A Netflix decidiu que a 6.ª temporada do drama político House of Cards será a última. A notícia foi revelada já tarde, ontem à noite, mas o serviço de streaming terá vindo a pesar a decisão desde há vários meses, como indicado por várias fontes. A produção da temporada final começou no início deste mês, embora a Netflix nunca tenha confirmado de forma oficial a renovação para 6.ª temporada.

Estas notícias sobre o destino da série foram reveladas cerca de um dia depois de Anthony Rapp ter acusado o protagonista Kevin Spacey de ter feito avanços sexuais sobre ele quando tinha 14 anos. No entanto, várias fontes voltam a confirmar que não terá sido este o motivo para decidir dar um fim à série.

No entanto, as repercussões sobre estas alegações já se estão a fazer sentir, com a Academia Internacional das Artes e Ciências Televisivas, os Emmys internacionais, a decidir que já não irão atribuir a Spacey o prémio honorário deste ano da categoria Founders Award. É esperado ainda que o filme Gore, também da Netflix e que o ator iria protagonizar, não avance, embora ainda não haja qualquer confirmação oficial.

O fim de House of Cards não parece significar necessariamente que o universo da série não poderá perdurar, uma vez que se fala na possibilidade de spin-offs, nomeadamente um que seria centrado no personagem de Michael Kelly, Doug Stamper.

A 6.ª temporada de House of Cards será constituída por 13 episódios e deverá estrear em 2018.

Atualização: Durante esta tarde foram anunciados novos desenvolvimentos. “A MRC [Media Rights Capital] e a Netflix decidiram suspender a produção da 6.ª temporada de House of Cards, até aviso em contrário, para nos dar tempo de rever a atual situação e responder a quaisquer preocupações do nosso elenco e equipa”. Foi esta a declaração conjunta que a MRC e a Netflix emitiram esta quinta-feira.

Resta saber que destino está reservado para a série!