Continuamos a trazer curiosidades sobre as tuas séries favoritas! Descobre (ou recorda) algumas sobre The Simpsons:

1. The Simpsons começou a ser construída mesmo antes de ser uma série de nome próprio; quando James L. Brooks trabalhava no programa de variedades The Tracey Ullman Show, decidiu incluir alguns sketchs de animação antes e depois dos intervalos. Assim sendo, resolveu pedir a Matt Groening, cujo trabalho conhecia das tiras cómicas Life in Hell, uma ideia para umas curtas de animação. Ao início, Groening pensou em fazer uma versão de Life in Hell, que ele usava para descrever a vida em Los Angeles, cidade para a qual se tinha mudado recentemente. No entanto, isso iria obrigá-lo a rescindir aos direitos de publicação e portanto optou por outra abordagem. Lembrou-se então de criar uma família disfuncional, à qual atribuiu os nomes dos seus pais, Homer e Marge, e das suas irmãs mais novas, Lisa e Maggie. Em vez de usar o seu próprio nome preferiu Bart, que é um anagrama de brat (= pirralho). A sua inspiração para o filho mais velho da família foi o personagem principal do filme Dennis the Menace (1959), que Matt viu em criança. No entanto, o Dennis do filme não era tão traquinas como o das tiras cómicas que lhe deram origem e isso desiludiu Matt.

2. A família Simpson apareceu então pela primeira vez na televisão em 1987. Groening fez apenas os esboços básicos e entregou-os aos animadores, julgando que depois os desenhos seriam modificados. Isso não aconteceu e é por isso que os personagens têm uma aparência tão pouco trabalhada. Quanto ao facto de serem amarelos, a ideia deve-se a Gyorgyi Peluce, que também colaborou com Rugrats.

The_Tracey_Ullman_Simpsons

3. The Simpsons foi o primeiro programa de animação bem sucedido no horário nobre da televisão americana desde Wait Till Your Father Gets Home, que foi emitida entre 1972 e 1974. Durante grande parte dos anos ’80, a opinião generalizada era de que os desenhos animados eram para crianças e que fazer um programa do género ficaria demasiado caro por causa da parte da animação, que teria que ter qualidade suficiente para ser emitida num bom horário.

4. Nancy Cartwright inicialmente fez testes para dar voz a Lisa, usando precisamente o mesmo tom e forma de falar que mais tarde usaria para o personagem que acabaria por vir a interpretar, Bart.

5. O Comic Book Guy é baseado em Matt Groening. O próprio diz que o personagem representa aquilo que ele acha que é aos olhos das outras pessoas.

6. O Dr. Nick Riviera tem esse nome por causa de George “Dr. Nick” Nichopoulos, o médico de Elvis Presley. Nichopoulos foi acusado de prescrever várias drogas e medicamentos a pacientes, nomeadamente ao cantor. Contudo, o júri que julgou as acusações considerou que o médico agiu segundo os interesses dos pacientes. Junto da Comissão de Médicos do Tennessee não teve a mesma sorte e viu suspensa durante três meses a sua licença para exercer medicina. Riviera é uma sátira aos profissionais médicos incompetentes.

7. Depois da morte de Phil Hartman, os vários personagens a que ele dava voz, como o advogado Lionel Hutz e o ator Troy McClure, passaram a aparecer apenas em cenas que envolviam multidões, onde não tinham falas. Assim, não foi necessário escolher outro ator para lhes dar voz e os personagens continuaram a ser parte da vida em Springfield.

8. Muitos dos personagens têm nomes de ruas importantes de Portland, no Oregon, onde Groening cresceu. Flanders, o vizinho prestável, mas que Homer odeia; Lovejoy, o Reverendo; Terwilliger, mais conhecido como Sideshow Bob; e Kearney, um dos bullies da escola onde Bart e Lisa andam, são alguns exemplos desses personagens.

9. A série ficou conhecida por fazer algumas piadas que acabariam por se tornar realidade anos mais tarde. Provavelmente a mais famosa de todas prende-se com o episódio 17 da 11.ª temporada, emitido em 2000, em que há uma referência a Donald Trump ter sido presidente dos Estados Unidos. Infelizmente, estamos agora a viver essa realidade.

10. The Simpsons é uma série que gera controvérsia. Na China foi banida do horário nobre em 2006 como “um esforço de proteger os estúdios de animação em dificuldades da China” e em 2008, na Venezuela, deixou de ser transmitida de manhã por ser “inadequada para crianças”. Houve também várias igrejas pentecostais da Rússia a exigir que The Simpsons, South Park e outras séries do género fossem retiradas da programação por funcionarem como “propaganda a variados vícios”. No entanto, os tribunais decidiram não ceder a esta exigência.

11. Se é sabido de todos que há um filme da série, The Simpsons Movie, talvez a maioria desconheça a existência de livros de banda desenhada. Há também uma revista, a Simpsons Illustrated, que foi publicada entre 1991 e 1993 e continha artigos e entrevistas relacionados com o universo da série. Também não faltam vídeojogos da série, nomeadamente um da Konami, de 1991, e muitos outros mais modernos.

maxresdefault

12. Para terminar, desde 2008 que é possível ‘andar’ no universo da série em dois parques de diversões, no Universal Studios Orlando e no Universal Studios Hollywood.
Simpsons-56a951ae5f9b58b7d0fa469c