Nascido a 8 de maio de 1983, Elyes Gabel é um dos atores britânicos com mais sucesso nas indústrias televisiva e cinematográfica americanas. A sua ascendência argelina confere-lhe uma aparência exótica que lhe tem trazido papéis bastante singulares. Com uma paixão de infância pela representação, cedo se interessou pela formação na área e conquistou o seu primeiro papel aos 18 anos.

Guppy_Sandhu_casualtyÉ em 2001 que Gabel consegue o seu primeiro papel. No drama médico Casualty aparece a primeira vez em frente à câmara, no pequeno papel de Jean-Claude Tournier. Casualty é uma série que bate recordes, já que está em exibição desde 1986, estando já na sua 33ª temporada. A sua passagem por Casualty não para por aqui, já que em 2004 regressa para mais um episódio e, ainda este ano, mas na temporada seguinte, conquista um lugar no elenco principal, representando Gurpreet Sandhu, o médico de origem indiana que trabalha nas urgências do Holby General Hospital, personagem que mantém durante 3 anos.

Nesta intermitência de entradas e saídas de Casualty, Gabel consegui a façanha de conquistar, em 2002, o seu primeiro elenco principal em I Love Mummy. Nesta série infanto-juvenil, ele é Nuff, um dos melhores amigos de James. Quando James se muda com a família para casa da avó, ele e os seus novos amigos descobrem um sarcófago no sótão. Quando o abrem, acordam o príncipe Nuffratuti, um semideus que necessita da ajuda deste grupo de amigos para cumprir as mais variadas missões para poder, finalmente, juntar-se aos seus antepassados no céu. Já em 2004, regressa à tv para um episódio da série Doctors.

Em 2008, Gabel marca a sua estreia no cinema. No filme de terror Boogeyman 3, ele teve o pequeno papel de Ben. Não se trata de um dos filmes mais conhecidos desse ano, já que teve críticas quase tão malvadas como o vilão sobrenatural Boogeyman. Continuando na onda do horror, ainda neste ano participou em três episódios da série britânica Dead Set, onde zombies não o deixam viver muito tempo. Como não há duas sem três, o ator acaba por participar no piloto de Apparitions, uma série sobre exorcismos. Aqui ele foi Vimal, um jovem indiano que está a ser investigado pela igreja católica por, alegadamente, ter sido curado de tuberculose graças a um milagre de Madre Teresa. Este feito leva-o a ingressar no clero e a ter uma morte demoniacamente impiedosa.

Em 2009 muda de registo e entra como regular na quarta temporada da série Waterloo Road no papel de Rob Cleaver. Durante dez episódios ele vai namorar com uma das personagens principais, Jasmine Koreshi, enquanto desempenha as suas funções de instrutor de boxe. No ano seguinte acaba por conquistar mais um papel principal no drama policial Identity que não foi além da primeira temporada.

2011 acaba por ser um dos seus melhores anos a nível profissional. Consegue entrar em dois filmes, Kingdom of Dust e Everywhere and Nowhere, que acabaram por não singrar graças a críticas demasiado negativas. Por outro lado, na tv, consegue entrar em três séries de bastante sucesso. Na icónica série The Borgias consegue o papel de Príncipe Djem em dois episódios. Em Psychoville foi Shahrauz durante cinco episódios. Mas a sua sorte grande é o bilhete de entrada para a série mais famosa do momento: Game of Thrones. Para os mais distraídos, Gabel esteve em sete episódios nas duas primeiras temporadas. A seu cargo teve o papel de Rakharo, um Dothraki que tinha como principal função a segurança de Daenerys Targaryen. Julgamos que não temos de explicar o que lhe aconteceu no seu último episódio.

GOT

Em 2012 volta ao cinema, contudo a sua sorte mantém-se igual: Exit Strategy e Widow Detective não conquistam o público e nem os críticos. Na tv, consegue entrar em dois episódios de uma das séries britânicas mais populares, Silent Witness.

Em 2013 a sua carreira dispara no cinema ao entrar em dois dos filmes mais populares do ano. Em Welcome to the Punch consegue um papel junto do núcleo principal, contracenando com James McAvoy e Mark Strong, o seu pai ficcional. No seu trabalho seguinte, World War Z, contracenou ao lado de Brad Pitt, no papel de Andrew Fassbach, um virologista que promete ajudar a salvar o mundo das hordas de zombies que quase exterminam a humanidade. Na televisão, em Body of Proof, mais propriamente na terceira temporada, Gabel integrou o elenco principal desempenhando o detetive Adam Lucas.

body-of-proof-season-3-cast

Em 2014 Gabel regressa ao cinema para pequenos papéis, mas desta vez em dois dos filmes mais cotados do ano: Interstellar e A Most Violent Year. E em 2015, no seu último filme, Spooks: The Greater Good, conquista o papel de vilão. O seu Adem Qasim é um líder terrorista que irá confrontar alguns dos melhores agentes do MI5, um deles representado por Kit Harington.

SpooksTheGreaterGood

Ainda em 2014, Gabel conquista outro dos seus maiores sucessos: o papel principal na série americana Scorpion. Walter O’Brien é uma das mentes mais brilhantes que alguma vez existiu. Ainda em criança foi preso por conseguir hackear os servidores da NASA. Ao integrar a  Segurança Nacional Americana com a sua equipa Scorpion, o excêntrico Walter O’Brien vai fazer a diferença na luta contra o terrorismo tecnológico.

Como não poderia deixar de ser, temos de referir a passagem de Gabel pela Comic Con Portugal, no passado dia 9 de setembro. Descontraído e simpático, o ator falou-nos da sua vida profissional.

CCPT18 elyes gabel

Por hoje ficamos por aqui, mas para a semana voltamos com mais um ator ou atriz das tuas séries preferidas!