Classificação

8
Interpretação
9
Argumento
7
Realização
8
Banda Sonora

[Contém spoilers!]

Alta Mar é uma série espanhola que segue a viagem de um barco transatlântico, nos anos 40, desde Espanha até ao Brasil. Com um estilo que relembra imediatamente as personagens do Titanic, somos apresentados a duas irmãs, Carolina e Eva, claramente pertencentes à alta sociedade. Carolina é noiva do capitão do navio e Eva é uma jovem escritora de romances que pretende publicar a sua obra numa editora brasileira. Logo nos primeiros minutos do episódio, estas protagonistas encontram o seu primeiro desafio – por pouco não atropelam uma rapariga, que aparenta estar em pânico. Quando se aproximam para ver se ela está bem, a rapariga pede-lhes desesperadamente que a deixem embarcar com elas porque precisa de fugir. Esta situação inicia um mistério à la Agatha Christie quando um dos passageiros é assassinado no navio e todos se esforçam para encontrar o assassino.

Esta série vai, sem dúvida, dar imensas voltas! Só nos primeiros minutos acontecem uma série de reviravoltas que prendem a atenção. É um thriller, misturado com uma série de época e dramas a acompanhar. As personagens, apesar de caírem um pouco nos clichés da alta sociedade, parecem ter dimensão e logo neste primeiro episódio consegue-se perceber que se preocupam com mais do que apenas dinheiro e roupa.

Os sub plots românticos foram um pouco exagerados, roçando um pouco o estilo novela. Acho que são um pouco desnecessários, mas percebo a intenção de explorarem melhor as suas personagens e as relações entre elas. Também com apenas oito episódios até consigo desculpar que estes desenvolvimentos estejam a acontecer tão rápido. Mesmo assim, preferia um pouco mais de mistério, menos romances apressados.

O guarda roupa, música e decoração dos cenários são de destacar, pois nota-se que apesar de esta não ser uma produção de Hollywood com um orçamento milionário, preocupa-se em retratar a sociedade (alta) da altura. O problema do orçamento nota-se, no entanto, nos efeitos especiais, que não são os melhores. Para o tipo de série que é, não me incomoda muito, mas é algo que se nota.

Em resumo, foi uma agradável surpresa! É sem dúvida uma série fácil de ver e perfeita para fazer binge watch pelas suas milhentas reviravoltas, que conseguem manter-nos ansiosos por ver os próximos episódios.

Ana Oliveira