Classificação

7
Interpretação
6.1
Argumento
5
Realização
5.5
Banda Sonora

[Alerta de Spoilers!]

Pela Netflix chega-nos Sacred Games. A primeira produção indiana da plataforma é baseada no romance de suspense de Vikram Chandra e produzida em parceria com a Phantom Films. A obra de Chandra foi adaptada por Smita Singh, Vasant Nath e Varun Grover e todos os oito episódios, que têm uma hora de duração, foram realizados por Anurag Kashyap e Vikramaditya Motwane.

O enredo conta a história de um polícia, divorciado recentemente: Sartaj Singh (Saif Ali Khan) é um homem honesto que tenta impedir um ataque terrorista em Bombaim depois de ter sido avisado por um criminoso conhecido. Singh vive sob a sombra do seu falecido pai e procura validação por parte dos outros polícias, tendo como objetivo combater a corrupção dentro do ramo em que trabalha.

Quando Sartaj recebe uma denúncia anónima sobre o paradeiro de Ganesh Gaitonde (Nawazuddin Siddiqui), um chefe do crime que está desaparecido há 16 anos, desencadeiam-se uma série de eventos que penetram profundamente no obscuro submundo da Índia.

O episódio alimenta-se de flashbacks entre passado e presente das personagens, dando assim background e conhecimento acercas das mesmas. No entanto, peca pela falta de explicação que acaba por não dar sobre as mesmas. É difícil perceber quem é quem, quem são os antagonistas e se o protagonista está do “lado dos bons” ou do “lado dos maus”, if you know what I mean.

Estamos habituados com a diversidade de séries com que somos presenteados pela Netflix, esta é mais uma delas; isto porque 90% do episódio é falado em hindi. Sabem quando veem um filme em francês ou até mesmo espanhol e sentem que não é a mesma coisa? Pronto, foi mais ou menos isso que senti ao ver Sacred Games.

Não me interpretem mal, é só mesmo pelo facto de ser estranho não perceber certas coisas, porque, parecendo que não, as traduções não transmitem certas formas de falar ou certos trejeitos que também a língua portuguesa tem e quando temos mais familiaridade com a língua torna-se mais fácil. O que não foi o caso. Acabou por se tornar complicado perceber certas coisas.

Para quem gosta de séries criminais com mistério e história da Índia à mistura é uma série a ter em consideração: corrupção policial, assassinatos, tráfico de droga, é a premissa que segue num país diferente ao qual estamos habituados a ver em séries de televisão.

A 1.ª temporada conta com oito episódios já disponíveis na plataforma de streaming. Pouco interessante se fores daqueles que não suporta ouvir falar sem ser em inglês!

Margarida Rodrigues Pinhal