Desde os primórdios da humanidade que se prevêem apocalipses variados: desde simples vírus mortíferos, passando pela ira divina ou até pelo desenvolvimento tecnológico desenfreado. Estas temáticas que vivem no nosso imaginário dão excelentes séries e, quiçá, servem para nos prepararmos para uma eventual catástrofe mundial (ou talvez não, mas who knows?).

A sobrevivência num ambiente inóspito depende muito das nossas acções e do grupo ao qual pertencemos. Por isso, três de nós decidiram criar uma equipa ideal de doze elementos, recorrendo a personagens das nossas séries favoritas! Na companhia dos doze fantásticos que se seguem, não há mal digno do nosso receio.

Michonne (Danai Gurira) – The Walking Dead

Michonne in The Walking Dead

A Michonne não pertence aos pioneiros da série, mas assim que entrou fez toda a diferença! A partir da 3.ª temporada, Michonne ensinou-nos muito sobre sobrevivência num mundo infestado por zombies. Para além de ser uma pessoa muito inteligente, ela é exímia com a sua espada, mata dezenas de monstros em segundos. Outro aspecto importante é que ela sabe seguir rastos com ligeireza e utiliza o que a rodeia em seu proveito, ou não se lembram que ela consegue utilizar zombies para disfarçar o seu odor?

.

Elijah Mikaelson (Daniel Gillies) – The Originals

Elijah

Elijah é o vampiro mais leal do mundo das séries! Sendo original, é um vampiro muito poderoso e praticamente indestrutível. Num mundo apocalíptico ter alguém ao nosso lado com os seus poderes seria fantástico… em segundos ele mataria uma legião de inimigos sem danificar o seu penteado. Adepto da justiça, nunca o veríamos a tomar decisões que prejudicassem o grupo.

.

Oliver Queen (Stephen Amell) – Arrow

Oliver

Oliver era um jovem milionário, imaturo e inconsequente até naufragar numa ilha algures ao largo da costa chinesa. Embora tivesse elementos que o apoiavam, viu-se rodeado por personagens maléficos que o obrigaram a tornar-se uma máquina de guerra! Para além de ter desenvolvido técnicas de combate, conseguiu tornar-se perito com o arco… não há alvo que ele falhe. Graças a estas características, seria uma excelente aquisição para a nossa equipa.

.

Vanessa Ives (Eva Green) – Penny Dreadful

vanessaives

Embora não seja uma personagem com capacidade bélica, Vanessa seria fundamental na nossa equipa. Além de ser uma mulher que sabe o que quer e que não tem receio de enfrentar um monstro, ela tem poderes mediúnicos! Com ela ao nosso lado, saberíamos antecipadamente como seríamos atacados, o melhor percurso e onde encontrar o que necessitássemos.

.

Tom Mason (Noah Wyle)  – Falling Skies

Tom

Talvez por ser professor de história, Tom conhece os melhores meios de sobrevivência que aconteceram no passado. Depressa desenvolveu as suas competências bélicas e é um excelente estratega militar. A sua capacidade de liderança é incrível e seria bem-vinda na nossa equipa. Por isso, Tom ficaria encarregue de organizar o grupo e levá-lo à vitória.

.

Regina Mills (Lana Parrilla) – Once Upon a Time

regina-once-upon-a-time-lipstick-batom-2

Regina domina a magia. Dependendo das suas acções, tanto pode ser capaz de lançar poderosa magia negra ou branca. Seria perfeita para lançar um feitiço que impedisse qualquer presença indesejada de se aproximar sequer do nosso refúgio. E se pedíssemos com jeitinho, talvez ela nos maravilhasse com a sua lasanha e a sua tarte de maçã. E principalmente com as suas tiradas sarcásticas. Mesmo durante um acontecimento apocalíptico, há que garantir um pouco de diversão.

.

Owen Hunt (Kevin McKidd) – Grey’s Anatomy

owen-hunt-on-greys-425x239

Owen é cirurgião de trauma, esteve no exército e percebe de armas, do efeito de uma bala no corpo humano… Mesmo numa equipa onde temos magia e outros poderes paranormais do nosso lado, um pouco de realidade nunca fez mal e Owen tem conhecimentos reais (e muito bons) de medicina e cirurgia em cenários complicados. Além disso, com certeza não seria nada mau com uma arma na mão.

.

Lana Winters (Sarah Paulson) – American Horror Story: Asylum

tumblr_mdkajsFeZ41rxwdufo1_500

Se há pessoa que já deu provas de uma enorme capacidade de enfrentar as adversidades e sobreviver para as contar, essa pessoa é Lana. Ela foi ao inferno e sobreviveu. Quando voltou de lá, escreveu um livro a contar o que se tinha passado. Seria perfeita para contar a história de como nós enfrentámos o apocalipse.

.

Danny Reagan (Donnie Wahlberg) – Blue Bloods

dr09

Um bom homem, muito protector dos seus e um excelente polícia, ou seja, um homem que sabe usar armas. E que conduz como um louco, uma vez que é de Nova Iorque. Danny pode ser um bom homem, mas só quando está diante dos bons da fita, porque os seus inimigos não são alvo de grandes falinhas mansas. Danny é um homem que faz o que é certo para os seus e para o bem maior.

.

Brienne of Thart (Gwendoline Christie) – Game of Thrones

Brienne Game of Thrones

Uma mulher honrada e leal, que luta como ninguém. É definitivamente o tipo de pessoa que queremos do nosso lado, não apenas pelas qualidades com as armas, mas também pela mulher que é e amiga que certamente seria.

.

Jack Bauer (Kiefer Sutherland) – 24

24LAD-EP3_SC318_DS-9324_595_slogo

De Jack podemos esperar tudo e, se a questão for justiça, ele trata-a com as próprias mãos! As habilidades não passam apenas por matar quem merece, vão desde a sua resistência física e psicológica até às suas decisões mais acertadas em qualquer situação que seja, para não falar no seu fantástico manuseamento de armas ou a construção das mesmas em situações em que parece estar tudo perdido, mas com Jack, até com uma migalha é possível fazer o impossível.

.

Annie Walker (Piper Perabo) – Covert Affairs

Annie_01

Para além de usar a seu favor o seu sorriso e beleza, tem ainda muitas outras armas no seu reportório. É provavelmente a melhor agente/espia da CIA e outras agências (nunca se sabe quando precisaremos destes contactos) e dá razão ao significado do sexto sentido das mulheres, pois o dela nunca falha, sendo a perspicácia o seu ponto forte!
Para completar tudo isto, acrescentamos que é perita em armas, perfeita condutora para altas velocidades e excelente poliglota, portanto temos a receita ideal!

 

E claro, além destes doze, cá estaríamos os três, Diana, Rui e Ricardo, divididos entre o entusiasmo por fazer parte de um cenário digno de uma série e pelo medo (respeito) pela situação em si. Mas claro, em cinco minutos estaríamos de arma na mão, a fazer o que fosse preciso para ajudar a nossa equipa.

.

Diana Sampaio, Ricardo Santos e Rui André Pereira.