Já aqui tínhamos dedicado uma crónica a alguns avós e netos do mundo das séries, mas como nunca gostámos de deixar passar estas datas ao lado sem nos debruçarmos um pouco sobre elas, decidimos juntar mais alguns avós das séries em homenagem ao Dia Mundial dos Avós, que se celebrou esta semana, a 26 de julho.

bonnie-baby daddy

Bonnie Wheeler [Baby Daddy]: Quando crescer, certamente Emma, tal como o pai e o tio, irá achar que a avó é completamente doida. É uma palavra legítima para descrever Bonnie, mas podia ser bem pior. Ok, ela pode ser exagerada, mentirosa e gostar de vinho um pouco de mais do que aquilo que seria razoável, mas não há dúvidas que adora a neta e que tem sido um apoio importante a ajudar a criá-la. Ela será certamente o tipo de avó que, daqui a dez ou doze anos, quando Emma for adolescente, será a maior cúmplice de todos os disparates típicos da idade.

one-tree-hill-jamie-dan

Dan Scott [One Tree Hill]: Sempre se disse que as crianças são capazes de despertar o que há de melhor em nós e a verdade é que nunca houve nada de bom em Dan até Jamie surgir na vida dele. Dan foi um mau pai que nunca soube apoiar Nathan e que nem sequer foi, de todo, um pai para Lucas, mas como avô foi muito diferente. Jamie só o conheceu quando já tinha quatro anos e realmente não se pode censurar nenhum pai e mãe por quererem manter o filho longe de um homem como Dan. Só que ele salvou Jamie da ama psicopata e isso abre-lhe uma possibilidade de criar uma relação com o neto. À medida que Dan mostra que pode ser um homem um pouco diferente do que era, é-lhe permitido conhecer também as outras netas, mas é com Jamie que estabelece uma ligação especial e os dois tornam-se grandes amigos. Jamie é um menino fantástico que consegue ver algo de bom no avô e, embora o mal que Dan fez toda a vida não se apague, ele consegue redimir-se um pouco ao tornar-se uma pessoa melhor.

frank-blue_bloods

Frank Reagan [Blue Bloods]: Frank é um homem bom, sensato e crítico de si mesmo, que muitas vezes se questiona se está ou não a fazer a coisa certa. No seio da família, é frequentemente conciliador e uma espécie de árbitro em discussões. Não raras vezes, a neta mais velha, Nicky, recorre a ele quando se desentende com a mãe e Frank entra em ação para tentar que as duas consigam resolver as coisas. Aos netos rapazes, Jack e Sean, sempre tentou passar bons valores, incluindo-os nos debates à mesa das refeições mesmo quando ainda eram miúdos.

Fresh Off the Boat

Grandma Huang [Fresh off the Boat]: A Grandma Huang é a mãe de Louis e a avó de três rapazes, vive na casa dos Huang, na Florida, e mais tarde é revelado que se chama Jenny. Ao contrário do resto da família, a avó apenas comunica em mandarim, apesar de perceber tudo o que lhe é dito em inglês. Por vezes, Jenny aparenta ser uma pessoa séria, sendo o membro da família que mais teve de se esforçar para se adaptar à vida na América, mas normalmente acaba por proporcionar momentos cómicos durante os episódios. Jenny adora ver televisão e viver às custas do filho e nora. No entanto, sempre que é preciso, Jenny dá bons conselhos aos restantes membros da família. No início vemos a avó numa cadeira de rodas, necessitando de ajuda para se deslocar, até ao episódio em que os Huang se candidatam a obter uma cadeira elétrica e Jenny consegue assim um grande avanço na sua independência.

booth-hank-BONES

Hank Booth [Bones]: Há situações em que um avô é mais do que um avô e tem também de assumir o papel de educador, de pai. Foi precisamente isso que Hank fez, criou Booth e Jared. Hank apanhou o filho a bater em Seeley quando este ainda era pequeno, disse-lhe que ele não merecia ser pai e que se fosse embora. Assim, viu-se com dois miúdos pequenos, mas criou-os com amor, o que é visível na relação carinhosa que Booth mantém com ele. Hank sente uma certa culpa por não ter conseguido fazer as coisas de forma diferente quando mandou o filho ir-se embora, mas a verdade é que ele tirou aquelas crianças de um ambiente abusivo e fez por elas o melhor que pôde.

jane forrest new normal

Jane Forrest [The New Normal]: Também esta avó ajudou a criar a neta. Ok, como republicana que é, não é o melhor exemplo de uma pessoa aberta e tolerante, há muito de incrivelmente reprovável na sua personalidade e até na forma como lida com a família, mas no fundo (muito lá no fundo mesmo) não é assim tão má. Quer dizer, não é uma vilã como Dan, mas precisa que alguém lhe recorde que estamos no século XXI. Foi ela quem tomou conta da neta Goldie desde bebé porque a mãe da menina foi-se embora. Aliás, as três gerações de mulheres da família tiveram as filhas na adolescência. No entanto, não querendo desculpabilizar os muitos defeitos de Jane, a verdade é que – embora nem sempre da melhor forma – ela fez sempre aquilo que achou melhor por Goldie e que a adora.

maw maw virginia raising hope

Maw Maw [Raising Hope]: Com Maw Maw terminamos o rol de avós que criaram os netos. Barbara, juntamente com o marido, foi quem criou a neta Virginia desde pequena, depois de a mãe da menina a ter deixado. Para poupar os sentimentos da neta, inventou uma história sobre a mãe ter morrido para ela não saber que tinha sido abandonada. Cuidou da neta e quando esta engravidou, também numa idade jovem, deixou-a continuar a viver na casa dela com Burt, o namorado, enquanto criavam o filho. Quando começou a envelhecer e a mostrar sinais de demência, os papéis inverteram-se e foi Virginia quem passou a cuidar da avó.

mike last man standing

Mike Baxter [Last Man Standing]: Um homem no meio de tantas mulheres, Mike vê no neto Boyd uma forma de ter um companheiro. É certo que a filha Eve é maria-rapaz e partilha o gosto do pai por desporto e armas, mas é sabido que Mike tem um carinho especial pelo neto e que os dois são muito cúmplices. Menino e avô adoram-se, pregam partidas juntos… Para Mike é mais fácil lidar com o neto do que foi com as filhas por Boyd ser menino e ele saber o que isso é.

regina lucy once

Regina Mills [Once Upon a Time]: Esta última temporada de Once Upon a Time foi uma verdadeira desilusão, mas havia algo pelo qual ansiei, que todos ‘acordassem’ da maldição para ver a dinâmica da nova família, alargada, dos nossos personagens. Quando Regina finalmente despertou e Lucy deixou de estar sozinha, tendo alguém para acreditar com ela nos contos de fadas, foi um momento muito fofo. Ver as duas a abraçarem-se, sabendo que, desta vez, Regina estava do lado dos bons desde o início e que seria para Lucy aquilo que nem sempre foi para Henry… No entanto, tal como o pai, Lucy tem um coração puro e sempre acreditou na magia real dos contos de fadas, o mundo da avó (ainda é tão estranho imaginar Regina como tal!). Foi delicioso ver a cumplicidade delas em operações secretas, em alusão a tempos melhores da série.

sharon the fosters

Sharon Elkin [The Fosters]: Sharon é uma avó divertida, descontraída e não faz qualquer distinção entre o seu neto biológico e os restantes. Aliás, quando recordo esta avó lembro-me sobretudo de que ela omitiu a Jesus a verdade do que estava escrito na carta de Emma porque sabia que isso o deixaria perturbado numa altura em que o neto precisava de levar as coisas com calma, ainda em recuperação após ter corrido perigo de vida. Assim sendo, ela contou-lhe aquilo que achou que ele precisava de ouvir naquele momento, para o proteger.

Quem são os vossos avós favoritos das séries?

Ana Velosa e Diana Sampaio