Classificação

8.4
Interpretação
8.7
Argumento
8.5
Realização
8
Banda Sonora

[Contém spoilers]

“You can save this city”

“Honor Thy Fathers” foi um episódio dedicado ao legado, com surpreendestes revelações e onde a resolução do perigo de Prometheus parece ficar resolvida até vermos nas entrelinhas que tudo está de acordo com o plano do vilão. A ansiedade para saber o que vai acontecer no fim desta temporada e para o finalíssimo dos cinco anos no inferno é muita e Arrow tem tudo para um season finale épico.

Desta vez, as engrenagens do plano de Prometheus incluem a libertação dos condenados quando ele era o promotor público, nomeadamente Derek Sampson, e a entrega de um cadáver preso num bloco de cimento diretamente no gabinete do prefeito Queen. Cada linha do seu plano pretende expor o legado dos seus pais – Robert Queen e Justin Claybourne.

A razão para Claybourne ter sido morto foi porque era um sádico capitalista que queria produzir um agente biológico capaz de infetar e matar milhares de pessoas, sendo ele o único a possuir e a vender a cura. Prometheus decide usar Sampson para produzir e libertar sobre Star City um agente milhares de vezes mais perigoso e se o plano tivesse sido um sucesso poderia esfregar na cara de Oliver que mesmo morto Claybourne conseguiu o que queria. Cody Rhodes como Derek Sampson foi um elemento bem pensado, mas mal aproveitado. O confronto com Wild Dog teve impacto, pois ele é como se fosse o seu arqui-inimigo, no entanto essa rivalidade devia ter sido mais enfatizada.

Quanto ao que foi posto em movimento com o cadáver em cimento, tudo levou a uma conclusão do legado deixado por Robert Queen. Legado esse que diz respeito não só a Oliver, mas se estende também a Thea. Thea está de volta e acho que o vídeo que o pai lhe deixou e que só agora ela ouviu será essencial para achar um caminho e um objetivo certos para o futuro. A revelação de que Robert matou uma pessoa foi um choque inicial, mas que vem de acordo com tudo o que já vimos nas atitudes de Moira e Malcolm. Todos eles são de certa forma vilões, apesar de Robert e Moira no fim se terem tentado redimir e mudar o rumo das coisas. Assim, apesar dos pecados dos pais, cabe a Oliver e a Thea serem melhores, serem “somenone else, something else”.

Outros pormenores interessantes:

  • as cenas de ação estiveram bastante impressionantes. Gostei particularmente de Sampson vs Wild Dog e depois a ajuda de Black Canary e de Spartan, sem falar de que apesar de curta a luta entre Green Arrow e Prometheus também foi bem realizada
  • Green Arrow está finalmente de volta! O psicológico de Oliver parece que começa a recuperar da tortura de Chase
  • Escapou-vos a referência a Roy Harper? A mim não e para estarem a falar dele isso poderá querer dizer mais qualquer coisa…
  • O plot da custódia da filha de Rene ficou um pouco deslocado do resto e as atitudes de Rene são de pôr as mãos na cabeça. Estou para ver o que Quentin lhe vai fazer!

Surpresa, surpresa, parece que afinal ainda temos uns flashbacks guardados na manga. Foi bom rever Anatoly numa altura em que ainda era um simpático gangster e amigo de Oliver. A viagem de volta a Lian Yu é o terminar de um ciclo e o início da origem daquele que se viria a tornar o herói Green Arrow. Permitiu atar algumas pontas soltas, realçar também aqui o legado deixado por Robert Queen para que Oliver salvasse a sua cidade e relembrar os mestres e amigos que tornaram Oliver naquilo que ele era quando voltou a Starling City e criou o vigilante, The Hood. Que boas memórias as de Slade Wilson a tentar ensinar um playboy mimado a sobreviver! O cliffhanger com o regresso de Kovar apanhou-me desprevenido, pois imaginei que este regressasse apenas no presente e não ainda no passado. Parece que antes de regressar definitivamente a Starling City, Oliver ainda terá que passar por um pouco mais de “inferno”.

Se tudo parece resolvido, o que será que acontecerá no próximo episódio? A festejar a vitória contra Chase, as defesas da Team Arrow não podiam estar mais em baixo. Não nos podemos esquecer que Prometheus tem William escondido em algum lugar e que ele quis ser enviado para a ARGUS. Porquê? Será que planeia fugir e libertar mais alguns prisioneiros com ele, adicionando assim fortes oponentes ao seu exército? Black Siren também está na prisão da ARGUS… “Missing” é um episódio que não queremos perder de certeza. Até lá, salvem a vossa cidade!

Previsões para o final da temporada [possível spoiler alert]:

No final todos sabemos que haverá a batalha de Team Prometheus vs Team Arrow. Com as notícias que têm saído podemos supor quais os elementos de ambas as equipas:

  • Team Prometehus:
    Prometheus (claro), Thalia e Artemis são os membros óbvios, porém para além destes podem também vir a fazer parte deste exército Black Siren e Anarky.
  • Team Arrow:
    Green Arrow, Spartan, Overwatch, Black Canary, Wild Dog e Mr Terrific são praticamente certos, mas com os rumores poderemos juntar a estes Speedy, Ragman, Arsenal, Vixen e a grande incógnita, Deathstroke! Como é que Oliver conseguirá convencer Slade a combater a seu lado é que é um completo mistério!

Emanuel Candeias