Classificação

6.5
Interpretação
6
Argumento
7
Realização
7
Banda Sonora

Contém Spoilers!

Esta semana, em Quantico, a equipa passa ao ataque e em vez de esperar por um sinal de mais uma identidade de um dos colaboradores, decide seguir os seus instintos e fazer uma prevenção ativa.

Quando encontram um impasse, face ao facto de os colaboradores estarem constantemente um passo à frente da equipa, Clay começa a ter dúvidas de que a equipa seja eficaz e se não seria mais prudente, do ponto de vista analítico, acabar com esta e começar a preparar medidas para lidar com os efeitos da AIC. Enquanto este consulta a sua mãe, assistimos ao regresso de uma das melhores personagens de Quantico, o irmão de Clay, Caleb! Sim, Caleb está de volta e no pouco tempo de ecrã que teve conseguimos ter acesso a duas impressões. Traz de volta o seu sentido de humor mordaz e cheio de sarcasmo, mas não conseguiu ultrapassar a amargura do que Shelby lhe fez.

Enquanto esta reunião acontecia, Alex tomava as rédeas do grupo e pediu para o grupo escolher por instinto a melhor história para a situação dos terroristas. Acabam por decidir que provavelmente querem usar o julgamento que está a ocorrer em Cleveland, uma vez que o clima da cidade está de cortar à faca. Um homem usou uma arma ilegal para se defender e devido à arma ser ilegal as filhas podem perder o pai. Assim, Alex, Shelby e uma Nimah ligeiramente diferente do habitual seguem para Cleveland como membros do FBI e encontram uma antiga conhecida, Miranda.

Esta levanta-lhes dificuldades por estar ressentida e sob rédea curta; no entanto, quando a confrontam com informações sobre o juiz estar comprometido, acaba por ceder. Este admite que esta a ser coagido, mas já não adianta de nada, pois o júri já chegou a um consenso: consideraram o réu culpado. O plano de Henry Roarke era acalmar o motim que estava por surgir, enquanto criticava a presidente Haas. No entanto, Clay previne este desenlace e cria um discurso para esta, que contraria totalmente o plano de Roarke.

Paralelamente à história principal acontecem duas linhas de acção. A primeira e mais curta é a de Chen, que invade a quinta, mas é derrotado por Owen, e acaba por confessar estar a solo para se vingar dos chefes da sua antiga namorada e oferece informações sobre os colaboradores. A segunda é de Ryan e da sua namorada jornalista. Ao longo do episódio é semeada a desconfiança face a esta. No entanto, fosse para quem fosse que ela trabalhava não era para a AIC, pois, ao investigar os colaboradores, acaba por se tornar alvo de um atentado, à frente de Ryan.

A quatro episódios do final, Quantico não mostra sinais de procurar a renovação. Continua a ser mais do mesmo, com um ponto positivo para o regresso de Caleb. Assim aproxima-se a despedida de mais uma série, mas podemos contar com um elenco completo para o caminho que falta percorrer. É tempo de começar a atar as pontas soltas nas relações entre as personagens. Com quem acham que Shelby vai ficar? Com Clay, Caleb ou nenhum?

Que acharam do episódio desta semana?

Raul Araújo