Hoje celebra-se o Dia Mundial da Voz e então decidimos dedicar as nossas atenções precisamente a esta data, através do mundo da animação. Assim sendo, escolhemos dez nomes do mundo das séries que têm dedicado boa parte da sua carreira a emprestar vozes a personagens animados, tanto no pequeno como no grande ecrã.

Alan TudykAlan Tudyk: Para nós seriólicos, Alan será sobretudo conhecido pelo seu trabalho em Firefly, Suburgatory ou, mais recentemente, Doom Patrol, mas a voz tem sido uma característica de extrema importância na sua carreira ao longo dos anos. Em Batman: The Brave and the Bold e Young Justice deu voz a personagens como Barry Allen, Green Arrow ou Captain Cold e em Harley Quinn, ainda por estrear, será Joker. Entrou ainda nas famosíssimas American Dad! e Family Guy, bem como noutras comédias de animação para um público crescidinho, como Robot Chicken, Chozen, Good Vibes, Robot Chicken, Glenn Martin, DDS ou Trip Tank. Num segmento mais virado para os miúdos, passou por Phineas and Ferb; Adventure Time; The Adventures of Puss In Boots, ligado ao franchise de Shrek, e Big Hero 6: The Series, entre outros. No cinema conta também com títulos como Ice Age, Astro Boy, Wreck-It Ralph, Frozen e Moana no currículo, sendo que voltou a repetir alguns destes papéis para os respetivos jogos de vídeo.

Allison JanneyAllison Janney: Na televisão divide o protagonismo da comédia Mom, no cinema já ganhou um Óscar com I, Tonya e na animação são variados os projetos em que participou. No grande ecrã emprestou a voz a personagens de Finding Nemo, Over the Hedge, Mr. Peabody & Sherman, Minions, Finding Dory e The Addams Family, este último ainda por estrear. Na televisão entrou no trio mais famoso de séries de animação: Family Guy, American Dad! e The Simpsons. No entanto, não se ficou por aqui, tendo passado por Ducktales, que conta as aventuras do Tio Patinhas e dos sobrinhos-netos, Huguinho, Zezinho e Luisinho; Phineas and Ferb, Glenn Martin, DDS ou Robot Chicken, já acima mencionadas; por Scruff, uma série espanhola para crianças sobre um cãozinho que é adotado por um agricultor; e F Is For Family, da Netflix. Por fim, houve Binky Nelson, uma curta-metragem sobre uma família que vai fazer um assalto e acidentalmente perde a chupeta do bebé.

Amy PoehlerAmy Poehler: O primeiro papel de Amy como atriz foi precisamente um trabalho de voz, com Escape From It’s a Wonderful Life, mas não de animação. No entanto, não faltariam oportunidades a Amy para explorar este campo da representação: primeiro em Shrek the Third, onde interpretou a Branca de Neve; Horton Hears a Who!; Monsters vs. Aliens, em dois dos filmes de Alvin and the Chipmunks; na dobragem americana do filme japonês The Secret World of Arrietty; em Hoodwinked Too! Hood vs. Evil (Capuchino Vermelho – A Nova Aventura), onde dá voz a Gretel, outra personagem bem conhecida das histórias infantis; Free Birds; Inside Out e na curta-metragem Riley’s First Date?, na qual Amy volta a ser Joy, a alegria. Ainda no cinema, falta-lhe estrear Nicktoons. Apesar de ter sido sobretudo no cinema que se dedicou à animação, a atriz de Parks and Recreation não deixou de emprestar a voz em séries televisivas. Pudemos ouvi-la num episódio de SpongeBob SquarePants, O’Grady e Napoleon Dynamite; em dois de The Simpsons; em inúmeros de Mighty B!, da qual é criadora e parte integrante do elenco principal; e ainda nuns quantos de The Awesomes. O futuro reserva-lhe ainda Duncanville, uma nova série de animação da FOX sobre a vida de Duncan, um rapaz de 15 anos, a sua família e amigos, e onde voltará a trabalhar com Rashida Jones.

Ariel WinterAriel Winter: Com apenas 21 anos, a atriz, que vimos crescer ao longo de de Modern Family, já tem uma carreira extensa, muito por causa da animação. Ainda em miúda, fez parte da dobragem em língua inglesa de um filme japonês que dá pelo nome de Final Fantasy VII: Advent Children (tendo mais tarde dado voz também a dois videojogos do mesmo universo), do elenco dos filmes Bambi II, Curious George, Ice Age: The Meltdown, Over the Hedge e Horton Hears a Who!, Cloudy With a Chance of Meatballs e The Penguis of the Madagascar, entre muitos outros. Fez ainda algumas curtas de animação ligadas ao universo da DC, no papel da Princesa Perdita. Na televisão, participou em vários episódios de Phineas and Ferb, Jake and the Never Land Pirates, Minnie’s Bow-Toons e Sofia the First. Neste último dá voz à personagem principal, Sofia, uma menina cuja vida comum muda completamente quando a mãe casa com o Rei e ela se vê parte da realeza. Com a ajuda de três fadas, Sofia aprende a ser uma princesa. Deu ainda voz à mesma personagem no filme Elena and the Secret of Avalor, um crossover entre duas séries da Disney.

Bob_OdenkirkBob Odenkirk: Alguns de nós ainda não éramos nascidos quando Odenkirk, em 1996, se estreou na animação, com Dr. Katz, Professional Therapist, num papel pequeno numa série para um público adulto, centrada num homem divorciado com um filho adulto que sonha ser rico e adquirir a sua liberdade, mas é demasiado preguiçoso para encontrar um trabalho sério que lhe permita alcançar aquilo que quer. O seu trabalho seguinte já foi mais virado para a pequenada, no filme Dr. Dolittle 2. Como não podia deixar de ser, passou por episódios de algumas das mais conhecidas séries de animação para adultos: Futurama, American Dad! e Bob’s Burgers. No entanto, passou por outras como Aqua Teen Hunger Force e Tom Goes to the Mayor, ambas da Adult Swim; Freak Show e TripTank, da Comedy Central; The Goode Family, da ABC; Glenn Martin DDS e The Life & Times of Tim, da HBO. No cinema integrou o elenco de Hell and Back (2015), um filme sobre dois melhores amigos que se juntam para resgatar outro amigo, que foi acidentalmente levado para o inferno. No filme Incredibles 2 dá vida a Winston Deavor, papel que torna a assumir no videojogo Lego the Incredibles.

Jason AlexanderJason Alexander: Se fôssemos a falar de todos os trabalhos em animação que Jason fez, ficávamos aqui até amanhã, porque foram imensos! O ator participou em vários episódios de séries como Aladdin, Duckman: Private Dick/Family Man, Hercules ou Dilbert, sem esquecer participações mais curtas em Odd Job Back, The Cleveland Show, American Dad!, Animals. e The Simpsons. Entrou numa curta-metragem chamada Titey, que funciona como uma paródia da Disney a Titanic, com Jason a dar voz ao navio; em filmes como Jingle Bells, The Trumpet of the Swan, 101 Dalmatians II: Patch’s London Adventure e Tom & Jerry: Back to Oz, sendo que estes dois últimos foram diretamente para cassete e DVD, respetivamente, não tendo passado pelo cinema. Os mais pequenitos puderam ainda vê-lo em séries como Dora the Explorer, Fish Hooks e Annie Sunbeam and Friends. Num futuro próximo, Jason integrará também o elenco de Harley Quinn.

 Jeff GarlinJeff Garlin: Tal como Odenkirk, também Garlin começou a trabalhar em animação com uma participação em Dr. Katz, Professional Therapist, mas em 1997. Depois do virar do século, pudemos ouvi-lo em pequenas participações em séries como King of the Hill; Tom Goes to the Mayor; Duck Dodgers, The Life & Times of Tim; num crossover da Nickelodeon, SpongeBob SquarePants, The Jimmy Timmy Power Hour 3: The Jerkinators! e ainda numa outra série chamada Shorty McShorts’ Shorts. No cinema integrou o elenco de Wall·E e Toy Story 3 (tendo dado também voz aos videojogos do filme), Hawaiian Vacation (do universo Toy Story), Cars 2, ParaNorman e vai voltar a interpretar Buttercup em Toy Story 4, que estreia no final de junho em Portugal. De entre as séries mais famosas do mundo da animação, entrou apenas em Family Guy, mas cá para mim ele tem o tipo de voz ideal para este tipo de trabalho.

john-krasinskiJohn Krasinski: Em A Quiet Place, o objetivo era que o seu personagem falasse o menos possível, mas a voz tem sido uma ferramenta muito importante para a carreira de John. Em 2006, teve o seu primeiro trabalho em animação, no filme Doogal. No mesmo ano, entrou num episódio de American Dad!, mas seguiram-se muitos mais projetos nesta área. Filmes como Shrek the Third, Monsters vs. Aliens, Monsters University, The Prophet, Next Gen, na dobragem em inglês de um drama histórico de animação japonês chamado Kaze tachinu (The Wind Rises) e Animal Crackers, sendo que estes últimos dois também contaram com Emily Blunt, com quem Krasinski é casado. Nas séries participou ainda em BoJack Horseman e Robot Chicken.

Mandy MooreMandy Moore: Era ainda uma jovem de 17 anos quando a atriz teve o seu primeiro trabalho de voz, com uma pequena participação no filme Dr. Dolittle 2. Quatro anos mais tarde integraria o elenco de Racing Stripes e pouco depois entraria num episódio de The Simpsons. Foi a voz principal de Tangled, o filme da Disney centrado em Rapunzel, do videojogo do mesmo e da curta Tangled Ever After; juntou-se ao elenco da série infantil Tron: Uprising, que faz parte do franchise dos filmes, voltou por duas vezes ao papel de Rapunzel para um episódio de Sofia the First, outra série da Disney, e para o telefilme Tangled: Before Ever After. Adicionou ainda ao currículo presenças principais nas séries High School USA! e Sheriff Callie’s Wild West, a primeira para um público adulto e a segunda dirigida aos mais pequenos. Nos anos mais recentes, o que Mandy tinha a dar enquanto Rapunzel ainda não chegara ao fim e pudemos ainda ouvi-la como voz em Tangled: The Series. O mais recente trabalho da atriz na animação foi há pouco, num episódio de Family Guy emitido no mês passado.

Megan MullallyMegan Mullally: A atriz já contava com dez anos de carreira quando trabalhou pela primeira vez em animação, num pequeno papel em Timeless Tales From Hallmark, que consistia em adaptações, metade live-action/metade animadas, de contos de fadas. Pouco depois chegaria um papel de maior relevância em Fish Police, numa altura em que as várias cadeias de televisão americanas procuravam séries de animação que pudessem competir com The Simpsons. No entanto, esta não obteve muito sucesso e foi cancelada logo na 1.ª temporada, corria o ano de 1992. Seguiram-se três telefilmes de The Flinstones, I Yabba-Dabba Do!, Hollyrock-a-Bye Baby e A Flintstone Family Christmas, uma curta-metragem do mesmo universo, e uma pequena participação em Batman: The Animated Series, tudo isto antes de chegarmos ao século XXI. Aí, deu um pulinho a um episódio de King of the Hill, a outro de Peep and the Big Wide World, fez parte do elenco de filmes como Teacher’s Pet e Bee Movie e deu voz à adaptação em língua inglesa do filme franco-belga Ernest et Célestine. Nos anos mais recentes, participou nas séries animadas Out There e Axe Cop, ambas para adultos, e em Sofia the First e Randy Cunningham: 9th Grade Ninja, para miúdos. Vale ainda a pena mencionar a sua presença em 16 episódios de Bob’s Burgers e no filme Hotel Transylvania 2.

Diana Sampaio