Classificação

7.5
Interpretação
7.2
Argumento
8.4
Realização
7.7
Banda Sonora

[Contém spoilers]

Level Two – phase two

As coisas para Oliver complicam-se e o argumento também sofre um infeliz enrolamento.

A prisão de segurança máxima de Slabside foi a joia da coroa da semana e onde realmente aconteceu tudo de interessante. O misterioso Demon revelou ser mesmo um “demónio”, já que vemos Talia al Ghul, filha de Ra’s al Guhl, aka Demon’s Head, a renascer das cinzas. Uma mera explosão gigantesca não é o suficiente para parar uma das personagens mais mortíferas do Arrowverse! Parece que na altura do ataque de Adrian Chase, Black Siren não foi a única a ser salva de Lian Yu com a ajuda de Diaz e como pagamento dessa ajuda, Talia esteve por detrás do ataque a Oliver na prisão. Apesar de toda esta animosidade entre Oliver e Talia (que se por um dos lados foi uma das mestres de Oliver, por outro já é a segunda vez que se alia a arqui-inimigos do Green Arrow), este consegue pôr de parte tudo isso de forma a juntos acabarem com as experiências nefastas do Dr. Parker e arrisca tudo para salvar a vida aos mais vis dos prisioneiros – prova de que o herói continua bem vivo dentro dele. A decisão final de não fugir com Talia se num primeiro impulso parece irracional, quando pensamos nas consequências para a família e amigos já faz todo o sentido. Permanece a pergunta, o que espera o futuro ao prisioneiro 4587?

Sei que tinha pedido para termos mais de Curtis, mas se é para nos darem história como a deste episódio mais vale não termos mais da personagem para o resto da temporada. Basicamente a narrativa centrada em Curtis e com a contribuição de Diggle foi um completo desastre, com as atitudes exageradas de Curtis a fazerem-nos perder completamente a paciência. Curtis deu a impressão de ser um amador e de nunca ter estado em campo como vigilante e, além disso, apesar de referirem repetidamente os seus 14 PhDs e a sua inteligência, esta não chega nem aos calcanhares demonstrada pela mesma personagem nas bandas desenhadas. Quem conhece Mister Terrific dos comics sabe que existe bastante potencial para bons arcos, os produtores de Arrow é que continuam a não conseguir acertar. Outro senão deste enredo foi que serviu de pouco ou nada para avançar na misteriosa conspiração da ARGUS desvendada por Lyla.

Apesar do impressionante fogo de Felicity a perseguir Diaz, a chama neste episódio para ajudar Oliver é muito mais baixa e o pouco da perseguição de Silencer foi o que ainda nos entusiasmou mais. Esperava-se mais do trio Felicity, Laurel e Dinah. O cliffhanger com a vida de Anatoly a balançar foi uma excelente maneira de terminar o episódio. Que dizem: vida ou morte para Anatoly? E afinal, que anda Diaz a fazer? Qual será o seu grande plano?

Continuando na onda das perguntas, será que Laurel conseguirá tirar Oliver Queen da prisão através dos meios legais? E irá o novo Green Arrow juntar-se à Team Felicity? Tudo isto no próximo episódio, “Due Process”. Até lá, salvem as vossas cidades!

Emanuel Candeias