Classificação

7.8
Interpretação
7.5
Argumento
7.6
Realização
7.9
Banda Sonora

Atenção: esta review contém spoilers!

Esta semana, Grey’s Anatomy trouxe-nos a sua tão aguardada season finale. Esta chegou na forma de All Of Me, o 24.º e último episódio da 14.ª temporada desta série. Neste episódio, os nossos médicos reúnem-se para o casamento de Alex e Jo, onde nada corre conforme planeado… Entretanto, o stress deste ano que passou leva Bailey a reavaliar as suas decisões.

As cenas de abertura de All Of Me mostram-nos os nossos médicos à medida que estes se preparam para o casamento. Enquanto April e a organizadora do evento, Kirsten, (interpretada por Arden Myrin) se certificam que tudo corre conforme previsto, Arizona prepara Alex antes de ir buscar Jo – algo que acaba por não precisar de fazer, uma vez que Wilson aparece com boas notícias. A médica conseguiu entrar num dos programas para o qual concorreu, há alguns episódios, e apesar de esta novidade ser recebida com entusiasmo por parte dos outros médicos, este entusiasmo parece não ser partilhado por Meredith, por razões que se tornarão claras mais à frente.

Entretanto, Amelia e Betty regressam de uma reunião que marca o primeiro mês sóbrio de Betty. Owen pergunta a Amelia se os pais de Betty apareceram, ao que a médica responde negativamente, antes de sair para se ir arranjar. Já Bailey resolve verificar o seu correio enquanto espera por Ben. A médica abre o cheque que recebeu pelo TrailBlazer, o seu projeto, e fica chocada com a quantidade de dinheiro.

É ainda no início do episódio que nos deparamos com o primeiro entrave a este casamento. Um erro pela parte de April leva a que alguns dos nossos médicos acabem no local onde está a decorrer outro casamento que não o de Jo e Alex. Grey’s sendo Grey’s, a mãe da noiva acaba por desmaiar, fazendo com que Bailey e Ben a acompanhem ao hospital, enquanto os restantes médicos partem para o local correto. É no hospital que Bailey dá de caras com Teddy Altman, a quem a médica acaba por oferecer, ainda que temporariamente, a posição de Chefe.

Já no local correto do casamento, são várias as coisas que dão para o torto. Primeiro, Meredith oferece a Jo uma posição mais elevada no hospital, de modo a tentar manter não só a médica, mas especialmente Alex por perto. Isto causa alguma tensão entre Jo e Alex, uma vez que Wilson acredita que o seu noivo está por detrás disto. A verdade é que Alex não faz ideia do que Jo está a falar, pelo que esse momento de tensão é bastante breve.

Os dois aproveitam a oportunidade para ter algum tempo a sós antes da cerimónia, mas acabam presos dentro de um barracão durante grande parte do episódio. Como se isso não bastasse, está um cadáver dentro do barracão – algo que cai no esquecimento tão depressa como foi introduzido. Quando Meredith e DeLuca finalmente encontram os noivos e os levam para a cerimónia, Kirsten tem uma reação alérgica a camarão e quase morre no local. No final, Jo e Alex acabam por ser casados por Meredith num ferry boat.

De forma muito geral, foi isto que aconteceu nesta finale que, na minha opinião, foi um bocadinho fraca para Grey’s, mas antes ainda de vos dar a minha opinião geral sobre o episódio quero falar um pouco sobre algumas situações. Não é segredo nenhum que não sou fã da ideia de Amelia e Owen se voltarem a juntar, mas ao que tudo indica é isso que irá acontecer na próxima temporada. Apesar de estar completamente contra esta narrativa, estou muito mais irritada com o facto de Teddy estar grávida de Owen (apesar de o episódio não ter tornado esta informação clara, todos sabemos que é esta a realidade).

Não estou, no entanto, desiludida com a saída de April e Arizona. Apesar de achar que, tendo em consideração o episódio anterior, a despedida de April tenha sido um pouco abrupta, gostei que a médica tivesse o seu final feliz. Conforta-me também saber que Arizona e Callie terão uma nova oportunidade para fazer a sua relação resultar, apesar de não perceber bem como é que isto veio a acontecer, tendo em conta o modo como as coisas terminaram entre as duas. No geral, achei uma boa despedida para estas personagens das quais terei bastantes saudades.

Voltando a Bailey, fiquei um pouco surpreendida pela sua decisão de se afastar das funções executivas do hospital e espero que isto não signifique que iremos ver menos desta nossa médica.

De um modo geral, não achei esta finale nada de especial. A quantidade de coisas que correram mal durante o dia do casamento de Jo e Alex ultrapassaram o engraçado e chegaram mesmo ao ponto do ridículo. Não concordo com algumas das decisões tomadas neste episódio pela parte dos argumentistas e fiquei algo nervosa com a implicação da saída de mais personagens no futuro próximo.

Inês Salvado