoje é dia de Atores de Primeira à Segunda-Feira e trazemos-te uma das atrizes do momento, Sonequa Martin-Green.

Nascida a 21 de março de 1985, Sonequa Martin-Green é natural de Russellville, uma pequena cidade do estado americano do Alabama. A atriz é licenciada em Teatro e aproveita o facto de ser figura pública para apoiar a luta contra a descriminação racial e alertar para a prevenção do cancro, sendo uma das embaixadoras da Stand Up to Cancer.

É em 2005 que dá o pontapé de saída na sua carreira artística em Not Quite Right, com o pequeno papel de Coco Delight. Este filme acompanha dois estudantes de um liceu americano que vão cumprir serviço comunitário num hospital psiquiátrico, uma vez que foram apanhados a pregar partidas violentas aos colegas. Outra pequena participação teve lugar em 2007, no filme I-Can-D, onde interpretou o papel de VJ.

Em 2008, Sonequa participa como Jenna Lopez no thriller policial Blind Thoughts. Contudo, o seu grande destaque desse ano é a participação em Law & Order: Criminal Intent, que marca a sua estreia na televisão. No episódio 19.º, Legacy, da 7.ª temporada, Sonequa representa Kiana Richmon.

Se 2008 já demonstrava sinais de que a atriz estava a conquistar alguma notoriedade no meio artístico, tal veio-se a confirmar no ano seguinte. 2009 trouxe-lhe a hipótese de entrar em dois filmes e duas séries. Em Rivers Wash Over Me, Sonequa esteve longe do elenco principal, mas teve a oportunidade de participar num dos filmes independentes mais controversos do ano. Este drama acompanha Sequan, um adolescente negro homossexual que se vê forçado a abandonar Nova Iorque após a morte da mãe. Já em Toe to Toe conquista o seu primeiro papel no elenco principal de um filme. Aqui ela é Tosha Spinner, uma rapariga pobre que, graças à sua mestria em lacrosse, consegue uma bolsa de estudo integral e a liderança da sua equipa. Quando tudo parece perfeito, novos desafios são impostos a Tosha e esta terá de provar que a sua cor e estatuto social não irão limitar o seu percurso. Apesar das más críticas ao filme, Sonequa recebe rasgados elogios pelo seu desempenho. Na televisão, foi, durante três episódios, Kanessa Jones em Army Wives e, em oito episódios, dispersos por duas temporadas, representou Courtney Wells em The Good Wife.

Começa 2011 em Da Brick, o filme de Spike Lee que explora a juventude de Mike Tyson, o jovem lutador de boxe que tem todas as oportunidades numa América supostamente pós-racista. Segue-se Yelling to the Sky, onde tem o papel de Jojo Parker, uma jovem problemática que sobrevive num liceu complicado onde acaba por vender drogas. Ainda neste ano, entra no episódio The Jewel of Denial, de Gossip Girl.

2012 é o ano que dita uma mudança radical na sua carreira. Começa por conquistar um papel principal no filme de ficção-científica Shockwave Darkside, onde é Lang, um elemento de uma equipa militar que é enviada para o lado negro da lua, onde a Humanidade começou a explorar água potável, num futuro onde esta começa a escassear no planeta Terra. Já na televisão, participa em cinco episódios do drama policial NYC 22, mas o seu papel de destaque conquista-o em The Walking Dead. Acaba por entrar já na reta final da 3.ª temporada, mas a sua personagem aguenta-se como recorrente e nas 6.ª e 7.ª temporadas é promovida a regular. Sasha, juntamente com o seu irmão Tyreese, associa-se ao grupo de Rick, onde depressa demonstra o seu valor e coragem. Apesar de ser uma mulher reservada, acaba por entrar numa espiral destrutiva após a morte das pessoas que lhe são mais queridas, fazendo com que se arrisque numa missão suicida.

sonequa-martin-green-the-walking-dead-amc

A par do seu percurso em The Walking Dead até 2017, vai diversificando o seu currículo com participações pontuais em algumas séries bem conhecidas. Durante sete episódios, em 2013, Sonequa representou Tamara em Once Upon a Time, a noiva de Neal que, posteriormente, ficámos a saber que se tratava, na realidade, de Baelfire, o filho do malvado Rumplestiltskin. Deu também um pulo a New Girl, em 2016, durante dois episódios, onde foi Rhonda. Para demonstrar que é uma atriz de mão-cheia, em 2017, ainda deu a voz à Pirata Maria, na série animada Penn Zero: Part-Time Hero, da Disney.

onceuponatime

Em 2017, Sonequa dá mais um salto na sua carreira e consegue o protagonismo numa série, mas não é uma série qualquer, já que se trata do mais recente desenvolvimento da saga Star Trek. Em Star Trek: Discovery começamos com Michael Burnham, a personagem da atriz, a tomar decisões questionáveis que levam à morte de centenas de pessoas. Consumida pelos remorsos, embora não os demonstre por ter sido educada em Vulcan, aceita e concorda com a pena que lhe foi atribuída. Contudo, uma reviravolta do destino leva-a à USS Discovery, a nave mais desenvolvida da Frota Estelar, onde se torna uma especialista, e ajudará a resolver os mistérios mais complexos do universo.


Hoje ficamos por aqui, mas para a semana regressamos com mais um ator ou atriz das tuas séries preferidas!