O evento mais esperado do ano já arrancou! A Comic-Con International: San Diego decorre entre os dias 19 e 22 de julho e são esperados muitos painéis de séries. Para além das novidades que vamos anunciando no Facebook e Instagram, todos os dias faremos um resumo dos painéis das séries presentes no evento.

Eis então o resumo de cada painel das séries que estiveram presentes durante o dia 19:

Siren SDCC

Siren (Freeform)

Moderado por Chilli, o painel começou com o elenco a falar um pouco sobre o final da 1.ª temporada e sobre cada personagem. O que atraiu Eline Powell à sua personagem, Ryn, foi o facto de ser forte, feroz e intensa e acha muito excitante interpretá-la, apesar de ser algo de novo para a atriz. Rena Owen adorou o guião e a forma como está relacionado com problemas ambientais reais; elogiou ainda o casting da série por ser bastante diversificado, pois tem muitas mulheres e de várias etnias. Alex Roe confessa que estava um pouco cético por participar numa série sobre sereias, mas que acabou por gostar imenso da versão apresentada em Siren. Ian Verdun fala sobre o seu personagem Xander, que é muito impulsivo e que acaba por complicar algumas situações. Os produtores acham interessante pegar na mitologia que existe sobre sereias e dar-lhe um twist e, em tom de brincadeira, disseram que não têm a certeza se Eline é humana. Por curiosidade, apesar de o canto da sereia ser editado depois das filmagens, Eline gravou o seu próprio canto em estúdio. Aliás, a pedido do público, Eline fez o canto da sereia durante o painel. Por fim, os produtores confessaram que o trio romântico Ben/Ryn/Maddie vai ser um dos focos da 2.ª temporada e que vamos ver mais sereias, sem entrarem em detalhes se serão amigáveis ou não, e que mais elementos do elenco vão ficar hipnotizados pelo canto da sereia.

Charmed SDCC

Charmed (CW)

O painel da nova aposta da CW, reboot da série clássica, começou por apresentar o episódio piloto (que obteve mais reações positivas do que negativas) e não deixou muito espaço para perguntas às três protagonistas, Melonie Diaz, Sarah Jeffery e Madeleine Mantock, e às duas produtoras, Jennie Snyder Urman e Jessica O’Tool. Descobrimos que podemos esperar da série bastantes reviravoltas, correrias, diversão e sustos. A 1.ª temporada vai desenvolver a ligação entre as três irmãs e a evolução dos seus poderes. Melonie Diaz confessou que é uma honra interpretar uma personagem lésbica e como esta é uma das importantes alterações à série original, de modo a acompanhar a atualidade. Jennie Urman afirmou que a série é uma mistura de novela, magia e terror e promete que haverá muitos demónios. Por fim, as produtoras falaram sobre a figurinista da série, a mesma de Pretty Little Liars, e o facto de ela conseguir criar vestuários que refletem cada personagem.

Doctor who SDCC

Doctor Who (BBC America)

O painel teve presentes os protagonistas Jodie Whittaker, Tosin Cole e Mandip Gill, juntamente com o showrunner Chris Chibnall e o produtor Matt Strevens. Jodie foi recebida com muitos aplausos, sendo a primeira mulher a protagonizar Doctor Who. Jodie confessou que os primeiros dias de filmagens foram incríveis e que ainda custa a acreditar que está a interpretar esta personagem. Falou também do peso e da responsabilidade que é interpretar a primeira mulher Doctor e que não quer desiludir os fãs. Chris afirma que não têm revelado detalhes sobre a 11.ª temporada porque vão haver muitas surpresas e acha que os espectadores vão ter uma experiência melhor caso não saibam nada. Quanto à temporada, vai ser composta por dez episódios, cada um com uma história diferente e será a temporada ideal para quem nunca viu a série começar. Vai ainda haver um episódio especial de Natal, independente da 11.ª temporada. [Painel completo]

Impulse

Impulse (YouTube)

O painel de Impulse, moderado por Perri Nemiroff, contou com a presença de Maddie Hasson, Missi Pyle, Doug Liman, Lauren LeFranc, Gene Klein e David Bartis. Tendo iniciado com o anúncio da renovação da série para uma 2.ª temporada, o painel avançou com um vídeo composto por importantes momentos da 1.ª temporada, guardando ainda lugar para uma conversa entre o elenco presente e os fãs. Liman considera que neste spin-off do filme Jumper, conseguiram explorar material dos livros que no filme não conseguiram e teve aqui uma segunda oportunidade de fazer justiça à história dos livros. Durante o painel, Maddie teve oportunidade de falar um pouco sobre Henry e a proximidade que sente quanto a esta sua personagem. [Painel completo]

Tell Me a Story

Tell Me a Story (CBS All Access)

O painel da nova série da CBS All Access teve a presença dos atores Paul Wesley e James Wolk, juntamente com o criador Kevin Williamson, que falaram um pouco sobre o que esperar da 1.ª temporada, que vai explorar os contos dos Três Porquinhos, O Capuchinho Vermelho e Hansel e Gretel. Kevin Williamson afirmou que a série é negra e bastante sangrenta e que o facto de terem como casa um serviço de streaming lhes confere zero inibições. Kevin também acrescentou que vai ser fácil reconhecer a maioria das personagens, mas que não será o conto de fadas a que estamos habituados. Paul Wesley disse que esta foi uma oportunidade de fazer algo diferente, em especial o facto de interpretar um humano (comparando com The Vampire Diaries). Já James Wolk afirmou que, como ator, é uma honra quando lhe fornecem material que faz com que desenvolva tanto a parte física como psicológica. Para terminar, os dois atores e o criador ainda teceram elogios a Danielle Campbell e como foi a escolha certa para interpretar a Capuchinho Vermelho, juntamente com Kim Cattrall, a nada típica avozinha.

Origin SDCC

Origin (YouTube)

Podia ser um duelo saído de um livro de J. K. Rowling, mas não é. Em vez disso, Tom Felton e Natalia Tena, que os Potterheads mais facilmente conhecem por Draco Malfoy e Tonks, juntaram-se a Sen Mitsuji, Nora Arnezeder (Zoo), à produtora Mika Watkins e ao realizador Paul W.S. Anderson para apresentar a sua nova série Origin, que estreará algures no final do ano no Youtube Red. Durante o painel foi divulgado o trailer oficial da série e ainda foram dados a conhecer vários detalhes desta que promete ser uma das grandes apostas sci-fi da temporada. A série foi filmada na África do Sul e Tom Felton não hesitou em dizer que ficou encantado com o país, que acrescenta também que o seu personagem em Origin não gosta lá muito de pessoas e ainda menos de trabalhar em equipa. E ao contrário daquilo que mostrou no painel, Natalia diz que Lana, a sua personagem, não é de muitos sorrisos e que a sua melhor amiga é a sua arma. Se sempre quiseste ouvir o Tom Felton a fazer sotaque americano, tens aqui a série ideal! [Painel completo]

Discovery SDCC

A Discovery of Witches (Sky One)

A nova série sobrenatural britânica contou no painel com os atores Teresa Palmer, Alex Kingston, Valerie Pettiford, e Owen Teale, juntamente com Deborah Harkness, a autora dos livros que servem de base à série, e a produtora Jane Tranter. Foi revelado que a 1.ª temporada desta nova série será composta por oito episódios e que a transmissão da mesma em território americano será também assegurada pela Sundance Tv e Shundder. O painel começou com Harkness a falar um pouco sobre as origens da série, dizendo que por vezes fica a pensar se não existirão mesmo vampiros a conviver connosco, ocultando a sua verdadeira identidade, por serem criaturas míticas maravilhosas. Quando questionados sobre como um relacionamento LGBTQ foi abordado na série, Kingston disse: “Isto é o que eu achei interessante nos livros. O racismo neste mundo é entre as raças míticas, não contra a cor da pele ou orientação sexual, pelo que é algo perfeitamente normal, como deveria ser em todo o mundo. Para terminar, a atriz Teresa Palmer falou sobre a sua personagem e a ligação com a mesma, dizendo que se identificou de imediato. A atriz disse ainda que a sua parte favorita da história é o amor proibido entre Diana e Clairmont.

Nightflyers SDCC

Nightflyers (Syfy)

Através da mente de George R.R. Martin, chega esta nova série de ficção científica, com a sua primeira visita no evento para apresentar imagens exclusivas e o elenco, incluindo Jeff Buhler, Eoin Macken, Gretchen Mol, David Ajala, Jodie Turner-Smith, Gene Klein e David Bartis. O painel começou com  a divulgação do trailer oficial da série, que estreia este outono no Syfy e mais tarde na Netflix. A primeira questão da plateia foi simples e direta: “como é sentir-se no espaço?” Gretchen Mol respondeu rapidamente: “É sensacional. Podes conhecer lugares malucos sendo ator”, o que proporcionou algumas gargalhadas. Ao longo do painel, os atores aproveitaram também o momento para falar um pouco dos seus personagens. Jodie Smith diz que, no seu caso, foi geneticamente modificada para ficar fora do planeta. “Estar no Nightflyer é suposto ser um sonho, mas que se acaba por tornar um pesadelo sangrento”. Já David Ajala refere que é, na verdade, um holograma, não podendo tocar em nada ao seu redor. Também Eoin Macken quis entrar na conversa e confessou que, após um dia de filmagens, sentiu-se assombrado ao chegar a casa. Por fim, foi dito que os fãs vão ter de se preparar, pois, além de ser uma série de terror, terá muitas mortes ao longo dos episódios. Nada de novo para quem acompanha as histórias de George R.R. Martin!

Van Helsing SDCC

Van Helsing (Syfy)

Na sua terceira visita ao evento, foi apresentado o trailer da 3.ª temporada. O painel contou com a presença dos atores Kelly Overton, Jonathan Scarfe, Vincent Gale, Aleks Paunovic, Rukiya Bernard e Trezzo Mahoro, juntamente com o criador e showrunner Neil LaBute e os produtores Mike Frislev e Chad Oakes. Kelly falou um pouco sobre a sua personagem, Vanessa, e que vamos ver uma grande mudança nela, nesta nova temporada. Vanessa vai mostrar o seu lado mais negro e vamos ver uma evolução na relação com a irmã. Neil afirmou que esta temporada contrataram novos duplos que trouxeram uma nova energia às cenas de luta e ação. Rukiya confessou que Doc vai arriscar-se mais na nova temporada. Já Scarfe realizou três episódios e o ator diz que adorou a experiência. Neil também divulgou que Scarlet e Sam vão regressar nesta temporada. Por fim, ainda ficámos a saber que Neil e Aleks estão constantemente a pregar partidas um ao outro, nos bastidores.

Better SDCC

Better Call Saul (AMC)

Better Call Saul esteve presente pela primeira vez no evento, com um painel constituído pelos atores Bob Odenkirk, Giancarlo Esposito, Jonathan Banks, Rhea Seehorn, Michael Mando e Patrick Fabian, juntamente com os criadores Vince Gilligan e Peter Gould. O painel começou com um resumo dos acontecimentos da última temporada e o trailer oficial da quarta, que estreia no dia 6 de agosto. Bob falou um pouco sobre a nova temporada e como vamos começar a ver cada vez mais o mundo de Breaking Bad a integrar-se na história. Quanto a Jimmy, o seu personagem, Bob confessou que lhe quebra o coração vê-lo aos poucos transformar-se em Saul. Esposito acha que Saul está a tornar-se no que ele realmente é como pessoa e que esta é a parte que mais o fascina na série. Esposito ainda elogiou os criadores, dizendo que um bom guião inspira os atores e bons fãs inspiram boas séries. Gould afirmou que têm um plano pensado para a história toda, mas que esse plano às vezes muda de rumo. Já Gilligan não se descaiu a divulgar que personagens de Breaking Bad vão aparecer em Better Call Saul.

Breaking SDCC

Breaking Bad (AMC)

Logo a seguir a Better Call Saul houve um painel de Breaking Bad, para celebrar o 10.º aniversário de uma das séries mais vistas de sempre e que reuniu os atores Bryan Cranston, Aaron Paul, Dean Norris, Anna Gunn, Bob Odenkirk, Giancarlo Esposito, Betsy Brandt, Jonathan Banks e RJ Mitte, bem como o criador Vince Gilligan. O painel começou com o elenco a relembrar algumas cenas da série. Bryan disse que, quando começaram as gravações, eram apenas uma pequena série feita no deserto, mas que por volta da 3.ª temporada começou a perceber o sucesso que tinham porque várias placas das ruas de Albuquerque eram roubadas. Vince falou um pouco sobre a situação caricata de ter sido suposto Jesse morrer na 1.ª temporada, sendo que os atores chegaram a ler o guião com a cena e tudo, mas, no final, Vince mudou de ideias. Por fim, Vince disse que vivemos num mundo cheio de possibilidades e não descarta uma hipótese de algum dia existir um filme de Breaking Bad. [Painel completo]

PI SDCC

Magnum P.I. (CBS)

Após uma visualização exclusiva do episódio piloto da nova série, o painel contou com os protagonistas Jay Hernandez e Perdita Weeks, juntamente com os produtores Peter Lenkov e Eric Guggenheim. Com entusiasmo e animação, foi assim que começou o painel da série. Os fãs presentes na sala vibraram com as primeiras imagens apresentadas, dizendo que este reboot homenageia a série original. Os produtores e elenco aproveitaram a ocasião para falar um pouco sobre a série. Uma vez que é o terceiro reboot de Lenkov depois de Macgyver e Hawaii Five-0, Lenkov aproveitou para dizer que é aficionado pelo Havai e, sendo esta outra série com filmagens neste local, disse ainda que os personagens de ambas as séries coexistem no mesmo mundo e que, mais cedo ou mais tarde, se vão cruzar. Com isto, podemos crer que irá existir um crossover entre Hawaii Five-0 e Magnum P.I.. Ao longo do painel aproveitaram para falar sobre algumas alterações na série, mencionando que certos personagens nesta nova aventura vão representar papéis diferentes da versão original. O protagonista, Jay Hernandez, aproveitou o seu tempo de antena para dizer que o que pretende com este projeto é abordar a importância de representar os veteranos na televisão de uma maneira positiva. Para terminar, confessou que um mês antes foi ver aleatoriamente um episódio de Magnum P.I., antes de o projeto ser apresentado e que, um mês depois, acabou por acontecer na realidade; algo surreal, disse o ator.

Z Nation SDCC

Z Nation (Syfy)

O painel contou com Lydia Hearst, Kellita Smith, Keith Allan, Anastasia Baranova e Russell Hodgkinson, além do showrunner Karl Schaefer e do produtor executivo David Michael Latt. Foram revelados alguns detalhes exclusivos sobre a 5.ª temporada da série; contudo, não foi dito muito, mas soube-se que, na nova temporada, os zombies vão evoluir, por assim dizer, apresentando uma nova geração, os Talkers, que são capazes de pensar e planear com um nível de inteligência nunca antes visto anteriormente. Já Baranova explicou que a sua personagem tem um ‘fraquinho’ pelos Talkers, sentindo a necessidade de os ajudar. O painel terminou com a promessa de uma nova temporada muito sangrenta e cheia de reviravoltas.

Crazy SDCC

Crazy Ex-Girlfriend (The CW)

Na sua primeira aparição no evento e num painel moderado por Michael McMillian, vão estar presentes as criadoras Rachel Bloom e Aline Brosh McKenna para falarem sobre a temporada final da série. Um dos momentos altos do painel foi protagonizado por Bloom, quando cantou o tema da 4.ª temporada para a audiência. A mesma despertou ainda gargalhas quando fez um discruso sobre usar a palavra clitóris, na 3.ª temporada, dizendo que foi um autêntico filme devido às regras da FCC (Comissão Federal de Comunicações). Ao longo do painel, as criadoras revelaram que a série foi pensada para ter quatro temporadas, algo que aconteceu, e garantem que irá terminar da melhor forma, pois terá um fim digno de se ver, dado que a cena final, quer tivesse uma, duas ou quatro temporadas, seria a mesma.  Outra das novidades anunciadas foi o regresso de Patton Oswalt para a última temporada da série, que estreia no dia 1 de outubro na CW. [Painel completo]

Iron Fist SDCC

Iron Fist (Netflix)

O painel contou com a presença do produtor Jeph Loeb, juntamente com Finn Jones, Jessica Henwick, Simone Missick, Alice Eve, o showrunner Raven Metzner e o novo coordenador de duplos. Durante o painel, foi apresentado o primeiro teaser da 2.ª temporada e vários vídeos das cenas de lutas, sendo também divulgada a data de estreia, que será a 7 de setembro. Loeb começou por apresentar Clayton, o novo coordenador de duplos, que ajudou a melhorar bastante as cenas de ação da nova temporada. Finn confessou que é ele que faz a maior parte das cenas de luta, treinando muito com Clayton para melhorar, e acha que está mais forte e mais confiante devido a ele. Jessica disse que iremos ver mais Daughters of the Dragon na nova temporada. A meio do painel foi revelado que a atriz Alice Eve vai ser a vilã da nova temporada, ao interpretar Typhoid Mary, que tem várias personalidades e é muito violenta. Num dos vídeos apresentado foi possível ver Danny a usar o traje original da banda desenhada, o que deixou o público bastante contente. Por fim, ainda divulgaram que Davos, aka Steel Serpent, também vai aparecer nesta temporada. [Painel completo]

99 SDCC

Brooklyn Nine-Nine (NBC)

O painel foi composto pelo criador Dan Goor e o produtor executivo Luke Del Tredici, juntamente com os membros do elenco Andy Samberg, Stephanie Beatriz, Terry Crews, Melissa Fumero, Joe Lo Triglio, Chelsea Peretti, Dirk Blocker e Joel McKinnon Miller. O painel começou com grande entusiasmo e muitas palmas com a entrada de cada ator, agradecendo o facto de ter sido resgatada para mais uma temporada pela NBC. As novidades depressa surgiram, com a novidade de que os detetives Hitchcock e Scully vão ter um episódio especial inteiramente dedicado a eles e que será possível conhecer o passado de ambos. Quanto questionado sobre o progresso da 6.ª temporada, Goor disse que a escrita está em alta.” Estamos com cinco semanas de pré-produção, temos um monte de guiões e histórias muito interessantes para contar”. Uma das questões vindas da audiência foi se seria possível esperar por uma participação especial de Gina Rodriguez e Craig Robinson, ao que Goor respondeu que adorava trazer os dois de volta, mas tudo dependeria da disponibilidade de ambos. Embora o painel tenha decorrido amplamente como uma rotina de comédia improvisada, tanto o elenco como o público destacaram a representação positiva de personagens LGBTQ na série. Quando questionados por um fã sobre a possibilidade de expandir a abordagem de questões como a saúde mental, Andy Samberg explicou que escrever episódios que lidam com questões da vida real demoram muito mais tempo porque, se gostarem, é mau sinal.

Mr SDCC

Mr. Mercedes (AT&T Audience Network)

Num painel de curta duração, estiveram presentes Jack Huston, Justine Lupe, Breeda Wool, Max Hernandez, Nancy Travis e o produtor e realizador Jack Bender, tendo sido divulgados detalhes exclusivos sobre a 2.ª temporada, cuja estreia está marcada para o final deste mês. Para começar, disseram que esta temporada será mais dominada pelo material de Stephen King e que vai abranger material do terceiro livro, End of Watch, e não do segundo. Brenda falou sobre a sua personagem e como o que lhe aconteceu na 1.ª temporada a alterou, fazendo com que questione os seus instintos. Justice disse que Holly vai crescer bastante na próxima temporada, mas que continua uma badass. Bender apresentou as duas novas personagens, o Dr. Felix Babineau (Jack Huston) e a sua mulher Cora, que são um casal brilhante. Huston descreveu o seu personagem como um neurocirurgião talentoso e ambicioso com uma mulher igualmente ambiciosa. Por fim, Bender explicou que a luta de Hodges com Brady está longe de ter terminado.